Mais
    InícioNotíciasMercado CambialDólar paralelo: entenda o que é e como funciona

    Dólar paralelo: entenda o que é e como funciona

    0
    (0)

    O dólar é uma das moedas mais importantes para a economia mundial, mas você sabia que existe o dólar paralelo? Esse tipo de moeda vem chamando a atenção de quem quer realizar o câmbio.

    Essa, no entanto, pode ser uma alternativa arriscada, já que o dólar paralelo costuma ser negociado no mercado negro. Quem negocia pode ter dor de cabeça, pois esse tipo de transação é irregular perante ao Banco Central.

    Mas afinal, o que é o dólar paralelo e como ele funciona? Quais são os riscos para quem quer investir neste setor ou somente fazer o câmbio para a moeda? São muitas dúvidas e vamos tirar todas elas agora.

    O que é o dólar paralelo?

    Se você nunca escutou falar em dólar paralelo e está com medo de acabar negociando esse tipo de moeda, fique tranquilo porque iremos te explicar melhor o que significa esse termo. 

    O dólar paralelo é um indicador econômico não oficial, já que ele é realizado pelo mercado negro. Vale ressaltar que todas as transações são realizadas por doleiros e casas de câmbio que não são oficiais do Banco Central.

    + Saiba como sacar Dólar e Euro no Brasil

    Mas se esse tipo de moeda não é regularizado, por que ele está em circulação? Existem diversos motivos para que ele esteja sendo negociado e isso vai desde a falta de registros até situações que impeçam a moeda circular.

    Além disso, existem pessoas e empresas que não podem atuar no mercado de câmbio de maneira legal, mas ainda assim fazem a conversão da moeda.

    Qual é o valor da cotação do dólar paralelo?

    Agora que você já sabe o que é o dólar paralelo deve estar se perguntando qual o valor da cotação, certo? O problema é que, como ele não é fiscalizado pelo Banco Central, não existe um valor concreto.

    Sendo assim, a variação da cotação é de doleiro para doleiro. 

    Isso acontece porque essa é uma operação que não tem regras e nem controles, mas normalmente a cotação é mais baixa do que a do dólar comercial. 

    pessoa sacando dinheiro em caixa eletrônico
    O dólar paralelo não possui uma cotação exata

    Por justamente ser mais baixa é que muitas pessoas são atraídas a realizarem esse tipo de transação.

    Como funciona o dólar paralelo?

    Como você já viu, o Banco Central considera o dólar paralelo com um nicho de mercado ilegal. Mas ainda sim ele funciona. No Brasil, desde os anos 90 esse tipo de negociação acontece.

    Além disso, o crescimento desse tipo de negociação aconteceu muito por reação a algumas ações governamentais. Após gerar instabilidade econômica, fez-se necessário uma saída fora da curva. Quem não lembra do bloqueio das contas poupanças, pois bem, foi um dos pilares.

    Para você entender melhor como funciona, o dólar paralelo costuma ser negociado sempre em estabelecimentos que funcionam sem a autorização do Banco Central. Dessa forma, dificilmente você vai encontrar alguém divulgando ou esse tipo de mercado sendo explorado com amplitude.

    + Confira como comprar dólar com cartão de crédito

    Além disso, para comprar o dólar paralelo é necessário que você conheça o doleiro que estará envolvido na transação. 

    Há riscos no dólar paralelo?

    Sim, muitos.

    Se envolver com ese tipo de negociação não é recomendado, principalmente por ser ilegal. Ela não tem nenhum tipo de respaldo do Governo Federal e você pode ser indiciado, já que pode ser considerado um crime.

    Inclusive, a prática de negociar dólar paralelo é muito usada para o crime de lavagem de dinheiro e também para sonegação.

    Em ambos os casos, a pena pode variar de três a dez anos, além de multa. 

    Dessa forma, se você deseja investir o seu dinheiro em alguma moeda estrangeira, procure outras formas. 

    Atualmente, há o dólar comercial e o dólar turismo. Apenas essas duas modalidades são reconhecidas pelo Banco Central e seguras de você aplicar o seu dinheiro sem preocupação.

    Gostou do conteúdo e quer continuar lendo sobre o assunto? Quer saber o que motiva a variação do dólar? Então entenda o porquê essa moeda tanto sobe e desce.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasMercado CambialDólar paralelo: entenda o que é e como funciona

    Dólar paralelo: entenda o que é e como funciona

    0
    (0)

    O dólar é uma das moedas mais importantes para a economia mundial, mas você sabia que existe o dólar paralelo? Esse tipo de moeda vem chamando a atenção de quem quer realizar o câmbio.

    Essa, no entanto, pode ser uma alternativa arriscada, já que o dólar paralelo costuma ser negociado no mercado negro. Quem negocia pode ter dor de cabeça, pois esse tipo de transação é irregular perante ao Banco Central.

    Mas afinal, o que é o dólar paralelo e como ele funciona? Quais são os riscos para quem quer investir neste setor ou somente fazer o câmbio para a moeda? São muitas dúvidas e vamos tirar todas elas agora.

    O que é o dólar paralelo?

    Se você nunca escutou falar em dólar paralelo e está com medo de acabar negociando esse tipo de moeda, fique tranquilo porque iremos te explicar melhor o que significa esse termo. 

    O dólar paralelo é um indicador econômico não oficial, já que ele é realizado pelo mercado negro. Vale ressaltar que todas as transações são realizadas por doleiros e casas de câmbio que não são oficiais do Banco Central.

    + Saiba como sacar Dólar e Euro no Brasil

    Mas se esse tipo de moeda não é regularizado, por que ele está em circulação? Existem diversos motivos para que ele esteja sendo negociado e isso vai desde a falta de registros até situações que impeçam a moeda circular.

    Além disso, existem pessoas e empresas que não podem atuar no mercado de câmbio de maneira legal, mas ainda assim fazem a conversão da moeda.

    Qual é o valor da cotação do dólar paralelo?

    Agora que você já sabe o que é o dólar paralelo deve estar se perguntando qual o valor da cotação, certo? O problema é que, como ele não é fiscalizado pelo Banco Central, não existe um valor concreto.

    Sendo assim, a variação da cotação é de doleiro para doleiro. 

    Isso acontece porque essa é uma operação que não tem regras e nem controles, mas normalmente a cotação é mais baixa do que a do dólar comercial. 

    pessoa sacando dinheiro em caixa eletrônico
    O dólar paralelo não possui uma cotação exata

    Por justamente ser mais baixa é que muitas pessoas são atraídas a realizarem esse tipo de transação.

    Como funciona o dólar paralelo?

    Como você já viu, o Banco Central considera o dólar paralelo com um nicho de mercado ilegal. Mas ainda sim ele funciona. No Brasil, desde os anos 90 esse tipo de negociação acontece.

    Além disso, o crescimento desse tipo de negociação aconteceu muito por reação a algumas ações governamentais. Após gerar instabilidade econômica, fez-se necessário uma saída fora da curva. Quem não lembra do bloqueio das contas poupanças, pois bem, foi um dos pilares.

    Para você entender melhor como funciona, o dólar paralelo costuma ser negociado sempre em estabelecimentos que funcionam sem a autorização do Banco Central. Dessa forma, dificilmente você vai encontrar alguém divulgando ou esse tipo de mercado sendo explorado com amplitude.

    + Confira como comprar dólar com cartão de crédito

    Além disso, para comprar o dólar paralelo é necessário que você conheça o doleiro que estará envolvido na transação. 

    Há riscos no dólar paralelo?

    Sim, muitos.

    Se envolver com ese tipo de negociação não é recomendado, principalmente por ser ilegal. Ela não tem nenhum tipo de respaldo do Governo Federal e você pode ser indiciado, já que pode ser considerado um crime.

    Inclusive, a prática de negociar dólar paralelo é muito usada para o crime de lavagem de dinheiro e também para sonegação.

    Em ambos os casos, a pena pode variar de três a dez anos, além de multa. 

    Dessa forma, se você deseja investir o seu dinheiro em alguma moeda estrangeira, procure outras formas. 

    Atualmente, há o dólar comercial e o dólar turismo. Apenas essas duas modalidades são reconhecidas pelo Banco Central e seguras de você aplicar o seu dinheiro sem preocupação.

    Gostou do conteúdo e quer continuar lendo sobre o assunto? Quer saber o que motiva a variação do dólar? Então entenda o porquê essa moeda tanto sobe e desce.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?