InícioFGTSConheça 8 formas inteligentes de como usar o FGTS

Conheça 8 formas inteligentes de como usar o FGTS

4.1
(7)

Se você é trabalhador de carteira assinada, saiba que de acordo com as normas da Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT, tem direito ao saque para usar o FGTS.

As regras para sacar seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço passaram por mudanças recentes, que permitem a retirada em mais situações. Por isso, se você se enquadra em uma delas, agora só precisa de formas inteligentes de como usar o FGTS.

A forma mais conhecida de sacar o FGTS inativo era na demissão sem justa causa.

Porém, desde o dia 11 de novembro 2017, com a Lei 13.467/2017 (Reforma Trabalhista), na rescisão por acordo também é possível sacar 80%, enquanto os outros 20% são para as  demais situações: aposentadoria, término do contrato por prazo determinado. Ou no caso de necessidade pessoal, urgente e grave.

Se você tem alguma dívida, talvez seja uma alternativa sacar o FGTS para pagá-la. Mas, se estiver livre e quiser uma forma inteligente de usar o FGTS, como em aplicações, há muitas maneiras de fazer isso.

Em primeiro lugar, é preciso definir seu perfil de investidor, como muitas vezes falamos por aqui. Sendo assim, além de saber seu perfil, ter um objetivo em mente é essencial para definir qual tipo de investimento com o FGTS você fará.

aplicativo do fgts
Se você conseguiu sacar seu Fundo de Garantia, agora pode ter ideias inteligentes de usar o FGTS

Formas inteligentes de como usar o FGTS!

1. Usar o FGTS para quitar dívidas

Como falamos acima, o Fundo de Garantia pode (e deve) ser usado logo que você sacar para quitar uma dívida.

Se você não conseguir quitar o saldo devedor por completo, pode tentar amortizar parte, principalmente se for referente ao cartão de crédito, um dos maiores juros do mercado. Para isso, precisa saber como negociar uma dívida com o banco.

2. Usar o FGTS para o financiamento

Para financiamento habitacional, também é possível usar o FGTS. Segundo consta no site da Caixa Econômica, desde que o contrato e o imóvel estejam enquadrados nas regras do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) na data da aquisição do imóvel. O saldo pode ser usado também para dar entrada nesse financiamento.

3. Usar o FGTS para amortizar financiamento

A princípio, além de dar entrada em um financiamento com o Fundo de Garantia, o trabalhador pode usar o FGTS para amortizar o saldo devedor, que significa reduzir o prazo ou o valor do encargo a ser pago ainda.

Também pode usar para pagar até 80% do valor da prestação ou para liquidar o saldo devedor em sua totalidade, segundo a Caixa.

4. Usar o FGTS para fazer um investimento e fazer uma reserva

Se você conseguiu sacar o FGTS por algum motivo, poderá finalmente começar aquela aplicação que sempre quis. Claro, se você ainda tem dívidas, o ideal é quitá-las para conseguir equilibrar suas finanças. Mas, um bom começo para uso do FGTS é fazer aquela reserva de emergência.

Por isso, se você conseguir separar parte para essa reserva, em uma poupança, talvez, em que o rendimento é baixo, você pode sacar a qualquer momento. Precisa apenas esperar a data de aniversário mês a mês para ter a rentabilidade. A poupança é diferente de outras aplicações, onde você precisa deixar o valor por algum tempo para render.

Esse pode ser o caso de um fundo de investimento, um pouco mais arriscado, porém com a possibilidade de proporcionar uma rentabilidade maior. Lembre-se que fundos de investimento são renda variável, não dá para determinar quanto você vai ganhar no momento da aplicação.

Se esse for um problema para você, escolher uma aplicação de renda fixa pode ser mais adequado. O que não faltam são opções para fazer o dinheiro do FGTS render.

5. Usar o FGTS para abrir um negócio próprio

Por fim, você pode querer começar um negócio próprio com o valor do saque do Fundo de Garantia. Uma opção pode ser um negócio de franquia. O segmento de Alimentação, principalmente, é o que mais faz sucesso entre as franquias e com menos de R$15.000,00 já é possível ter uma.

Porém, a partir de R$3.000,00 já é possível abrir uma franquia. Basta fazer essa consulta no site das marcas associadas à Associação Brasileira de Franchising, a ABF.

Lá você verá que com esse valor é possível investir em marcas que podem te trazer um bom retorno financeiro no futuro.

6. Invista nos estudos

Os estudos sempre são um bom investimento. Com o valor do FGTS, você pode tirar do papel aquele plano de fazer uma graduação, pós ou aquele curso que você sempre teve vontade, mas que não tinha condições.

Além disso, se você almeja passar em um concurso público, também é possível investir na preparação. Tanto em curso quanto em um tempo sem trabalhar para conseguir estudar e ter como segurar as contas – dependendo do valor, claro.

7. Aposentadoria privada também pode ser uma opção

A aposentadoria privada não é muito comentada por conta da falta de conhecimento sobre ela, mas é uma opção para usar o seu FGTS. Ainda mais por conta das vantagens fiscais e por ter um funcionamento parecido com a pública.

Porém, ela necessita de um entendimento sobre questões técnicas, então antes de investir nessa opção, é prudente se capacitar para que não entre em situações ruins.

8. Realize um sonho

Trabalhar é bom, mas ver os frutos da nossa dedicação é melhor ainda. Por isso, dentro das melhores condições, pense em usar esse dinheiro também para realizar um sonho. Seja uma viagem, uma compra, uma experiência… Isso também é válido!

É claro que, em alguns contextos, será mais prudente direcionar esse valor para outros fins. Contudo, caso esteja com as organizações financeiras em dia e sem restrições nesse sentido, é uma boa ideia curtir um pouco com esse dinheiro. Aproveite!

Se você ainda tem dúvidas, não deixe de conferir essas nove perguntas e respostas sobre o FGTS. Acompanhe também o FinanceOne para aprender sobre investimentos e o mercado financeiro de uma maneira simples e objetiva.

O que achou disso?

Média da classificação 4.1 / 5. Número de votos: 7

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Redação
Redação
O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioFGTSConheça 8 formas inteligentes de como usar o FGTS

Conheça 8 formas inteligentes de como usar o FGTS

4.1
(7)

Se você é trabalhador de carteira assinada, saiba que de acordo com as normas da Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT, tem direito ao saque para usar o FGTS.

As regras para sacar seu Fundo de Garantia do Tempo de Serviço passaram por mudanças recentes, que permitem a retirada em mais situações. Por isso, se você se enquadra em uma delas, agora só precisa de formas inteligentes de como usar o FGTS.

A forma mais conhecida de sacar o FGTS inativo era na demissão sem justa causa.

Porém, desde o dia 11 de novembro 2017, com a Lei 13.467/2017 (Reforma Trabalhista), na rescisão por acordo também é possível sacar 80%, enquanto os outros 20% são para as  demais situações: aposentadoria, término do contrato por prazo determinado. Ou no caso de necessidade pessoal, urgente e grave.

Se você tem alguma dívida, talvez seja uma alternativa sacar o FGTS para pagá-la. Mas, se estiver livre e quiser uma forma inteligente de usar o FGTS, como em aplicações, há muitas maneiras de fazer isso.

Em primeiro lugar, é preciso definir seu perfil de investidor, como muitas vezes falamos por aqui. Sendo assim, além de saber seu perfil, ter um objetivo em mente é essencial para definir qual tipo de investimento com o FGTS você fará.

aplicativo do fgts
Se você conseguiu sacar seu Fundo de Garantia, agora pode ter ideias inteligentes de usar o FGTS

Formas inteligentes de como usar o FGTS!

1. Usar o FGTS para quitar dívidas

Como falamos acima, o Fundo de Garantia pode (e deve) ser usado logo que você sacar para quitar uma dívida.

Se você não conseguir quitar o saldo devedor por completo, pode tentar amortizar parte, principalmente se for referente ao cartão de crédito, um dos maiores juros do mercado. Para isso, precisa saber como negociar uma dívida com o banco.

2. Usar o FGTS para o financiamento

Para financiamento habitacional, também é possível usar o FGTS. Segundo consta no site da Caixa Econômica, desde que o contrato e o imóvel estejam enquadrados nas regras do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) na data da aquisição do imóvel. O saldo pode ser usado também para dar entrada nesse financiamento.

3. Usar o FGTS para amortizar financiamento

A princípio, além de dar entrada em um financiamento com o Fundo de Garantia, o trabalhador pode usar o FGTS para amortizar o saldo devedor, que significa reduzir o prazo ou o valor do encargo a ser pago ainda.

Também pode usar para pagar até 80% do valor da prestação ou para liquidar o saldo devedor em sua totalidade, segundo a Caixa.

4. Usar o FGTS para fazer um investimento e fazer uma reserva

Se você conseguiu sacar o FGTS por algum motivo, poderá finalmente começar aquela aplicação que sempre quis. Claro, se você ainda tem dívidas, o ideal é quitá-las para conseguir equilibrar suas finanças. Mas, um bom começo para uso do FGTS é fazer aquela reserva de emergência.

Por isso, se você conseguir separar parte para essa reserva, em uma poupança, talvez, em que o rendimento é baixo, você pode sacar a qualquer momento. Precisa apenas esperar a data de aniversário mês a mês para ter a rentabilidade. A poupança é diferente de outras aplicações, onde você precisa deixar o valor por algum tempo para render.

Esse pode ser o caso de um fundo de investimento, um pouco mais arriscado, porém com a possibilidade de proporcionar uma rentabilidade maior. Lembre-se que fundos de investimento são renda variável, não dá para determinar quanto você vai ganhar no momento da aplicação.

Se esse for um problema para você, escolher uma aplicação de renda fixa pode ser mais adequado. O que não faltam são opções para fazer o dinheiro do FGTS render.

5. Usar o FGTS para abrir um negócio próprio

Por fim, você pode querer começar um negócio próprio com o valor do saque do Fundo de Garantia. Uma opção pode ser um negócio de franquia. O segmento de Alimentação, principalmente, é o que mais faz sucesso entre as franquias e com menos de R$15.000,00 já é possível ter uma.

Porém, a partir de R$3.000,00 já é possível abrir uma franquia. Basta fazer essa consulta no site das marcas associadas à Associação Brasileira de Franchising, a ABF.

Lá você verá que com esse valor é possível investir em marcas que podem te trazer um bom retorno financeiro no futuro.

6. Invista nos estudos

Os estudos sempre são um bom investimento. Com o valor do FGTS, você pode tirar do papel aquele plano de fazer uma graduação, pós ou aquele curso que você sempre teve vontade, mas que não tinha condições.

Além disso, se você almeja passar em um concurso público, também é possível investir na preparação. Tanto em curso quanto em um tempo sem trabalhar para conseguir estudar e ter como segurar as contas – dependendo do valor, claro.

7. Aposentadoria privada também pode ser uma opção

A aposentadoria privada não é muito comentada por conta da falta de conhecimento sobre ela, mas é uma opção para usar o seu FGTS. Ainda mais por conta das vantagens fiscais e por ter um funcionamento parecido com a pública.

Porém, ela necessita de um entendimento sobre questões técnicas, então antes de investir nessa opção, é prudente se capacitar para que não entre em situações ruins.

8. Realize um sonho

Trabalhar é bom, mas ver os frutos da nossa dedicação é melhor ainda. Por isso, dentro das melhores condições, pense em usar esse dinheiro também para realizar um sonho. Seja uma viagem, uma compra, uma experiência… Isso também é válido!

É claro que, em alguns contextos, será mais prudente direcionar esse valor para outros fins. Contudo, caso esteja com as organizações financeiras em dia e sem restrições nesse sentido, é uma boa ideia curtir um pouco com esse dinheiro. Aproveite!

Se você ainda tem dúvidas, não deixe de conferir essas nove perguntas e respostas sobre o FGTS. Acompanhe também o FinanceOne para aprender sobre investimentos e o mercado financeiro de uma maneira simples e objetiva.

O que achou disso?

Média da classificação 4.1 / 5. Número de votos: 7

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?