Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Onde conseguir crédito mais barato para seu negócio?

Escrito por: Rafael Massadar em 16 de julho de 2018

Para conseguir crédito mais barato é preciso muita pesquisa. Isso é fundamental para evitar o descontrole do orçamento pessoal e da sua empresa no futuro.

O motivo é simples: apesar da queda da taxa básica de juros Selic nos últimos meses, o brasileiro ainda paga caro nos empréstimos.

Por isso, dentre as várias opções oferecidas pelo mercado, é indispensável conhecer a fundo as modalidades de crédito oferecidas pelo mercado e estar atento aos mínimos detalhes.

crédito mais barato

Alguns cuidados antes de pedir um empréstimo

– Procure instituições idôneas, que sejam autorizadas pelo Banco Central.

– Nunca forneça seus dados pessoais e documentos para desconhecidos.

– Desconfie sempre de propostas que condicionam a liberação do empréstimo ao depósito antecipado de qualquer quantia.

– Desconfie sempre de ofertas que oferecem vantagens excepcionais, incomuns para as operações dessa natureza.

Negativado consegue crédito?

O Brasil fechou 2017 com aproximadamente 60 milhões de brasileiros com alguma conta em atraso e com restrição de CPF para contratar crédito ou fazer compras parceladas. Os dados são do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Para quem deseja sair dessa situação, conseguir um crédito mais barato é crucial. No entanto é primordial não usar o cartão de crédito ou cheque especial. Apesar das novas regras, seus juros continuam altos. Essas modalidades podem piorar a sua vida financeira.

As instituições financeiras entendem que uma pessoa que está com o nome sujo, ou seja, que está inadimplente, não é um bom pagador. Por isso, conseguir um empréstimo pessoal para negativado não é uma tarefa simples, mas é possível.

Opções de crédito mais barato

crédito mais barato

1 – Empréstimo consignado

Suas prestações são descontadas diretamente da folha de pagamento. Ou seja, do salário ou da aposentadoria. Essa medida aumenta exponencialmente a segurança dos bancos, reduzindo os juros.

O grande problema da linha de crédito consignado é não estar acessível a todos: trata-se de uma opção mais comum entre os aposentados e pensionistas do INSS e servidores públicos.

2 – Empréstimo pessoal online

Para conseguir este tipo de empréstimo, é preciso solicitar a um banco um valor exato de quanto você necessita e em quantas vezes o dinheiro será devolvido.

Então, um contrato é firmado entre as duas partes e o empréstimo é feito, após uma análise do seu perfil para determinar se sua renda é compatível com o valor pedido.

3 – Antecipação do 13º salário

A vantagem deste empréstimo é que suas taxas costumam ser inferiores a outros tipos de créditos.

Atenção, pois mesmo que o empregador não deposite ou atrase o seu 13º salário, a dívida será descontada da sua conta corrente no dia do vencimento que você e o banco combinaram.

4 – Penhor

Nesta modalidade de crédito, você irá dispor de taxas de juros que irão caber em seu bolso.

Essa é uma forma de conseguir uma garantia de crédito junto a uma instituição financeira, que dentro da proporção risco/benefício poderá lhe oferecer créditos acessíveis a curto prazo.

5- Antecipação do Imposto de Renda

É uma boa forma de conseguir crédito barato. Isso porque o próprio depósito da restituição na conta corrente funciona como garantia.

Graças a essa característica, a operação apresenta taxas de juros menores que outras opções existentes no mercado.

O que você deve evitar

1 – Empréstimo com cheque especial

Bancos disponibilizam a opção de empréstimo pelo cheque especial para quem tem conta corrente. Este empréstimo nada mais é do que um limite de crédito pré-aprovado, de acordo com seu perfil.

Você pode usar o crédito quando quiser, como se fosse uma extensão do seu saldo. Só que os juros deste empréstimo são muito altos! Pense bem antes de usá-lo.

2 – Empréstimo rotativo

É o empréstimo associado ao uso do seu cartão de crédito. Quando você faz uma compra com o cartão, mas só paga o valor mínimo da fatura, fica devendo ao banco o restante. E esta dívida será cobrada nas faturas seguintes, com uma alta taxa de juros.

A principal vantagem é a flexibilidade, já que é possível escolher qualquer valor para pagar por mês, entre o mínimo e o valor total. O ponto negativo é que é muito fácil este tipo de dívida virar uma bola de neve, devido às cobranças mensais de juros.

Tanto é que isto é uma das principais causas de endividamento da população brasileira. Use com controle e planejamento!

Dicas para deixar o seu crédito mais barato

O cadastro positivo pode ser um ótimo aliado na avaliação do banco. Quando você adere ao cadastro está autorizando que bancos e instituições financeiras tenham acesso ao seu registro de pagamento de contas.

No seu cadastro, ficam disponíveis desde gastos mensais como água, luz, aluguel, telefone até financiamentos, consórcios e crediários. Isso serve para mostrar que você cumpre com seus compromissos e é um bom pagador.

Por isso ter um Cadastro Positivo pode aumentar a pontuação do seu Score de crédito e até ajudar você a conseguir um crédito mais barato. Ele é medido em uma escala de 1 a 1000 e quanto maior a sua pontuação mais certa será a aprovação do seu crédito.

Fintechs oferecem juros menores

crédito mais baratoPegar empréstimo online em fintechs é uma alternativa mais barata ao crédito oferecido pelos bancos tradicionais. Elas vêm crescendo por uma série de razões e benefícios:

– encurtamento de prazos;
– redução de juros;
– diminuição significativa da burocracia.

É o caso das Just Online, Simplic, Creditas, Lendico e MoneyMan entre outras. Mas se você está em busca de crédito rápido e barato, deve procurar os serviços de uma fintech de empréstimo peer to peer ou crowdfunding.

A grande diferença entre as duas modalidades é que no peer to peer você precisa devolver o dinheiro para o seu investidor com os devidos juros, ou seja, pagar o empréstimo que recebeu. Já no crowdfunding você recebe o dinheiro dos apoiadores e não precisa pagar nada de volta.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Ano Novo
Gastos dos brasileiros
faça seu planejamento financeiro
Dia das Crianças
Carreiras na área de banco de dados