Home Office: profissionais remotos crescem mais de 25% no Brasil

Escrito por: Rafael Massadar em 30 de janeiro de 2020

O Home Office, modalidade de trabalho remoto, se estabelece como uma das grandes tendências no Brasil. É o que aponta a Pesquisa dos Profissionais Brasileiros da Catho.

De acordo com ela, 25% dos entrevistados usam o recurso e trabalham em casa pelo menos uma vez por semana.

home office
O home office já é uma tendência mundial

O levantamento ainda identificou a periodicidade com que os profissionais executam o serviço remoto:

  • 9% – uma vez por semana;
  • 6% – de uma a duas vezes por semana;
  • 3% – de duas a três vezes por semana;
  • 7,5% – mais de três vezes por semana.

Para Maiara Tortorette, gerente da Catho, para um futuro próximo, o conceito de confiança será cada vez mais presente.

A relação será construída por meio de resultados e entregas, sem ter como base as tradicionais 44 horas semanais dentro de um escritório.

“A inserção desse modelo de trabalho será inevitável, principalmente com a expansão dos negócios ligados à área de tecnologia. Na Catho, por exemplo, já incorporamos o trabalho remoto até três vezes por semana e, alguns times, já são formados remotamente, se interligando de diferentes locais do Brasil com um único propósito”, afirmou.

Ainda de acordo com a pesquisa, a produtividade se destacou entre os profissionais que trabalham em home office. Para 72% os impactos são positivos, enquanto para 24,5% são neutros.

Profissionais de todo o mundo buscam por flexibilidade

Pesquisa do International Workplace Group (IWG) aposta que o trabalho flexível tem sido um fator decisivo para as empresas atraírem talentos.

Com mais de 15 mil entrevistados, o estudo aponta que 83% dos participantes escolheriam um serviço com horários ou opções mais maleáveis em relação a lugares sem nenhuma iniciativa nesse sentido.

No Brasil, 76% dos executivos alegaram usar essas medidas para reduzir o deslocamento dos colaboradores e mais de 80% confirmam como a mudança reflete no aumento da produtividade e na melhora no desempenho dos negócios.

Muito disso, refere-se a oportunidade de equilíbrio entre vida pessoal e profissional, quesito indispensável para as novas gerações.

Outra alternativa que cada vez mais as empresas adotam é o coworking para seus colaboradores. Com esse espaço, as empresas conseguem oferecer aos seus funcionários a opção de diversos escritórios estrategicamente instalados por todas as regiões da cidade.

Contudo, nem todas são aptas para tais alternativas, afinal, a ideia ainda pode ser motivo de resistência para as companhias tradicionais. Globalmente, segundo 60% das pessoas, mudar uma cultura de trabalho representa um obstáculo, no Brasil, o número chega a 69%.

12 dicas importantes para fazer Home Office

1 – Crie um ambiente agradável

Por ser em casa, muitos itens de trabalho se misturam com itens pessoais e da própria residência. Por isso, é importante separar os universos.

Portanto, crie um ambiente só para seu trabalho. Seja uma escrivaninha, uma sala, um escritório ou apenas uma mesa. Mas, faça desse ambiente o local de trabalho e o decore como te fizer se sentir melhor.

2 – Invista em seu local de trabalho

Assim como um escritório tem recursos que favorecem o trabalho, seu ambiente também precisa favorecer sua atividade.

Por isso, não importa qual seja sua atividade, mas aposte em recursos que favoreçam seu ofício, como equipamentos e aparelhos necessários.

3 – Crie uma rotina de organização

Fazer Home Office e administrar o lar no mesmo ambiente pode ser confuso. Por isso crie uma rotina, apostando em agendas e tudo mais. Com horários definidos para o trabalho e os afazeres domésticos.

4 – Evite trabalhar em seu quarto

Procure separar o seu local de descanso do seu lugar de trabalho, evitando montar seu local de trabalho em seu quarto de dormir.

5 – Cuidado com camas e sofás

Trabalhar em locais de descanso pode diminuir a eficiência do trabalho e confundir seu corpo no que diz respeito ao serviço e ao seu tempo de relaxamento.

Além disso, fica muito mais fácil se distrair em ambientes que são propícios para o nosso descanso.

6 – Saia para trabalhar fora

Que tal mudar a rotina e ir trabalhar em um café ou restaurante? Hoje em dia, muitos estabelecimentos oferecem internet, mesas e tomadas para computadores.

Ou seja, mudar o local de trabalho pode ser uma boa maneira de aliviar a rotina pesada de trabalho.

7 – Aposte em espaços coletivos

Uma grande tendência atualmente são escritórios coletivos e espaços de trabalho (coworking). Neles, você pode usar, alugar uma mesa ou sala para trabalhar.

Alguns desses espaços estão sendo montados em shopping e seu uso é até gratuito em alguns casos. Procure o mais perto de você e aproveite!

8 – Cuidado com sua postura

Nem sempre as cadeiras e mesas que temos em casa são propícias para o trabalho. Por isso, tome muito cuidado com sua postura diante de um computador ou de qualquer outra atividade.

A coluna pode ser a primeira a sentir os efeitos negativos de não se trabalhar em uma postura correta e saudável.

9 – Evite ficar muito tempo em casa

Trabalhar sozinho em seu Home Office pode ser solitário e muito tempo dentro de casa não faz bem à saúde. Portanto, aproveite o tempo livre para sair, fazer caminhadas ou praticar alguma atividade física.

10 – Trabalhe em lugares iluminados

Trabalhe sempre perto de janelas ou lugares iluminados. Evite os cantos da casa onde não há incidência de luz, pois a falta de iluminação pode prejudicar sua visão.

11 – Descanse

Crie horários para descansar, aproveitando os intervalos para relaxar antes de voltar para o serviço.

12 – Evite lanchar e comer enquanto trabalha

Crie um horário específico para se alimentar durante o trabalho, evitando fazer as refeições no local de trabalho ou de frente para o computador. Contudo, lembre-se que uma boa alimentação é essencial para uma boa saúde.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Pretensão salarial
abrir uma empresa
Pretensão salarial