Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisIPTU e IPVA 2022: saiba se é melhor pagar à vista ou...

    IPTU e IPVA 2022: saiba se é melhor pagar à vista ou parcelar

    5
    (2)

    O início do ano sempre chega com as despesas extras. E uma das dúvidas que mais surgem é: vale à pena pagar os impostos, como IPTU e IPVA à vista, aproveitando os descontos? Ou é mais fácil parcelar o valor ao longo dos meses?

    Publicidade

    Para os especialistas e planejadores financeiros, alguns pontos precisam ser levados em consideração na hora de realizar o pagamento. Ou seja, dependerá da sua situação.

    Por isso, é preciso saber em qual dos perfis se encontra: equilibrado financeiramente, endividado ou se é algum tipo de investidor.

    Continue a leitura para saber mais!

    + IPTU e IPVA: saiba como são calculados os impostos

    IPTU e IPVA: pagamento à vista ou parcelado?

    Quem está muito endividado deve optar, em primeiro lugar, pelo parcelamento. No entanto, é necessário evitar ao máximo recorrer aos empréstimos, como limites do cheque especial, para quitar o IPTU e IPVA.

    Publicidade

    Se o contribuinte tiver, no entanto, uma reserva financeira, os recursos poupados devem ser maiores que o valor do imposto cobrado.

    Ou seja, é preciso que a reserva financeira seja superior ao valor do imposto para não correr o risco de ficar sem nenhuma quantia de emergência no futuro.

    Em entrevista à CNN Brasil, Reinaldo Domingos, educador financeiro e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) explicou que o pagamento em cota única é indicado quando a pessoa tem uma situação confortável.

    “Recomendo pagar de uma vez só quando a pessoa tem pelo menos dez vezes do valor do imposto guardado. Estamos ainda em uma pandemia, uma situação de vulnerabilidade empregatícia. As reservas financeiras precisam ser boas para manter outros compromissos e necessidades que podem surgir ao longo do ano”, disse.

    Ainda segundo Domingos, caso a situação esteja mais confortável, e a pessoa tenha uma reserva financeira, é recomendado, sem dúvida, que o pagamento seja feito à vista.

    Ainda segundo ele, os descontos na hora de pagar IPTU ou IPVA à vista são muito positivos.“Infelizmente a maior parte não utiliza esses descontos, pior, a história se repete com muitas dificuldades financeiras. Mas não precisa ser assim, é possível pagar esses valores sem dívidas”.

    Publicidade
    Documentos do IPTU em uma mesa
    Para conseguir descontos no IPTU 2021 é necessário pagar a cota única

    O que levar em consideração na hora de pagar?

    Veja os descontos oferecidos

    Como dissemos, pagar o IPTU ou IPVA à vista ou em parcelas depende de vários fatores. Mas, antes de realizar o pagamento, verifique o desconto que será oferecido de acordo com o seu estado.

    Se você estiver com dinheiro sobrando ou juntou ao longo desse tempo para realizar o pagamento à vista, aproveitar o desconto é uma boa alternativa para economizar.

    Outra vantagem é não se preocupar com o pagamento das parcelas e acabar esquecendo, tendo que arcar com juros e multas, por exemplo.

    + Veja quem não precisará pagar IPVA em 2022

    Verifique as condições de pagamento

    Antes de se decidir pelo pagamento parcelado ou à vista dos impostos, verifique as condições de pagamento.

    Publicidade

    Vale lembrar que cada estado tem autonomia para determinar o número máximo de parcelas que podem ser oferecidas. Sempre se atente ao valor de cada parcela e as datas de vencimento para não se esquecer ou atrasar.

    O pagamento do IPVA em São Paulo, por exemplo, começa no dia 10 de janeiro para proprietários de veículos com placa final 1.

    Quem optar pelo pagamento da cota única terá 9% de desconto no valor. Também é possível deixar para pagar tudo em fevereiro, mas, nesse caso, haverá redução de 5% no valor devido. 

    + IPVA e IPTU são despesas que devem ser planejadas

    O imposto neste ano está, em média, 22,54% mais caro no estado de São Paulo. Para saber o valor do imposto, basta acessar o portal da Secretaria de Fazenda e informar o número do Renavam e placa do veículo.

    Já no Rio de Janeiro, o IPVA de 2022, arrecadado pelo governo estadual, por exemplo, seguirá o modelo dos últimos anos e poderá ser pago em cota única, também com desconto de 10%, ou em três vezes, sem o abatimento.

    Formas de pagamento:

    • À vista até 15 de janeiro de 2022 – com desconto de 10%
    • Pagamento parcelado com a primeira parcela até 17 de janeiro de 2022.
    • Parcela única sem desconto até 15 de outubro.

    No caso de parcelamento, o valor da parcela deve ser igual ou superior a R$400 para pessoa jurídica e a R$200 para pessoa física.

    O IPTU do Rio, arrecadado pelo município, terá desconto de 7% para o pagamento à vista, ou poderá ser parcelado em até dez vezes, sem qualquer redução.

    E você, prefere pagar a cota única dos impostos ou parcelar? Divida a sua opinião conosco, e com os demais leitores, sobre o assunto!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisIPTU e IPVA 2022: saiba se é melhor pagar à vista ou...

    IPTU e IPVA 2022: saiba se é melhor pagar à vista ou parcelar

    5
    (2)

    O início do ano sempre chega com as despesas extras. E uma das dúvidas que mais surgem é: vale à pena pagar os impostos, como IPTU e IPVA à vista, aproveitando os descontos? Ou é mais fácil parcelar o valor ao longo dos meses?

    Publicidade

    Para os especialistas e planejadores financeiros, alguns pontos precisam ser levados em consideração na hora de realizar o pagamento. Ou seja, dependerá da sua situação.

    Por isso, é preciso saber em qual dos perfis se encontra: equilibrado financeiramente, endividado ou se é algum tipo de investidor.

    Continue a leitura para saber mais!

    + IPTU e IPVA: saiba como são calculados os impostos

    IPTU e IPVA: pagamento à vista ou parcelado?

    Quem está muito endividado deve optar, em primeiro lugar, pelo parcelamento. No entanto, é necessário evitar ao máximo recorrer aos empréstimos, como limites do cheque especial, para quitar o IPTU e IPVA.

    Publicidade

    Se o contribuinte tiver, no entanto, uma reserva financeira, os recursos poupados devem ser maiores que o valor do imposto cobrado.

    Ou seja, é preciso que a reserva financeira seja superior ao valor do imposto para não correr o risco de ficar sem nenhuma quantia de emergência no futuro.

    Em entrevista à CNN Brasil, Reinaldo Domingos, educador financeiro e presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) explicou que o pagamento em cota única é indicado quando a pessoa tem uma situação confortável.

    “Recomendo pagar de uma vez só quando a pessoa tem pelo menos dez vezes do valor do imposto guardado. Estamos ainda em uma pandemia, uma situação de vulnerabilidade empregatícia. As reservas financeiras precisam ser boas para manter outros compromissos e necessidades que podem surgir ao longo do ano”, disse.

    Ainda segundo Domingos, caso a situação esteja mais confortável, e a pessoa tenha uma reserva financeira, é recomendado, sem dúvida, que o pagamento seja feito à vista.

    Ainda segundo ele, os descontos na hora de pagar IPTU ou IPVA à vista são muito positivos.“Infelizmente a maior parte não utiliza esses descontos, pior, a história se repete com muitas dificuldades financeiras. Mas não precisa ser assim, é possível pagar esses valores sem dívidas”.

    Publicidade
    Documentos do IPTU em uma mesa
    Para conseguir descontos no IPTU 2021 é necessário pagar a cota única

    O que levar em consideração na hora de pagar?

    Veja os descontos oferecidos

    Como dissemos, pagar o IPTU ou IPVA à vista ou em parcelas depende de vários fatores. Mas, antes de realizar o pagamento, verifique o desconto que será oferecido de acordo com o seu estado.

    Se você estiver com dinheiro sobrando ou juntou ao longo desse tempo para realizar o pagamento à vista, aproveitar o desconto é uma boa alternativa para economizar.

    Outra vantagem é não se preocupar com o pagamento das parcelas e acabar esquecendo, tendo que arcar com juros e multas, por exemplo.

    + Veja quem não precisará pagar IPVA em 2022

    Verifique as condições de pagamento

    Antes de se decidir pelo pagamento parcelado ou à vista dos impostos, verifique as condições de pagamento.

    Publicidade

    Vale lembrar que cada estado tem autonomia para determinar o número máximo de parcelas que podem ser oferecidas. Sempre se atente ao valor de cada parcela e as datas de vencimento para não se esquecer ou atrasar.

    O pagamento do IPVA em São Paulo, por exemplo, começa no dia 10 de janeiro para proprietários de veículos com placa final 1.

    Quem optar pelo pagamento da cota única terá 9% de desconto no valor. Também é possível deixar para pagar tudo em fevereiro, mas, nesse caso, haverá redução de 5% no valor devido. 

    + IPVA e IPTU são despesas que devem ser planejadas

    O imposto neste ano está, em média, 22,54% mais caro no estado de São Paulo. Para saber o valor do imposto, basta acessar o portal da Secretaria de Fazenda e informar o número do Renavam e placa do veículo.

    Já no Rio de Janeiro, o IPVA de 2022, arrecadado pelo governo estadual, por exemplo, seguirá o modelo dos últimos anos e poderá ser pago em cota única, também com desconto de 10%, ou em três vezes, sem o abatimento.

    Formas de pagamento:

    • À vista até 15 de janeiro de 2022 – com desconto de 10%
    • Pagamento parcelado com a primeira parcela até 17 de janeiro de 2022.
    • Parcela única sem desconto até 15 de outubro.

    No caso de parcelamento, o valor da parcela deve ser igual ou superior a R$400 para pessoa jurídica e a R$200 para pessoa física.

    O IPTU do Rio, arrecadado pelo município, terá desconto de 7% para o pagamento à vista, ou poderá ser parcelado em até dez vezes, sem qualquer redução.

    E você, prefere pagar a cota única dos impostos ou parcelar? Divida a sua opinião conosco, e com os demais leitores, sobre o assunto!

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 2

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?