Máquina de cartão de crédito: como escolher a melhor | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,225
Euro R$ 3,960
Bitcoin R$ 37.149,95
Bovespa 74.538,54
CDI 8,14% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,513
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Máquina de cartão de crédito: como escolher a melhor

Ter uma máquina de cartão de crédito tornou-se uma necessidade para qualquer estabelecimento, ou até mesmo empreendedores individuais.

Você mesmo, lembra de alguma vez em que a forma de pagamento (via cartão de crédito) influenciou na sua decisão de compra? Ou alguma vez em que você deixou de realizar a transação por não haver essa possibilidade?

Se há muito tempo ter um cartão de crédito podia ser considerado “coisa de rico”, hoje é comum que as pessoas prefiram essa forma de pagamento. Chegou o tempo das transações digitais, da moeda virtual, dos pagamentos online.

Seja por comodidade ou pela segurança, hoje em dia quase ninguém mais sai na rua carregando dinheiro em espécie. E para os empreendedores, ter uma máquina de cartão de crédito tornou-se requisito para iniciar e manter o próprio negócio.

Máquina de cartão de crédito
Ter uma máquina de cartão de crédito tornou-se essencial para qualquer negócio

Como ter uma máquina de cartão de crédito

A tendência é mesmo que praticamente todas as transações sejam feitas no ambiente digital. Por isso, não são raras as soluções oferecidas pelo mercado. Hoje em dia, é bem simples adquirir uma maquininha.

As opções alcançam desde grandes empresas até pessoas físicas, passando pelo microempreendedor individual (MEI).

As máquinas mais tradicionais, que imprimem a nota fiscal, exigem um capital maior. Em alguns estados, exigem também o cumprimento de alguns requisitos para a instalação. Os tributos complementares são cobrados pela Secretaria da Fazenda Estadual ou Municipal.

Mas o mercado brasileiro já oferece uma variedade enorme das chamadas Mobile Points of Sale (mPOS) ou Pontos de Venda Móvel. As mPOS são máquinas portáteis, mais baratas e fáceis de operar.

Nesse caso, a venda por cartão de crédito ou débito pode ser feita de forma simples. É só conectar a máquina a um smartphone, via Bluetooth, e usar a rede de dados móveis para contatar a operadora financeira.

Até mesmo com o CPF e uma conta bancária é possível conseguir uma máquina. No caso do MEI, é possível, inclusive, adquirir a maquininha com taxas reduzidas. Assim, o empreendedor paga tarifas parecidas às de empresas de médio porte (que têm volume de vendas muito maior).

De acordo com o Portal do Empreendedor, é preciso procurar diretamente as operadoras de cartão, bancos conveniados ou as empresas que oferecem mPOS para ter a sua maquininha.

O que avaliar ao escolher a máquina de cartão de crédito

Hoje em dia é muito comum vermos pessoas físicas, autônomos e até camelôs oferecendo a opção de pagamento com cartão de crédito e débito. E com essa popularização, o mercado passou a oferecer inúmeras possibilidades.

Ficou mais difícil escolher a máquina de cartão de crédito ideal, não é? São diferentes preços, tamanhos e recursos. Veja os principais pontos que você deve analisar nessa escolha:

Taxa – Avalie a taxa que a fornecedora da maquininha cobra sobre suas vendas, descontada automaticamente. Esse custo vai variar de acordo com seu faturamento.

Custo fixo – Algumas máquinas são alugadas (pagamento mensal) mas também é possível fazer a compra parcelada. Os preços variam.

Bandeiras – A maioria aceita apenas Visa e Mastercard. Algumas aceitam também Elo, Hipercard e tantas outras bandeiras. E há também a opção das maquininhas que aceitam cartões de alimentação como Visa Vale, Sodexo e VR.

Parcelamento – Não são todas que oferecem, e você precisa analisar bem os juros cobrados. As taxas podem ser repassadas ao cliente ou arcadas pelo próprio empreendedor.

Antecipação – No caso das vendas parceladas no cartão de crédito, é possível pedir antecipação de recebíveis. E isso às vezes é automático, conforme o contrato. Mas nem sempre as taxas são atrativas.

Suporte – Esse é um ponto importante! Antes de contratar, confira o tipo de suporte técnico do fornecedor da maquininha. E às vezes até entre as máquinas de um mesmo fornecedor. Há opções com 0800, telefonia convencional, e-mail, chat e etc.

Principais máquinas de cartão de crédito do mercado

Listamos as seis principais máquinas de cartão de crédito do mercado, com um comparativo básico entre elas. Mas, lembre-se: antes de contratar, pesquise, analise e atenção aos termos do contrato!

cielo

Opções: Máquina móvel (chip de celular), fixa (ligada à internet ou linha telefônica) ou mobile (Conexão 3G ou 4G do celular)

Custo de máquina: não tem

Taxa de adesão: R$79,90 (apenas para móvel e fixa)

Mensalidade: R$109,90 a R$159 (móvel e fixa) e R$30,90 (mobile)

Taxa por transação (crédito): 2,5% a 7,99%

Bandeiras: mais de 20, incluindo as principais

rede

Opções: Máquina móvel (chip de celular), fixa (ligada à internet ou linha telefônica) ou Leitor Pin Pad (integrado a um sistema de automação comercial)

Custo de máquina: não tem

Taxa de adesão: R$69

Mensalidade: R$109 (máquina com fio), R$154 (sem fio) e R$44 (Leitor Pin Pad)

Taxa por transação (crédito): não informado

Bandeiras: Elo, Amex, Diners Club International, MasterCard, VR Benefícios, Ticket, Hipercard, Sodexo, Hiper, Visa

pagseguro

Opções: Moderninha Pro (wifi, chip e bluetooth), Moderninha Wifi (wifi e chip), Leitor de crédito para celular (via celular) ou Leitor de débito e crédito MINI (via celular)

Custo de máquina: R$118,80 a R$838,80

Taxa de adesão: não tem

Mensalidade: não tem

Taxa por transação (crédito): 3,19% a 4,19%

Bandeiras: MasterCard, Visa, Elo, Amex, Hipercard, Diners, Ticket e Sodexo

Payleven

Opções: Mais e Lite (ambas conectadas ao celular, via bluetooth)

Custo de máquina: R$118,80 a R$358,80

Taxa de adesão: não tem

Mensalidade: não tem

Taxa por transação (crédito): 3,39% ou 2,49% por parcela

Bandeiras: Visa e Mastercard

SumUp

Opções: Chip (conexão com celular, via entrada de áudio) e Top (conexão com celular, via bluetooth)

Custo de máquina: R$178,80 a R$358,80

Taxa de adesão: não tem

Mensalidade: não tem

Taxa por transação (crédito): 3,1% a 4,6%

Bandeiras: Visa, Mastercard, American Express, Diners e Elo

iZettle

Opções: Lite (conexão com celular ou tablet com internet, via cabo) ou Pro (via bluetooth)

Custo de máquina: R$299 a R$499

Taxa de adesão: não tem

Mensalidade: não tem

Taxa por transação (crédito): 4,99% ou 1,99% por parcela

Bandeiras: Visa e MasterCard







Mais lidos

Ainda dá tempo de investir em criptomoedas?
Depois da resolução divulgada pela CVM (veremos isso mais adiante), o mercado das criptomoedas fic...
7 dicas para arrumar emprego pelo LinkedIn
Arrumar emprego, hoje, é a meta de muitas pessoas. Crise, desemprego e portas se fechando assombram...
Quero dar baixa no MEI: o que eu faço?
Para dar baixa no MEI, o procedimento é simples e feito pela internet. Se você decidiu fechar o se...
Como abrir conta para filhos e investir no futuro deles?
Que pai ou mãe não está pensando no futuro dos filhos? Investir para o benefício deles é uma op...
Investir em imóveis para alugar vale a pena?
Uma forma de investimento que talvez muitos nem considere hoje são os imóveis. Investir em imóvei...
Melhores países para brasileiros trabalharem
[caption id="attachment_66944" align="alignright" width="273"] Confira três países que oferecem bo...




Publicidade