Para que serve realidade virtual? Vale a pena investir? | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,3576
Bitcoin R$ 25.714,01
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,974
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Para que serve realidade virtual? Vale a pena investir?

Para que serve a realidade virtual? Se você pensou em jogos, está certo. Mas, não é apenas para esse fim que a tecnologia de realidade virtual funciona. Na verdade, o recurso pode ser usado para muito mais. Treinamentos, educação e até a medicina podem se beneficiar do uso da realidade virtual. Se você se interesse por tecnologias, conheça as tendências 2018 das startups.

A Virtual World Society (VWS) , rede global que une pioneiros, desenvolvedores, fontes, entre outros recursos do mundo virtual, pontuou os benefícios da realidade virtual. Segundo eles, já são mais de 70 anos de desenvolvimento desta tecnologia, com bilhões de dólares investidos apenas nos últimos anos.

Há milhares de usuários atualmente, o número só cresce e a biblioteca de conteúdos cresce tão rápido quanto o número de usuários. Ainda estima-se que os mercados vão superar os $100 milhões de dólares até 2020.

O que acontece é que, mesmo em um cenário crescente e promissor, muitas pessoas ainda não conhecem e nunca tiveram contato com a realidade virtual. Também não conhecem os benefícios para indústrias como de Educação, Saúde, Treinamentos, Artes, Entretenimento, entre outras. Então, será que vale a pena investir em realidade virtual?

realidade virtual
Além de jogos e entretenimento, a realidade virtual beneficia indústrias como Saúde, Educação, Esportes e Militar

Como funciona a realidade virtual?

A realidade virtual é a criação de um ambiente virtual que, aos nossos sentidos, proporciona uma experiência bem próxima do mundo real. É um mix de tecnologias e, segundo a VWS, surgiu de vários tipos de outras que possibilitaram isso. Um pouco complexa, depende da percepção e cognição das pessoas. Em uma definição dos autores Ken Pimentel e Kevin Teixeira:

“A realidade virtual é o lugar onde humanos e computadores fazem contato”.

Para esclarecer, não vamos confundir realidades virtual e aumentada. A primeira é quando alguém “entra” em um mundo virtual, enquanto a segunda é uma sobreposição da informação digital ao mundo real. O Grupo Goldman Sachs realizou um estudo em janeiro de 2016, “Virtual and Augmented Reality: understanding the race for the next computing platform”, analisando as tecnologias. A pesquisa começa abrindo dados desse mercado.

– $2 bilhões foi o valor pago pelo Facebook no Oculus em 2014;
– 200 mil desenvolvedores do Oculus foram necessários para criar jogos em realidade virtual;
– 48 horas foi o tempo do Samsung Gear VR esgotar na Amazon e na Best Buy.

Isso para citar apenas alguns dados. O estudo da Goldman Sachs pontua que “Realidade virtual e realidade aumentada têm potencial de se tornar a próxima plataforma computadorizada, como vimos com o PC e smartphones. Nós esperamos que novos mercados sejam criados e mercados existem sejam rompidos”.

A intenção da pesquisa é mostrar como funciona essa tecnologia, propondo que ela pode alterar os mercados existentes, além de criar novos. Exemplos disso são a forma como funcionará o mercado imobiliário, consultas médicas e até mesmo a ação de assistir a um jogo de futebol. A pesquisa cita ainda outros exemplos de como essa tecnologia pode ser aplicada, que você entende melhor a seguir.

Vale a pena investir em realidade virtual?

O estudo realizado pela Goldman Sachs destacou nove usos da realidade virtual e da realidade aumentada. São eles: videogames, eventos ao vivo, vídeo entretenimento, cuidados médicos, imobiliário, varejo, educação, engenharia e militar.

O total de mercado endereçável, estimado para 2025, é de $35 bilhões em software. Com isso, 60% da receita com softwares de realidades virtual e aumentada virão de consumidores, seguidos por empresas e setor público. O mercado de videogames será o primeiro mercado consumidor a desenvolver. Assim como os mercados imobiliário, de varejo e cuidados da saúde serão os primeiros a serem rompidos.

Ainda nesse ecossistema, a previsão para as áreas em destaque na pesquisa é a seguinte:

1. Videogames: $11,6 bilhões e estimativa de 216 milhões de usuários.
2. Eventos ao vivo: $4,1 bilhões e estimativa de 95 milhões de usuários.
3. Vídeo entretenimento: $3,2 bilhões e estimativa de 79 milhões de usuários.
4. Varejo: $1,6 bilhões e estimativa de 32 milhões de usuários.
5. Imobiliário: $2,6 bilhões e estimativa de 0,3 milhões de usuários.
6. Educação: $0,7 bilhões e estimativa de 15 milhões de usuários.
7. Saúde: $5,1 bilhões e estimativa de 3,4 milhões de usuários.
8. Engenharia: $4,7 bilhões e estimativa de 3,2 milhões de usuários.
9. Militar: $1,4 bilhões e estimativa de 0,7 milhões de usuários.

Como será o futuro da realidade virtual há expectativas e apostas? Se vale a pena investir? Certamente é uma tecnologia crescente. A pesquisa da Goldman Sachs compara a nova era computadorizada, vindo depois dos próprios PCs e smartphones. Eles destacam que a realidade virtual pode ser usada, em um futuro, assim como os smartphones são hoje. Em vez do controle de toque em uma tela, acontecerá através de gestos e interface e, 3D.

Diante de tantos exemplos citados acima, cabe agora uma reflexão sobre usar ou não essa inovação. Sabia que a realidade virtual é um dos negócios em alta para 2018? Se você está avaliando ainda, enquanto isso aprenda como reduzir custos na sua empresa com tecnologia.







Mais lidos

Dólar em alta? Saiba até onde a moeda pode chegar
O cenário é de dólar em alta. Mas afinal, até onde vai esse movimento? Segundo os especialistas,...
Salário mínimo no Japão chega a R$5.035
Muitos brasileiros estão indo morar fora do país por inúmeros motivos. Alguns deles: a violência...
Será mesmo que existe a queda do bitcoin?
Será mesmo que existe a queda do bitcoin? Bem, nos últimos dois anos talvez, não se falou em outr...
Educação Financeira será tema dos gibis Turma da Mônica
A Educação Financeira, tema ainda distante do dia a dia de muitos brasileiros, será abordada de u...
Um guia para proteger o cartão de crédito
A facilidade no uso do cartão de crédito vem conquistando os milhares de clientes que hoje já ade...
Testes da gasolina obrigatórios para verificar a qualidade
Com os últimos acontecimentos envolvendo os postos de gasolina, a atenção se voltou para o servi...





Notice: Undefined variable: hidden in /var/www/finance-one/wp-content/themes/financeone_estrategia/single.php on line 46

Publicidade