Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEmpreendedorismo5 dicas de Black Friday para pequenos negócios. Veja como turbinar sua...

    5 dicas de Black Friday para pequenos negócios. Veja como turbinar sua lojinha!

    5
    (2)

    Está chegando a Black Friday, o evento de grandes descontos no varejo nacional. Mas você, pequeno empreendedor, já se planejou para essa data?

    Publicidade

    Não apenas os grandes varejistas podem aproveitar o evento, mas pequenos negócios também! Essa pode ser a oportunidade de atrair clientes novos e fidelizar outros.

    Então se você tem uma lojinha online, um mercadinho local ou qualquer outro tipo de comércio, comece a pensar na sua estratégia. Para ajudar, FinanceOne lista algumas dicas.

    Como vender mais na Black Friday 2021?

    Apesar de não ser tão forte aqui no Brasil como é nos Estados Unidos, a cada ano a Black Friday tem ganhado mais força. Cada vez mais marcas e lojistas aderem ao evento.

    Mas para oferecer bons descontos aos clientes e, consequentemente, vender mais, é importante se planejar e ter uma estratégia. Confira a seguir 5 dicas de como fazer isso!

    1 Trace as suas metas para Black Friday

    Um erro comum de pequenos empreendedores é não ter metas bem definidas. Mas na Black Friday é fundamental ter esse parâmetro para que depois você possa avaliar os resultados e traçar melhorias para o ano seguinte.

    Publicidade

    Além disso, com metas traçadas você terá mais clareza sobre quais estratégias adotar. Pense em objetivos específicos e bem definidos que precisam ser alcançados, como:

    • número de vendas;
    • faturamento;
    • total de lucro.

    Se o seu pequeno negócio já fez liquidações neste evento em outros anos, você pode propor à sua equipe superar as metas anteriores. Não se esqueça de voltar nos resultados dos anos anteriores para avaliar o que precisa melhorar desta vez.

    2 Defina as ofertas estrategicamente

    A Black Friday é uma ótima oportunidade para liquidar produtos encalhados. Mas tome muito cuidado para não transformá-la apenas nisso, porque não é isso que o consumidor procura.

    Você pode, sim, aproveitar o evento para este fim. Mas tente também mesclar ofertas mais interessantes e surpreendentes para os seus clientes.

    Esse é o espírito do evento: conseguir descontos bons que não se consegue em outras épocas do ano.

    Publicidade

    Nada impede que você aproveite a Black Friday para fazer a movimentação do seu estoque. Mas oferecer descontos nos seus produtos que são carro chefe, por exemplo, pode trazer bons resultados.

    Lógico: faça isso com responsabilidade e planejamento. Se for para sair no prejuízo, não vale a pena.

    entregador levando encomenda de Black Friday em um carro
    Black Friday pode turbinar as vendas de pequenos negócios

    3 Comece a campanha com antecedência

    Muitos lojistas começam as propagandas logo no início de novembro e não é à toa. A Black Friday acontece na última sexta-feira do mês, mas engajar os clientes e seguidores com antecedência pode aumentar as chances de compra.

    Use e abuse de estratégias como e-mail marketing, redes sociais, mídia paga, landing page e outras. Já adiante a eles quais serão os produtos e ofertas do eventos, assim eles podem se preparar.

    Dessa forma, você já pode até mesmo atrair novos potenciais clientes!

    Publicidade

    4 Treine sua equipe (ou a si mesmo)

    Seja você um empreendedor individual ou tendo uma equipe pequena, é fundamental estar treinado para esse evento. Afinal, a expectativa é que o número de vendas cresça bastante em um único dia.

    Um bom atendimento fará toda a diferença para que os clientes da Black Friday voltem depois. Além disso, com mais demanda é inevitável as chances de erros crescerem junto. Mas com treinamento adequado, você evita que isso se torne um problema real.

    Portanto, prepare-se e prepare as pessoas que trabalham com você para: realizar bons atendimentos, responder às dúvidas dos clientes, lidar com pagamentos, gerenciar bem a entrada e saída de mercadorias etc.

    5 Explore a Black Friday online

    Não é segredo para ninguém que o ambiente online deixou de ser uma “plus” de negócios lucrativos. Na verdade, para a maioria das marcas os sites e redes sociais já são o principal ponto de venda.

    E especialmente na Black Friday as pessoas tendem muito a comprar online. Afinal, é mais fácil comparar preços e conhecer novas ofertas navegando pelo celular, do que passando um dia inteiro andando em shoppings e calçadões.

    Então use e abuse dos recursos digitais que tiver à sua disposição para divulgar e vender os seus produtos em liquidação.

    Mas lembre-se: para vender online é importante ter um planejamento consolidado, uma boa logística para as entregas e meios de pagamento acessíveis.

    Bônus: 3 técnicas de vendas para utilizar na Black Friday

    Além de todas as dicas mencionadas, ter boas estratégias de vendas também faz toda a diferença em uma Black Friday. Isso mesmo, não basta colocar um banner com letras grandes.

    Existem técnicas muito eficazes que, comprovadamente, podem turbinar a saída dos produtos. Confira algumas delas a seguir, mas lembre-se de conhecê-las a fundo para colocar em prática.

    Cross-sell

    A tradução para esse termo é “venda cruzada”. Na prática, significa vender um produto ou serviço adicional a um cliente, estimulando a compra de um combo e não de um único item.

    A Amazon, por exemplo, é uma referência nesse tipo de venda. Quando você compra um produto no site, aparecem sugestões de outros complementares: “pessoas que compraram o produto X também levaram o item Y”.

    Na Black Friday do seu negócio, essa técnica pode incentivar a compra até mesmo de produtos que não estão na liquidação.

    Upsell

    “A senhora deseja levar uma batata grande por apenas mais 1 real?”

    Você já escutou esse tipo de oferta em restaurantes fast food? Isso é Upsell. Basicamente, consiste em sugerir um produto melhor ao cliente, expondo ele a outros produtos.

    O objetivo dessa técnica é incentivar a clientela a comprar os produtos mais caros, aumentando o ticket médio.

    Downsell

    Essa técnica é um pouco contrária às mencionadas acima. Ela é utilizada quando o cliente está desistindo da compra.

    Para incentivá-lo a não ir embora de mãos vazias, o vendedor oferece um segundo produto mais barato. É uma ótima oportunidade para fisgar consumidores com poder de compra menor na Black Friday.

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe com seus amigos que também são empreendedores e deixe um comentário!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Tamires Silva
    Tamires Silva
    Jornalista e Redatora do FinanceOne, onde suas finanças começam.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEmpreendedorismo5 dicas de Black Friday para pequenos negócios. Veja como turbinar sua...

    5 dicas de Black Friday para pequenos negócios. Veja como turbinar sua lojinha!

    5
    (2)

    Está chegando a Black Friday, o evento de grandes descontos no varejo nacional. Mas você, pequeno empreendedor, já se planejou para essa data?

    Publicidade

    Não apenas os grandes varejistas podem aproveitar o evento, mas pequenos negócios também! Essa pode ser a oportunidade de atrair clientes novos e fidelizar outros.

    Então se você tem uma lojinha online, um mercadinho local ou qualquer outro tipo de comércio, comece a pensar na sua estratégia. Para ajudar, FinanceOne lista algumas dicas.

    Como vender mais na Black Friday 2021?

    Apesar de não ser tão forte aqui no Brasil como é nos Estados Unidos, a cada ano a Black Friday tem ganhado mais força. Cada vez mais marcas e lojistas aderem ao evento.

    Mas para oferecer bons descontos aos clientes e, consequentemente, vender mais, é importante se planejar e ter uma estratégia. Confira a seguir 5 dicas de como fazer isso!

    1 Trace as suas metas para Black Friday

    Um erro comum de pequenos empreendedores é não ter metas bem definidas. Mas na Black Friday é fundamental ter esse parâmetro para que depois você possa avaliar os resultados e traçar melhorias para o ano seguinte.

    Publicidade

    Além disso, com metas traçadas você terá mais clareza sobre quais estratégias adotar. Pense em objetivos específicos e bem definidos que precisam ser alcançados, como:

    • número de vendas;
    • faturamento;
    • total de lucro.

    Se o seu pequeno negócio já fez liquidações neste evento em outros anos, você pode propor à sua equipe superar as metas anteriores. Não se esqueça de voltar nos resultados dos anos anteriores para avaliar o que precisa melhorar desta vez.

    2 Defina as ofertas estrategicamente

    A Black Friday é uma ótima oportunidade para liquidar produtos encalhados. Mas tome muito cuidado para não transformá-la apenas nisso, porque não é isso que o consumidor procura.

    Você pode, sim, aproveitar o evento para este fim. Mas tente também mesclar ofertas mais interessantes e surpreendentes para os seus clientes.

    Esse é o espírito do evento: conseguir descontos bons que não se consegue em outras épocas do ano.

    Publicidade

    Nada impede que você aproveite a Black Friday para fazer a movimentação do seu estoque. Mas oferecer descontos nos seus produtos que são carro chefe, por exemplo, pode trazer bons resultados.

    Lógico: faça isso com responsabilidade e planejamento. Se for para sair no prejuízo, não vale a pena.

    entregador levando encomenda de Black Friday em um carro
    Black Friday pode turbinar as vendas de pequenos negócios

    3 Comece a campanha com antecedência

    Muitos lojistas começam as propagandas logo no início de novembro e não é à toa. A Black Friday acontece na última sexta-feira do mês, mas engajar os clientes e seguidores com antecedência pode aumentar as chances de compra.

    Use e abuse de estratégias como e-mail marketing, redes sociais, mídia paga, landing page e outras. Já adiante a eles quais serão os produtos e ofertas do eventos, assim eles podem se preparar.

    Dessa forma, você já pode até mesmo atrair novos potenciais clientes!

    Publicidade

    4 Treine sua equipe (ou a si mesmo)

    Seja você um empreendedor individual ou tendo uma equipe pequena, é fundamental estar treinado para esse evento. Afinal, a expectativa é que o número de vendas cresça bastante em um único dia.

    Um bom atendimento fará toda a diferença para que os clientes da Black Friday voltem depois. Além disso, com mais demanda é inevitável as chances de erros crescerem junto. Mas com treinamento adequado, você evita que isso se torne um problema real.

    Portanto, prepare-se e prepare as pessoas que trabalham com você para: realizar bons atendimentos, responder às dúvidas dos clientes, lidar com pagamentos, gerenciar bem a entrada e saída de mercadorias etc.

    5 Explore a Black Friday online

    Não é segredo para ninguém que o ambiente online deixou de ser uma “plus” de negócios lucrativos. Na verdade, para a maioria das marcas os sites e redes sociais já são o principal ponto de venda.

    E especialmente na Black Friday as pessoas tendem muito a comprar online. Afinal, é mais fácil comparar preços e conhecer novas ofertas navegando pelo celular, do que passando um dia inteiro andando em shoppings e calçadões.

    Então use e abuse dos recursos digitais que tiver à sua disposição para divulgar e vender os seus produtos em liquidação.

    Mas lembre-se: para vender online é importante ter um planejamento consolidado, uma boa logística para as entregas e meios de pagamento acessíveis.

    Bônus: 3 técnicas de vendas para utilizar na Black Friday

    Além de todas as dicas mencionadas, ter boas estratégias de vendas também faz toda a diferença em uma Black Friday. Isso mesmo, não basta colocar um banner com letras grandes.

    Existem técnicas muito eficazes que, comprovadamente, podem turbinar a saída dos produtos. Confira algumas delas a seguir, mas lembre-se de conhecê-las a fundo para colocar em prática.

    Cross-sell

    A tradução para esse termo é “venda cruzada”. Na prática, significa vender um produto ou serviço adicional a um cliente, estimulando a compra de um combo e não de um único item.

    A Amazon, por exemplo, é uma referência nesse tipo de venda. Quando você compra um produto no site, aparecem sugestões de outros complementares: “pessoas que compraram o produto X também levaram o item Y”.

    Na Black Friday do seu negócio, essa técnica pode incentivar a compra até mesmo de produtos que não estão na liquidação.

    Upsell

    “A senhora deseja levar uma batata grande por apenas mais 1 real?”

    Você já escutou esse tipo de oferta em restaurantes fast food? Isso é Upsell. Basicamente, consiste em sugerir um produto melhor ao cliente, expondo ele a outros produtos.

    O objetivo dessa técnica é incentivar a clientela a comprar os produtos mais caros, aumentando o ticket médio.

    Downsell

    Essa técnica é um pouco contrária às mencionadas acima. Ela é utilizada quando o cliente está desistindo da compra.

    Para incentivá-lo a não ir embora de mãos vazias, o vendedor oferece um segundo produto mais barato. É uma ótima oportunidade para fisgar consumidores com poder de compra menor na Black Friday.

    O conteúdo foi útil? Então compartilhe com seus amigos que também são empreendedores e deixe um comentário!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?