Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisComo saber se a empresa paga o meu INSS? Veja o passo...

    Como saber se a empresa paga o meu INSS? Veja o passo a passo!

    5
    (6)

    Será que a sua empresa paga o seu INSS? Saber se a contribuição da Previdência Social está em dia é importante para não tomar um susto na hora de requisitar algum benefício. 

    Publicidade

    E, se você é um profissional que trabalha sob o regime celetista (de carteira assinada), saiba que é responsabilidade exclusiva do empregador quitar com esse pagamento todos os meses. 

    Porém, os depósitos não são direcionados ao trabalhador, mas são pagos diretamente ao Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS. 

    Portanto, para verificar se a contribuição está em dia, é nesta autarquia que se deve consultar. Como fazer isso? FinanceOne explica!

    Como saber se a empresa paga o meu INSS?

    A forma mais simples para saber se a empresa paga a sua contribuição é realizar uma consulta junto ao INSS pela internet. 

    Basta seguir dois passos para obter o extrato da Previdência:

    Publicidade
    1. Acesse o Meu INSS pelo site ou pelo aplicativo disponível para dispositivos Android e iOS (se ainda não possui cadastro, realize um clicando em “cadastre-se” e faça login)
    2. No menu principal, clique na opção “Extrato de contribuição (CNIS)”

    Pronto. O extrato do INSS é o documento que mostra todas as contribuições previdenciárias registradas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). 

    Nele, estão listadas todas as contribuições que o empregador realizou e se há pendências ou não. Se você já trabalhou de carteira assinada em mais de uma empresa, também deverão constar lá as contribuições antigas. 

    Além disso, o documento registra todos os períodos trabalhados e os valores de salário.

    Se quiser, o cidadão pode consultar esse extrato todos os meses para acompanhar se as contribuições estão em dia. 

    Outras formas de consultar o status das contribuições são:

    Publicidade
    • pelo Internet Banking do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica, mas é preciso ter conta bancária nessas instituições financeiras
    • ligando para o telefone 135 ou 
    • diretamente em uma agência do INSS (na pandemia, dê preferência aos serviços online)
    Tela do aplicativo do INSS em pagamentos
    Consulta ao extrato do INSS pode ser feita sem sair de casa, pelo celular

    Qual é a alíquota que o empregador deve pagar?

    A alíquota de contribuição do INSS varia de acordo com a faixa salarial do empregado. Confira na tabela:

    FAIXA SALARIALALÍQUOTA DE CONTRIBUIÇÃO
    R$1.212 (salário mínimo)7,5%
    R$1.212,01 a R$2.427,359%
    R$2.427,36 a R$3.641,0312%
    R$3.641,04 a R$ 7.087,2214%

    O que fazer se a empresa não depositou o INSS?

    O art. 33 da Lei nº 8.212/91 prevê que é responsabilidade do empregador contribuir com o INSS do funcionário. Além disso, a responsabilidade de fiscalização é da Receita Federal. 

    Então o profissional de carteira assinada que constata qualquer pendência não pode ser responsabilizado pelo erro. Saiba que seu direito está garantido. 

    Se a empresa na qual trabalhou não pagou o seu INSS, procure uma agência da Previdência Social e apresente a sua carteira de trabalho. 

    O documento precisa estar devidamente preenchido (sem rasuras) e assinado pela empresa que não fez os repasses. Assim, você comprova o seu tempo de contribuição. 

    Publicidade

    Em caso de maiores dilemas, um advogado trabalhista também pode ajudar.

    Mas é importante salientar que esse transtorno – se identificado somente na hora de pedir algum benefício – vai acabar atrasando a concessão do benefício. Por isso é recomendado acompanhar o extrato CNIS todos os meses.

    O que acontece se as contribuições não forem pagas?

    Sem as devidas contribuições ao INSS, o empregador pode ter que cumprir pena de reclusão de dois a cinco anos e multa. Além de outras sanções previstas no código penal. 

    Mas, embora o trabalhador não perca o seu direito, ele pode passar por transtornos indesejados até conseguir receber seu dinheiro. 

    Se a ausência das contribuições só for constatada na hora de solicitar algum benefício, por exemplo, o cidadão pode ter o direito negado ou poderá receber o benefício solicitado em menor valor.

    Como já mencionado, se o erro foi do empregador, o funcionário não perde seu direito. Mas até resolver essas pendências, é claro, a concessão do benefício vai demorar mais. 

    Portanto, mesmo com o desconto em folha, é importante verificar se a sua empresa está realizando as contribuições do INSS da forma devida. Se não estiver, siga o que foi indicado no tópico acima. 

    Vale destacar também que essas regras valem para profissionais de carteira assinada. Autônomos,MEIs e contribuintes facultativos devem realizar a contribuição da Previdência Social por conta própria. 

    + Como funciona a aposentadoria para quem contribui como CLT e MEI?

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe com seus amigos e deixe suas dúvidas nos comentários!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 6

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisComo saber se a empresa paga o meu INSS? Veja o passo...

    Como saber se a empresa paga o meu INSS? Veja o passo a passo!

    5
    (6)

    Será que a sua empresa paga o seu INSS? Saber se a contribuição da Previdência Social está em dia é importante para não tomar um susto na hora de requisitar algum benefício. 

    Publicidade

    E, se você é um profissional que trabalha sob o regime celetista (de carteira assinada), saiba que é responsabilidade exclusiva do empregador quitar com esse pagamento todos os meses. 

    Porém, os depósitos não são direcionados ao trabalhador, mas são pagos diretamente ao Instituto Nacional do Seguro Social, o INSS. 

    Portanto, para verificar se a contribuição está em dia, é nesta autarquia que se deve consultar. Como fazer isso? FinanceOne explica!

    Como saber se a empresa paga o meu INSS?

    A forma mais simples para saber se a empresa paga a sua contribuição é realizar uma consulta junto ao INSS pela internet. 

    Basta seguir dois passos para obter o extrato da Previdência:

    Publicidade
    1. Acesse o Meu INSS pelo site ou pelo aplicativo disponível para dispositivos Android e iOS (se ainda não possui cadastro, realize um clicando em “cadastre-se” e faça login)
    2. No menu principal, clique na opção “Extrato de contribuição (CNIS)”

    Pronto. O extrato do INSS é o documento que mostra todas as contribuições previdenciárias registradas no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). 

    Nele, estão listadas todas as contribuições que o empregador realizou e se há pendências ou não. Se você já trabalhou de carteira assinada em mais de uma empresa, também deverão constar lá as contribuições antigas. 

    Além disso, o documento registra todos os períodos trabalhados e os valores de salário.

    Se quiser, o cidadão pode consultar esse extrato todos os meses para acompanhar se as contribuições estão em dia. 

    Outras formas de consultar o status das contribuições são:

    Publicidade
    • pelo Internet Banking do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica, mas é preciso ter conta bancária nessas instituições financeiras
    • ligando para o telefone 135 ou 
    • diretamente em uma agência do INSS (na pandemia, dê preferência aos serviços online)
    Tela do aplicativo do INSS em pagamentos
    Consulta ao extrato do INSS pode ser feita sem sair de casa, pelo celular

    Qual é a alíquota que o empregador deve pagar?

    A alíquota de contribuição do INSS varia de acordo com a faixa salarial do empregado. Confira na tabela:

    FAIXA SALARIALALÍQUOTA DE CONTRIBUIÇÃO
    R$1.212 (salário mínimo)7,5%
    R$1.212,01 a R$2.427,359%
    R$2.427,36 a R$3.641,0312%
    R$3.641,04 a R$ 7.087,2214%

    O que fazer se a empresa não depositou o INSS?

    O art. 33 da Lei nº 8.212/91 prevê que é responsabilidade do empregador contribuir com o INSS do funcionário. Além disso, a responsabilidade de fiscalização é da Receita Federal. 

    Então o profissional de carteira assinada que constata qualquer pendência não pode ser responsabilizado pelo erro. Saiba que seu direito está garantido. 

    Se a empresa na qual trabalhou não pagou o seu INSS, procure uma agência da Previdência Social e apresente a sua carteira de trabalho. 

    O documento precisa estar devidamente preenchido (sem rasuras) e assinado pela empresa que não fez os repasses. Assim, você comprova o seu tempo de contribuição. 

    Publicidade

    Em caso de maiores dilemas, um advogado trabalhista também pode ajudar.

    Mas é importante salientar que esse transtorno – se identificado somente na hora de pedir algum benefício – vai acabar atrasando a concessão do benefício. Por isso é recomendado acompanhar o extrato CNIS todos os meses.

    O que acontece se as contribuições não forem pagas?

    Sem as devidas contribuições ao INSS, o empregador pode ter que cumprir pena de reclusão de dois a cinco anos e multa. Além de outras sanções previstas no código penal. 

    Mas, embora o trabalhador não perca o seu direito, ele pode passar por transtornos indesejados até conseguir receber seu dinheiro. 

    Se a ausência das contribuições só for constatada na hora de solicitar algum benefício, por exemplo, o cidadão pode ter o direito negado ou poderá receber o benefício solicitado em menor valor.

    Como já mencionado, se o erro foi do empregador, o funcionário não perde seu direito. Mas até resolver essas pendências, é claro, a concessão do benefício vai demorar mais. 

    Portanto, mesmo com o desconto em folha, é importante verificar se a sua empresa está realizando as contribuições do INSS da forma devida. Se não estiver, siga o que foi indicado no tópico acima. 

    Vale destacar também que essas regras valem para profissionais de carteira assinada. Autônomos,MEIs e contribuintes facultativos devem realizar a contribuição da Previdência Social por conta própria. 

    + Como funciona a aposentadoria para quem contribui como CLT e MEI?

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe com seus amigos e deixe suas dúvidas nos comentários!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 6

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?