Como vender um carro financiado? Confira as dicas!

Escrito por: Redação em 17 de abril de 2020

A situação de vender um carro financiado pode ocorrer por diversos fatores. Um deles é quando o proprietário não consegue arcar com as parcelas.

Com isso, ele se depara com a necessidade de vender o automóvel mesmo antes do término do financiamento.

Outro motivador pode ser o desejo de adquirir um novo veículo. E ainda existe a possibilidade de a pessoa estar precisando de dinheiro e querer fazer uma “troca com troco”.

transferir o financiamento do carro
Veja dicas para vender o carro financiado

Para esse tipo de operação, é necessário que você venda o seu carro usado para a concessionária. Depois, existem três formas de utilizar o dinheiro que recebeu:

  • quitar as parcelas restantes;
  • dar entrada em um carro novo;
  • usar uma parte do dinheiro para pagar dívidas.

É comum surgirem dúvidas de como vender um carro financiado. Para muitos pode parecer difícil, já que ainda existem parcelas a serem quitadas pelo futuro dono.

Mas com as dicas certas, é possível fazer isso sem dor de cabeça. Veja como!

Passo a passo para vender um carro financiado

1º passo: Realize um levantamento de dados

Essa é uma das etapas mais importantes. Porque os dados irão servir como base para que o futuro proprietário do veículo compre ou não o mesmo.

Para isso é necessário anotar as informações dos seguintes assuntos: financiamento e documentos.

-> Financiamento:

Se o carro estiver com parcelas atrasadas, é necessário que você faça um levantamento do valor da dívida e que atualize-o periodicamente.

O valor muda constantemente por causa dos juros. Para saber os dados corretos das parcelas em atraso é só ir ao banco ou à concessionária responsável pelo financiamento.

Com isso feito, você deve conversar com o credor sobre a possibilidade de descontos no caso de pagamentos à vista. Quitar as dívidas do carro deve ser prioridade para quem está com as parcelas atrasadas.

Mas caso você não tenha nenhuma parcela atrasada, ainda assim é necessário anotar todas as informações consideradas importantes no financiamento.

Ou seja: o valor das parcelas e o tempo que resta do financiamento. Além disso, se as parcelas forem decrescentes, você deverá informar o valor final do financiamento.

-> Documentação:

Em muitos casos os proprietários que querem vender o veículo, além de não terem conseguido arcar com as parcelas, podem estar com a documentação irregular.

E se o comprador adquirir um carro que não está em dia, terá mais um custo com o qual arcar. Por isso é importante que você levante todos os dados da documentação, como o IPVA, o Seguro DPVAT, multas e licenciamento.

Se o veículo tiver alguma dessas pendências, o momento é de pensar se você irá pagá-las e irá acrescentar no valor do veículo. Ou ainda se irá pedir para que o proprietário quite essas dívidas.

2º passo: Anuncie para vender o carro

Para vender tanto um veículo financiado quanto quitado, é necessário anunciá-lo em todas as plataformas e meios possíveis. De jornais e sites até redes sociais.

Lembre-se que quanto mais divulgar, maior é a chance de vender o automóvel. Também é preciso se preocupar com a qualidade do anúncio, porque será ele que irá atrair um comprador para o seu veículo.

Coloque no anúncio as informações mais importantes, como o tempo de uso, a quilometragem rodada, as marcas de uso.

Você ainda pode informar os detalhes e benefícios do automóvel, do que se trata a venda. E deixe claro que o carro ainda está sendo financiado. Explique as informações financeiras do veículo.

3º passo: Concessionária somente em último caso

Vender um carro financiado diretamente com a concessionária é considerado mais prático e rápido. Mas você poderá acabar perdendo dinheiro.

Isso acontece porque o valor pago pela concessionária ficará abaixo da tabela Fipe (principal referência para avaliação de veículos usados).

A concessionária irá vender para outra pessoa e lucrar com a futura transação. Caso você venda o carro diretamente, será possível receber uma quantia mais próxima do valor de mercado do veículo.

4º passo: Faça a transferência do financiamento

Quando se pensa em como vender um carro financiado, algumas pessoas podem acabar esquecendo da transferência do financiamento.

É importante lembrar que, caso a pessoa não realize o pagamento à vista, será necessário que ela passe por uma análise de crédito do banco.

Isso porque a instituição financeira que irá decidir se a dívida poderá ou não ser transferida para a pessoa interessada no veículo.

Essa avaliação é cobrada mesmo que o banco não aprove a transferência do financiamento.

Como transferir o financiamento do carro para outra pessoa

Transferir o financiamento do carro é mais comum do você pensa e não é complicado. Isso acontece geralmente porque cada vez mais os brasileiros estão endividados e não têm mais condições de arcar com as parcelas.

Surpresa ou não, apesar do endividamento e da crise, os brasileiros voltaram a financiar cada vez mais veículos.

Em 2017, foram 5,1 milhões entre novos e usados. Saiba como transferir o financiamento do carro para outra pessoa.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

serasa score
renda extra na crise
Consórcios
Casamento requer planejamento financeiro
Como funciona o Consórcio Honda