Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

3 cuidados para não cair no “Golpe do Delivery”

Escrito por: Mateus Carvalho em 25 de outubro de 2019

Você já escutou falar no Golpe do Delivery? Sabe o que é? Como se proteger? Imagine a seguinte situação: você solicitou uma pizza por um determinado aplicativo.

O valor da comida é R$40 e, na hora de passar o cartão quando o entregador chega, descobre que a pizza saiu por R$1.000. 

É o que vem acontecendo com algumas pessoas e, ficou conhecido como o Golpe do Delivery. 

Isso ocorre quando o cliente passa o cartão, tanto de débito ou crédito, na maquininha do entregador.

delivery de comida
O Golpe do Delivery tem feito cada vez mais vítimas

E o Golpe do Delivery tem sido cada vez mais frequente.

Nessas horas, surgem inúmeras dúvidas, sendo algumas delas: quem é o responsável por ressarcir os clientes? Quais cuidados tomar para não sofrer o golpe?

Responderemos a essas e outras perguntas a seguir:

Entenda como funciona o Golpe Delivery

Uma das formas de evitar cair no golpe é saber como ele funciona na prática.

O ato acontece da seguinte forma: o consumidor realiza um pedido pelo aplicativo, que repassa as informações ao estabelecimento. 

Ao solicitar o pedido, o consumidor tem diversas possibilidades de pagamento para optar. O Golpe Delivery ocorre quando a pessoa escolhe pelo pagamento por meio do cartão de débito ou crédito em casa.

Quando o entregador chega para realizar a entrega e disponibiliza a maquininha do cartão, na maioria dos casos, o visor está quebrado ou com arranhões.

O que impede a nítida visualização do valor que está sendo digitado. Ao ser questionado se o visor está quebrado, o entregador informa que está daquele jeito porque sofreu uma queda e a máquina do cartão quebrou.

O consumidor, então, acaba confiando no serviço que é prestado pelo aplicativo e digita a senha. Sem desconfiar que está caindo em um golpe.

É nessa hora que o entregador digita um valor superior ao correto, o que acarreta um prejuízo enorme para o consumidor.

Existe também relatos de que, ao passar o cartão na maquininha, dá erro ao confirmar a transação.

Com isso, o cliente acaba passando mais de uma vez o cartão e sendo debitado em todas as transações.

Saiba o que fazer caso caia no Golpe do Delivery

Se você caiu no Golpe do Delivery e não sabe ou ainda não conseguiu reaver o seu dinheiro, saiba que é possível ter a quantia paga de volta. Para isso, é necessário seguir os seguintes passos:

1º passo: ligue imediatamente para o banco do seu cartão. Pergunte qual é a empresa da maquininha do cartão utilizada pelo golpista.

Isso porque é nessa empresa que está o cadastro do “entregador” e é nela que está o seu dinheiro.

2º passo: com o nome da empresa em mão, entre em contato com a mesma. Informe o que ocorreu e solicite para que façam o bloqueio do valor na conta do golpista. 

3º passo: depois realize um boletim de ocorrência e envie-o para a empresa. Além de uma carta solicitando o estorno do valor pago no cartão.

Caso você não tenha conseguido recuperar o valor com a empresa responsável pela maquininha de cartão e, a transação tenha sido feita no cartão de crédito, existe outra opção.

Você deverá enviar uma carta para o banco que administra o cartão, junto com o boletim de ocorrência e o cupom fiscal.

Solicite ao seu banco o estorno do valor pago, alegando desacordo comercial. Esse significa divergência de valor. 

Agora, caso não tenha havido tempo hábil para recuperar o seu dinheiro, você deverá entrar em contato com a empresa do aplicativo. Isso porque foi ela que realizou e liberou o cadastro do golpista.

Sendo assim, o aplicativo deverá ressarcir o cliente. Além disso, também é importante informar o aplicativo para que ele possa bloquear o entregador definitivamente.

De maneira a evitar que novas pessoas tenham prejuízo. 

Conheça 3 cuidados para não cair no “Golpe do Delivery”

Para te ajudar a não cair no Golpe do Delivery, separamos três dicas para hora de pagar pelo seu pedido. Confira:

1) Sempre que puder pague o pedido pelo aplicativo. Porém, se não conseguir, prefira pagar ao entregador com dinheiro.

2) Certifique-se que o valor digitado na máquina está correto. Se a máquina estiver danificada, recuse-se a pagar e solicite uma outra para realizar o pagamento.

3) Ative no banco o serviço de informe por SMS de pagamentos realizado no débito e crédito. Dessa forma, assim que realizar o pagamento, confirme o valor no SMS recebido.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Nubank lança cartão de débito - Cartão de débito Nubank
dívidas
organizar-as-finanças-depois-das-férias
taxa-de-administração-do-consórcio
lições sobre dinheiro