Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Os limites de deduções do Imposto de Renda 2019

Escrito por: Priscila Gomes em 19 de março de 2019

O prazo para a entrega do Imposto de Renda 2019 termina no dia 30 de abril, às 23h59min. Aqueles que não entregarem durante o prazo estipulado terão de pagar multa cujo valor mínimo é de R$165,74 e máximo de 20% do imposto devido.

Vale lembrar que, assim como as regras para a declaração, a Receita Federal também informou os limites das deduções que podem ser feitas.

Você sabe o que isso significa? O que são os limites de deduções do Imposto de Renda 2019? Nós explicamos tudo. Confira abaixo!

Os limites de deduções do Imposto de Renda 2019

O que são deduções fiscais?

É a quantia que pode ser abatida da base de cálculo durante a declaração. Ela pode reduzir o pagamento do imposto devido ou garantir a restituição do valor pago.

As despesas dedutíveis são sempre definidas pela própria Receita Federal e a justificativa para as suas escolhas são de acordo com a necessidade de cada gasto.

Ou seja, as despesas mais necessárias terão menos impostos a serem pagos.

A tabela do Imposto de Renda está congelada pelo governo, ela não obteve reposição do valor da inflação, sendo assim, os limites das deduções do Imposto de Renda 2019 são os mesmos que podiam ser abatidos em 2018.

É imprescindível que o contribuinte mantenha a atenção às deduções para que evite erros durante o preenchimento, pois poderá acarretar na malha fiscal da declaração de ajuste anual, conhecida popularmente como malha fina que analisa todas as declarações em busca de identificar erros nas informações ditas pelo contribuinte.

Posteriormente, o declarante poderá ser chamado para correções ou investigações que podem gerar multas.

Declaração simplificada e completa

Existem duas maneiras que as declarações podem ser realizadas, são elas: simplificada e completa. A primeira é recomendada para os contribuintes que possuem poucas despesas para deduzir.

Utiliza-se um abatimento padrão de 20% da renda tributável no decorrer de 2018 e, tal abatimento, é limitado ao valor de R$16.754,34.

Já para a declaração completa, os  contribuintes que tiverem gastos maiores, como despesas com filhos, planos de saúde ou escola, é necessário identificar cada um separadamente.

Ter os comprovantes dos gastos dos últimos cinco anos é essencial, pois poderão ser exigidos para consultas pela Receita Federal.

Se houver dúvida na hora de escolher qual modelo é o mais eficaz, não se preocupe. Basta realizar todo o preenchimento com os dados requeridos, pois o próprio programa gerador da declaração exibe automaticamente a declaração que gerará menos imposto a pagar.

9 formas de pagar menos Imposto de Renda

Conseguir pagar menos na hora de declarar o seu Imposto de Renda é mais fácil do que parece.

Selecionamos nove formas de reduzir o valor e explicamos como poderá ser feito. Veja abaixo!

#1 Inclusão de dependentes

O contribuinte poderá ter o valor de R$2.275, 08 abatidos por cada dependente informado.

#2 Pensão judicial

O valor do pagamento estabelecido por meio de decisão judicial ou acordo homologado judicialmente permite o abatimento integral na declaração.

Vale lembrar que o alimentado é quem recebe, ou seja, pode ser uma criança ou adulto, como por exemplo: uma ex-mulher, filho ou qualquer outro parente que a justiça determinar que necessite da pensão.

Os limites de deduções do Imposto de Renda 2019

#3 Educação

Para o pagamento de matrículas e mensalidades da escola (educação infantil, fundamental e médio) dos filhos, o abatimento do imposto é de R$3.230,46.

O mesmo valor também pode ser abatido para o ensino superior em cursos de graduação, pós-graduação e especializações, como MBA, mestrado e doutorado.

Material escolar, uniformes, transporte ou alimentação não são considerados despesas para a Receita.

Além disso, cursinhos preparatórios e pré-vestibulares também não devem ser declarados.

#4 Empregado doméstico

Despesas com um empregado doméstico poderá ter dedução de R$1.200,32 para o contribuinte que fizer a declaração completa.

#5 Gastos médicos

Como dito anteriormente, as despesas mais necessárias terão menos impostos a serem pagos.

Para os gastos médicos não há limite de abatimento, tais despesas incluem consultas a médicos de qualquer especialidade, exames laboratoriais e de imagem, tratamento da saúde mental e emocional, internações e cirurgias (exceto cirurgias para efeitos estéticos).

Além desses, serviços de radiologia e aparelhos ortopédicos também poderão ser considerados. Gastos com seguros de saúde também não há limite, estendendo-se também seus dependentes.

Tais declarações necessitam que o contribuinte tenha em mãos os comprovantes do pagamento, como notas fiscais, recibos ou informe do plano de saúde, contendo nome, endereço, CPF ou CNPJ de quem recebeu os valores, para que sejam entregues quando solicitado.

#6 Dentista

Consultas ao dentista também podem acarretar a dedução no IR.

Os gastos com tratamentos de canal, extração de dentes, cirurgias periodontais, próteses e até mesmo implantes dentários poderão ser declarados e gerarem descontos.

#7 Previdência Privada

Os contribuintes que possuem um plano de previdência privada complementar no modelo de PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) obterão o desconto de até 12% da renda tributável.

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Leilões podem garantir até 60% de desconto na compra de um novo imóvel
coliving
Ter um seguro para a casa
transferir o financiamento do carro