InícioNotíciasEconomiaConfira como o Pix pode beneficiar pequenos e médios empreendedores

Confira como o Pix pode beneficiar pequenos e médios empreendedores

0
(0)

O Pix é o novo sistema de pagamentos instantâneos elaborado pelo Banco Central. O objetivo é facilitar as movimentações bancárias, tais como: transferências, pagamentos e recebimentos, em qualquer horário ou dia da semana. Além disso, não há limite para a quantidade de transações.

A nova ferramenta começa a funcionar a partir do próximo dia 16 de novembro. Com o Pix, muitas pessoas irão se beneficiar, incluindo as pequenas e médias empresas.

Com isso, Maurício Guerra, gerente de desenvolvimento de negócios na Sicredi, separou dicas de como o novo sistema pode ajudar os pequenos e médios empreendedores.

“O Pix vai gerar mais recursos para as PMEs, já que elas terão mais agilidade para receber e fazer pagamentos, além de economizar com as tarifas cobradas em muitas transações. Tudo isso ajudará na gestão do negócio”, explicou Maurício Guerra.

Veja dicas de como o Pix pode ajudar pequenos e médios empreendedores 

O especialista listou algumas funções do Pix que podem ajudar as pequenas e médias empresas no dia a dia, gerando mais receita. Quer saber quais são? Continue a leitura!

Dinheiro em caixa na hora da venda

Com o Pix, os clientes poderão efetuar o pagamento via QR Code ou, até mesmo, por transferências instantâneas.

Atualmente, ao pagar com cartão de débito ou boleto, além da taxação, o valor demora, em média, de dois a cinco dias para estar na conta do estabelecimento.

Menos taxas ao realizar pagamentos

Com o público pessoa física, a economia nas taxas de TED ou DOC, por exemplo, vai incentivar as pessoas a consumirem mais por meio da ferramenta. O que irá gerar mais receitas para o estabelecimento.

As empresas também poderão cadastrar a chave do Pix para realizar seus pagamentos e, dessa forma, ganhar mais agilidade na gestão do fluxo de caixa.

Apesar dos valores das tarifas variarem entre as instituições financeiras, como é o caso do Sicredi que cobra menos do que a média de mercado, com o Pix não haverá mais essa cobrança para o público pessoa física.

+ Qual a diferença do Pix para TED e DOC?

Acesso a mais clientes 

Com a nova ferramenta Pix, os empreendedores poderão conquistar ainda mais clientes.

Isso porque o consumidor poderá efetuar pagamentos apenas com o uso do smartphone, sem a necessidade de cartões, boletos ou dinheiro.

+ PIX x WhatsApp Pay: compare as diferenças e vantagens de cada um

Segurança nas transações

Diferentemente de outros métodos “piratas” que existem no mercado, e até mesmo informais, o Pix garante ao pequeno e médio empreendedor uma total segurança. Afinal, é uma iniciativa do próprio Banco Central.

E é bem melhor do que ficar lidando 100% com dinheiro em espécie, né?

Mas, mesmo sendo seguro, é importante sempre ter cuidado com possíveis golpes envolvendo o Pix, que já estão em circulação.

Outra dica, é somente cadastrar chaves Pix nos canais da sua instituição financeira. Nada de fornecer dados a terceiros ou a sites que você não conhece.

golpes com Pix
Pix: novo sistema de pagamentos instantâneos será liberado a partir do dia 16 de novembro

Clientes poderão cadastrar até cinco chaves

Os clientes terão a opção de cadastrar de uma até cinco chaves associadas a uma conta bancária. O cadastro permite o uso do novo sistema de forma mais direta.

Além disso, com a chave é possível localizar o destinatário do pagamento sem precisar dos outros dados de identificação.

Mas para utilizar o Pix será necessário ter uma conta corrente, poupança ou uma carteira digital, desde que a instituição financeira tenha cadastro no novo sistema também.

A opção para realizar o cadastro está dentro do aplicativo da instituição e também no internet banking, assim como já estão TED e DOC, por exemplo.

+ C6 tem Pix gratuito para pessoa jurídica: entenda como funciona

Com a chave Pix cadastrada, as transferências poderão ser realizadas mais rapidamente. Portanto, com o cadastro basta informar a chave para começar a usar o sistema.

Ao digitar a chave, por exemplo, os dados da conta do destinatário aparecerão automaticamente na hora de realizar a transação.

O cliente, no entanto, precisa conferir a identificação e digitar os valores antes de confirmar a operação.

Os quatro tipos de chaves Pix que poderão ser usadas e cadastradas são:

  • número de CPF ou CNPJ;
  • endereço de e-mail;
  • número do telefone celular;
  • sequência alfanumérica de 32 dígitos;

A sequência alfanumérica será enviada, após a solicitação do cliente, pelo Banco Central ao banco ou instituição, e com ela será possível criar um QR Code.

Contudo, não será possível vincular uma mesma chave para mais de um banco.

+ Qual a melhor chave Pix para cadastrar?

O que você achou dessas dicas sobre o Pix para pequenas e médias empresas? Boas? Então compartilhe este texto nas suas redes sociais e ajude outras pessoas com o assunto!

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui