Mais
    InícioNotíciasEconomiaCorreção do FGTS: saiba se vale a pena entrar com uma ação

    Correção do FGTS: saiba se vale a pena entrar com uma ação

    5
    (3)

    Em maio deste ano, esteve em pauta no Supremo Tribunal Federal (STF) o assunto da revisão dos valores do FGTS, mas o julgamento segue aguardando uma nova data. Enquanto isso, muitos trabalhadores começaram a se perguntar se vale a pena entrar com uma ação para realizar a correção do FGTS.

    Isso porque muitos brasileiros não sabiam da possibilidade de solicitar a revisão do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e estão vendo essa novidade como uma oportunidade de ganharem um dinheiro extra.

    Com isso, surgem dúvidas, por exemplo, se vale a pena entrar com uma ação ou não, além de como solicitar essa revisão para a correção do FGTS. Porém, antes de qualquer coisa é preciso entender o que é a correção do FGTS.

    Você precisa saber que o índice aplicado pela Caixa Econômica para calcular o valor do FGTS é a Taxa Referencial (TR), desde 1999. Essa taxa esteve sempre abaixo da inflação, porém quando o trabalhador realiza o saque do FGTS, por algum motivo, acaba perdendo dinheiro.

    E por que isso acontece? A resposta é bem simples: a inflação acabou superando os índices de correção do FGTS. Dessa forma, os trabalhadores brasileiros têm perdido dinheiro desde o ano de 1999.

    Por esse motivo, a ação de correção monetária solicita que a atual Taxa Referencial seja alterada para um índice mais vantajoso, que é o que já acontece com o INPC ou o IPCA.

    Aprenda a calcular o valor da correção do FGTS

    A primeira coisa que você precisa saber é que não é necessário realizar nenhuma conta. Isso porque os números vão depender da decisão do STF, caso ela aconteça. Porém, é possível saber algumas estimativas.

    + Saiba os valores que os trabalhadores podem receber com a revisão

    Elas foram realizadas pelo advogado Emmanuel Furtado Filho, em entrevista para o Diário do Nordeste. Confira os valores! 

    -> Trabalhador com 10 anos de carteira assinada e rendimento de R$2 mil mensais pode ganhar R$5 mil.

    -> Trabalhador com rendimento de R$8 mil mensais e 10 anos de contribuição ao FGTS pode receber R$20 mil.

    -> O valor a ser recebido crescerá em proporção ao tempo de trabalho e aos valores depositados no Fundo de Garantia.

    Como entrar com ação para corrigir o FGTS?

    O primeiro passo para conseguir revisar o valor e começar o processo de correção do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é procurar um especialista. 

    Isso mesmo, procure um advogado trabalhista de sua confiança para que ele possa te ajudar. É importante estar com todos os documentos necessários para ajudar nos procedimentos.

    cartão cidadão da Caixa com notas de dinheiro do FGTS
    É possível entrar com uma ação para realizar a correção do FGTS

    Mas que documentos são esses? O trabalhador precisa estar com as cópias de RG, CPF, Carteira de Trabalho, comprovante de residência. Além do do extrato do FGTS. Esses são os documentos necessários para entrar com a ação.   

    É importante destacar, ainda, que o extrato precisa estar completo, além de ser a partir de 1999, independentemente se tiver realizado o saque ou não. 

    Como fazer para tirar o extrato do FGTS?

    Tirar o extrato do FGTS não é algo que se faz todo dia e, por isso, muita gente acaba tendo dúvidas e não sabe como realizar o procedimento. Mas, é muito mais fácil do que se imagina.

    Saiba que você pode retirar o extrato pelo site ou aplicativo, ambos de forma bem fácil e prática.

    Pelo aplicativo:

    • 1º passo: acesse a loja de aplicativos do seu celular e busque por FGTS. Clique em instalar e baixe o aplicativo;
    • 2º passo: em seguida, clique na opção “Cadastre-se”;
    • 3º passo: feito isso, cadastre-se todos os dados solicitados: CPF, Nome Completo, Data de Nascimento, E-Mail e cadastre uma senha de acesso;
    • 4º passo: é importante destacar que a senha deve ser numérica, com seis dígitos. Se você já tinha o aplicativo, pode repetir o mesmo número de senha que usava antes;
    • 5º passo: o próximo avanço é incluir seus dados, clique no botão “Não sou um robô”;
    • 6º passo: depois você vai receber um e-mail de confirmação no endereço de e-mail informado por você. Clique no link que foi enviado;
    • 7º passo: concluído o cadastramento, abra o aplicativo e informe “CPF” e “Senha” cadastrada;
    • 8º passo: logado no aplicativo, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre a sua vida funcional;
    • 9º passo: respondidas as perguntas, leia e aceite as condições de uso do aplicativo, clicando em concordar para que você possa retirar o extrato.

    Para realizar pelo site, basta acessar o endereço da Caixa Econômica Federal direcionado ao FGTS e seguir o passo a passo intuitivo. 

    Esse conteúdo te ajudou? Então compartilhe com alguém que precisa saber dessas informações e continue lendo sobre os benefícios sociais no site do FinanceOne.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    3 COMENTÁRIOS

    1. Tentei me escrever no supera Rio, pq estou desempregado e sem renda alguma…mais quando voloqyei o meu CPF me nandaram uma mensagem dizendo que eu não posso entrar no programa supera Rio pq…minha reda é maior que o estipukado pelo programa…mais, a realidade é outra…na verdade esfou dezempregado…eu rstava recebendo o auxílio doença pelo inss…mais mais meu benefício foj cortado sem justificativa..no dia 20/11/2019..no dia 21/11/2019 entrei com recurso
      Maus ja são mais de um ano 6 mezes que estou recorrendo…estou agurdando o parecer do oerito medico sobre o neu rdcurso

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaCorreção do FGTS: saiba se vale a pena entrar com uma ação

    Correção do FGTS: saiba se vale a pena entrar com uma ação

    5
    (3)

    Em maio deste ano, esteve em pauta no Supremo Tribunal Federal (STF) o assunto da revisão dos valores do FGTS, mas o julgamento segue aguardando uma nova data. Enquanto isso, muitos trabalhadores começaram a se perguntar se vale a pena entrar com uma ação para realizar a correção do FGTS.

    Isso porque muitos brasileiros não sabiam da possibilidade de solicitar a revisão do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e estão vendo essa novidade como uma oportunidade de ganharem um dinheiro extra.

    Com isso, surgem dúvidas, por exemplo, se vale a pena entrar com uma ação ou não, além de como solicitar essa revisão para a correção do FGTS. Porém, antes de qualquer coisa é preciso entender o que é a correção do FGTS.

    Você precisa saber que o índice aplicado pela Caixa Econômica para calcular o valor do FGTS é a Taxa Referencial (TR), desde 1999. Essa taxa esteve sempre abaixo da inflação, porém quando o trabalhador realiza o saque do FGTS, por algum motivo, acaba perdendo dinheiro.

    E por que isso acontece? A resposta é bem simples: a inflação acabou superando os índices de correção do FGTS. Dessa forma, os trabalhadores brasileiros têm perdido dinheiro desde o ano de 1999.

    Por esse motivo, a ação de correção monetária solicita que a atual Taxa Referencial seja alterada para um índice mais vantajoso, que é o que já acontece com o INPC ou o IPCA.

    Aprenda a calcular o valor da correção do FGTS

    A primeira coisa que você precisa saber é que não é necessário realizar nenhuma conta. Isso porque os números vão depender da decisão do STF, caso ela aconteça. Porém, é possível saber algumas estimativas.

    + Saiba os valores que os trabalhadores podem receber com a revisão

    Elas foram realizadas pelo advogado Emmanuel Furtado Filho, em entrevista para o Diário do Nordeste. Confira os valores! 

    -> Trabalhador com 10 anos de carteira assinada e rendimento de R$2 mil mensais pode ganhar R$5 mil.

    -> Trabalhador com rendimento de R$8 mil mensais e 10 anos de contribuição ao FGTS pode receber R$20 mil.

    -> O valor a ser recebido crescerá em proporção ao tempo de trabalho e aos valores depositados no Fundo de Garantia.

    Como entrar com ação para corrigir o FGTS?

    O primeiro passo para conseguir revisar o valor e começar o processo de correção do seu Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é procurar um especialista. 

    Isso mesmo, procure um advogado trabalhista de sua confiança para que ele possa te ajudar. É importante estar com todos os documentos necessários para ajudar nos procedimentos.

    cartão cidadão da Caixa com notas de dinheiro do FGTS
    É possível entrar com uma ação para realizar a correção do FGTS

    Mas que documentos são esses? O trabalhador precisa estar com as cópias de RG, CPF, Carteira de Trabalho, comprovante de residência. Além do do extrato do FGTS. Esses são os documentos necessários para entrar com a ação.   

    É importante destacar, ainda, que o extrato precisa estar completo, além de ser a partir de 1999, independentemente se tiver realizado o saque ou não. 

    Como fazer para tirar o extrato do FGTS?

    Tirar o extrato do FGTS não é algo que se faz todo dia e, por isso, muita gente acaba tendo dúvidas e não sabe como realizar o procedimento. Mas, é muito mais fácil do que se imagina.

    Saiba que você pode retirar o extrato pelo site ou aplicativo, ambos de forma bem fácil e prática.

    Pelo aplicativo:

    • 1º passo: acesse a loja de aplicativos do seu celular e busque por FGTS. Clique em instalar e baixe o aplicativo;
    • 2º passo: em seguida, clique na opção “Cadastre-se”;
    • 3º passo: feito isso, cadastre-se todos os dados solicitados: CPF, Nome Completo, Data de Nascimento, E-Mail e cadastre uma senha de acesso;
    • 4º passo: é importante destacar que a senha deve ser numérica, com seis dígitos. Se você já tinha o aplicativo, pode repetir o mesmo número de senha que usava antes;
    • 5º passo: o próximo avanço é incluir seus dados, clique no botão “Não sou um robô”;
    • 6º passo: depois você vai receber um e-mail de confirmação no endereço de e-mail informado por você. Clique no link que foi enviado;
    • 7º passo: concluído o cadastramento, abra o aplicativo e informe “CPF” e “Senha” cadastrada;
    • 8º passo: logado no aplicativo, aparecerão algumas perguntas adicionais sobre a sua vida funcional;
    • 9º passo: respondidas as perguntas, leia e aceite as condições de uso do aplicativo, clicando em concordar para que você possa retirar o extrato.

    Para realizar pelo site, basta acessar o endereço da Caixa Econômica Federal direcionado ao FGTS e seguir o passo a passo intuitivo. 

    Esse conteúdo te ajudou? Então compartilhe com alguém que precisa saber dessas informações e continue lendo sobre os benefícios sociais no site do FinanceOne.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 3

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?