InícioNotíciasEconomiaPix: saiba quais são as novidades apresentadas para 2021

Pix: saiba quais são as novidades apresentadas para 2021

Tempo de leitura: 3 minutos
()

O Pix começou a funcionar em novembro de 2020 e já conta com novidades para o ano de 2021. O Banco Central anunciou no último dia 13 algumas inovações para o sistema de pagamentos instantâneos.

As atualizações na nova forma de transferir dinheiro fazem parte da agenda do BC de 2021. O objetivo é conseguir entregar um serviço cada vez mais eficiente e amplo para os clientes que já adotaram o Pix como forma de pagamento.

Para se ter uma ideia, somente em três meses 65.496.767 milhões de pessoas já haviam se cadastrado no Pix. Desse total, 61,5 milhões são pessoas físicas, de acordo com o Banco Central.

E o que pode se esperar de novidades do novo sistema de pagamento para 2021? 

Algumas das funcionalidades sãa possibilidade de pagar com QR Code, mesmo se a pessoa estiver sem acesso à internet, e os detalhes de como vai funcionar o saque por meio do Pix.

Saiba o que esperar do Pix para o ano de 2021

Ficou curioso para saber quais são as novidades que o Banco Central preparou para o Pix durante todo o ano de 2021? O FinanceOne te conta todos os detalhes agora. Confira!

QR Code do Pagador

Essa opção vai permitir que os usuários realizem pagamentos por meio do Pix mesmo que estejam off-line. Sendo assim, será possível que você faça os pagamentos em lojas ou transferências bancárias mesmo quando estiver sem sinal de internet.

Existe uma expectativa que essa nova funcionalidade esteja disponível para os usuários até o final deste ano. 

E de acordo com Breno Lobo, Consultor no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro do BC (Decem), a nova funcionalidade pode democratizar o acesso dos brasileiros aos meios de pagamentos eletrônicos. 

Isso porque ainda existem pessoas que possuem um pacote de internet mais restrito, fazendo com que o acesso a internet não seja o mais fácil.

Saque Pix

O saque Pix é uma novidade que já vinha sendo aguardada pelos clientes. Isso porque desde fevereiro o Banco Central já tinha anunciado que os consumidores poderiam começar a realizar saques em espécie pelo Pix.

Mas, vale destacar que essa função ainda está em fase de desenvolvimento e, ao que tudo indica, deverá estar disponível a partir do terceiro trimestre de 2021.

Open Banking
O cliente porderá realizar pagamento com QR Code por meio do Pix

O BC, com isso, quer aumentar a capacidade de pontos de saque e, inclusive, melhorar as condições de oferta pelas instituições – reduzindo os custos para os usuários finais.

Pix duplicata

Outra novidade é o Pix duplicata. O objetivo do órgão é começar a desenvolver esta novidade a partir desse ano, porém, o seu lançamento deve ficar para 2022.

+ Saiba como o Pix pode beneficiar pequenos e médios

Com ela, será possível permitir o pagamento no caso de situações em que a cobrança Pix esteja vinculada a uma duplicata – assim, proporcionando a antecipação.

Mas o que é duplicata? É um documento emitido junto à nota fiscal por uma empresa que vende uma mercadoria ou presta um serviço a outra. Ela pode ser considerada como uma prova do contrato de compra e venda entre as partes.

Padronização de arquivo

Esta é mais uma novidade do Pix para 2021. O Banco Central quer incentivar ainda mais a competição. Com isso, os arquivos de remessa e retorno que facilitam transações em lote no Pix Cobrança serão padronizados. 

Essa novidade é excelente para os clientes PJ. Mas por qual motivo? Porque será mais fácil trocar a instituição com a qual possui relacionamento comercial, ocorrendo a redução do custo de mudanças nos sistemas de automação de vendas.

É possível agendar um pagamento via Pix?

A resposta é sim! O bem simples e o procedimento vai depender da instituição bancária a qual você possui vínculo. Basta prestar bastante atenção ao campo referente a data de transferência. Depois disso, basta confirmar a transação.

Vale lembrar que as instituições não são obrigadas a aderirem ao Pix. Sendo assim, verifique se a sua instituição aderiu e se é possível agendar.

Por exemplo, existem bancos e fintechs que aderiram ao Pix mas mantiveram o DOC como a única transação possível para pagamentos agendados.

Este conteúdo te ajudou? Você já sabe tudo sobre o Pix? Então complemente a sua leitura e saiba se é possível transferir para quem não tem chave cadastrada.

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 3 minutos
Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui