Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Fique de olho: 9 negócios em alta para 2019

Escrito por: Priscila Gomes em 19 de junho de 2019

Se você pretende empreender este ano, fique de olho! Caso ainda esteja em dúvida sobre que caminho seguir, confira a lista a seguir, com 9 negócios em alta para 2019, e explore novas possibilidades.

Negócios em alta para 2019

Previsões para 2019

Antes de abrir uma empresa, entender como está o mercado é essencial para o sucesso ou fracasso do empreendimento.

Mas não apenas isso: o planejamento continua (e sempre será) o primeiro grande passo antes de abrir um negócio.

Para ter bons resultados, portanto, é preciso entender o cenário econômico atual e suas previsões para o futuro.

Negócios em alta para 2019

Os negócios que surgiram no meio da crise e fizeram sucesso continuarão dominando o mercado em 2019.

Alguns outros serão promissores e têm tudo para se tornarem um sucesso.

Você sonha em ter um negócio lucrativo? É o momento de se planejar para diminuir os riscos de falhar.

1 – Alimentação

O número de pessoas com alguma intolerância alimentar aumenta todos os anos. As mais comuns são a intolerância ao glúten e à lactose.

Por isso, o desenvolvimento de uma marca no segmento da alimentação alternativa neste momento significa inovação e inteligência.

Negócios em alta para 2019

Em 2015, por exemplo, este foi o destaque do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) como um dos mais promissores.

Em 2019, com maior desenvolvimento do setor, os negócios na área continuam em alta.

O crescimento na área da alimentação não está apenas em relacionada à alimentação alternativa para intolerantes, mas também para quem deseja ser mais saudável.

A tendência é que a procura por produtos orgânicos e saudáveis cresça ainda mais este ano.

Há diversas franquias, inclusive, que demonstram crescimento dessa nova forma de se alimentar.

As franquias de alimentação nunca deixam de estar em alta e costumam dar grande retorno aos franqueadores.

As facilidades deste tipo de negócio são muitas e se adequam facilmente ao perfil do investidor.

Lojas de produtos naturais e alimentação saudável estão no topo da lista dos que serão mais procurados.

2 – Beleza

A sustentabilidade também chegou nas joias e em produtos de beleza, se tornando uma opção interessante para quem deseja abrir um negócio em 2019.

As chamadas “biojoias” são como as bijuterias, mas com matéria prima sustentável. Podem ser feitas com pedras, folhas, sementes, itens reciclados e outros.

É válido lembrar que homens estão sendo cada vez mais incluídos no perfil de compradores de produtos naturais.

Mesmo no período da crise, o ramo da beleza não teve queda. A verdade é que o consumidor normalmente não abre mão destes tipos de produtos. Os cosméticos, principalmente, estão em alta.

Um exemplo disso é o crescimento das vendas de produtos veganos ou até as maquiagens para cada tipo de pele (diversos tons entraram em catálogo).

A inovação é frequente neste mercado e isso significa novas oportunidades de negócio.

3 – Tecnologia

Não dá para evitar: a tecnologia traz soluções práticas para a vida das pessoas e é exatamente por isso que é de suma importância para a sociedade.

Não é novidade que a criação de aplicativos está em alta, bem como demais equipamentos altamente lucrativos.

Além dos smartphones, as impressoras em 3D também têm tido bons resultados financeiros.

Então, atenção, na área tecnológica os melhores caminhos a serem seguidos são: criação de aplicativos, impressões em 3D, leitura biométrica, realidade virtual e aluguel/venda de drones.

Demais produtos digitais como cursos online, palestras, livros e e-books também são boas opções de investimentos em 2019.

4 – Produção e revisão de textos

O foco agora é escrever para vender. É isso que se busca dos profissionais que produzem textos para empresas e negócios em geral.

Com o crescimento do marketing digital, a demanda para manutenção de sites e blogs cresceu, bem como a exigência de um bom conteúdo que agregue valor à marca e atraia novos clientes.

Por isso, quem se aventurar no ramo dos freelancers em 2019 terá uma boa oportunidade de crescimento.

Este tipo de trabalho é positivo para o trabalhador porque abre portas para projetos específicos de acordo com a demanda atual.

O profissional da área normalmente se dedica a criar artigos, matérias e demais conteúdos que supra a necessidade da empresa.

Caso você já trabalhe como freelancer e queira se organizar melhor financeiramente, confira essas dicas.

Negócios em alta para 2019

5 – Animais de estimação

Apesar de não ser um mercado novo, o investimento nos produtos para animais de estimação é um dos negócios em alta para 2019. Um exemplo disso é o aumento do faturamento do setor.

A tendência, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), é que os negócios na área continuem fazendo sucesso.

O Pet Food, por exemplo, é o maior em faturamento, tendo alcançado 67.3% do total. Logo em seguida estão os serviços de banho e tosa, com 16.8%.

O Pet Care (acessórios e produtos de beleza) fica em terceiro lugar, com 8.1%, e o Pet Vet (remédios e produtos veterinários), com 7.8% das vendas.

Apesar da crise e instabilidade, o Brasil é um dos principais países do mercado pet.

6 – Economia compartilhada

Imagine que você está saindo do trabalho e começou a chover, mas você esqueceu o guarda-chuva. Pense na possibilidade de poder alugar um para se proteger. Incrível, não é?

Essa possibilidade já existe e se chama economia compartilhada. Além desse tipo de serviço, existem outros, como solicitar um meio de transporte particular pelo aplicativo.

Ou até mesmo alugar uma casa para uma temporada ou viagem.

A economia compartilhada é um dos negócios em alta para 2019. Isso porque esses aplicativos mudaram a forma como as pessoas se relacionam com determinados serviços.

O empreendedor precisará identificar nichos de mercado nos quais exista um problema a ser resolvido, ou até uma forma de atendimento a ser melhorada.

Pesquise e encontre investidores para transformar essa iniciativa em realidade.

7- Coaching

Outra tendência para este ano é o coaching.

Esse profissional é uma ferramenta que ajuda as pessoas a desenvolverem competências e aptidões em diversas áreas. Tanto no âmbito profissional quanto o pessoal.

Se você é administrador, por exemplo, pode oferecer serviços de conselhos na área de gestão. Sejam focados em gestão empresarial ou até mesmo na vida pessoal.

Mas vale ressaltar que é necessário ter formação para exercer a profissão de coach.

8 – Clubes de assinatura

Esse tipo de serviço não é novidade no mercado. Porém, com a internet as possibilidades de segmentação foram ampliadas.

Existem clubes de assinaturas de livros, cervejas artesanais, produtos fitness, vinhos e até itens colecionáveis.

Esse é mais um dos negócios em alta para 2019. Aqui, o intuito é surpreender o cliente, apresentando itens que o façam gostar e se envolver com um determinado segmento.

9 – Sustentabilidade

Uma onda de preocupação com o meio ambiente vem mudando os hábitos das pessoas, e esse é um negócio em que você pode investir.

Você pode inovar em produtos e serviços que estejam relacionados ao emprego de recursos e insumos de maneira eficientes.

Como por exemplo:

-> Reaproveitamento de água;

-> Energias alternativas, como a eólica e a solar;

-> Reutilização de resíduos, como a reciclagem e compostagem.

Ainda existe a possibilidade de você investir em canudos e copos ecológicos, que são reutilizáveis e que não agridem ao meio ambiente, como os de plásticos.

Reinventar para investir em 2019

Para os que sonham em abrir o próprio negócio em 2019, um recado precisa ser dado: reinvente-se e planeje-se.

Afinal de contas, esta junção de inovação e organização fará a diferença nos resultados do empreendimento.

É possível chegar lá com um plano de negócios. Você sabe fazer?

É simples, veja algumas dicas:

– Faça uma pesquisa de mercado;

– Confira a relevância da sua empresa;

– Observe os concorrentes;

– Pense no seu diferencial;

– Faça orçamento em possíveis fornecedores;

– Faça testes e veja se a ideia é viável;

– Mensure resultados;

– Comece a colocar em prática!

E aí, já sabe em que ramo atuar? Conte para nós sobre seus planos de negócio para 2019!

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

sucesso
Como sacar FGTS e outras dúvidas
aplicativos de carona
hábitos dos investidores inteligentes
aposentadoria compulsória