Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaDescubra a plataforma de agronegócio que ajuda produtores rurais e como funciona

    Descubra a plataforma de agronegócio que ajuda produtores rurais e como funciona

    5
    (1)

    A modernidade vem transformado a vida do homem no campo para melhor. Os recursos tecnológicos chegaram para facilitar o trabalho e a gestão do agronegócio.  

    Publicidade

    Antigamente para compra de equipamentos ou peças de reposição o empresário tinha de recorrer a feiras agropecuárias, concessionárias ou revendas, o que levava muito tempo. A boa notícia é que o cenário mudou.

    Com os avanços da tecnologia já possível realizar a compra de equipamentos e negociação de produtos do agronegócio através de plataformas digitais que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro.

    Essas plataformas vêm despertando a atenção de investidores do setor e prometendo alto faturamento, como a argentina Agrofy.  

    estágio
    Agrofy, ferramenta que veio ajudar o agroempresário produtor a fazer novos negócios

    Você sabe o que é a Agrofy?

    A Agrofy é uma plataforma digital do agronegócio com sede em Rosário, na Argentina, fundada em 2015 por Alejandro Larosa e Maximiliano Landrein.

    Ambos são empreendedores com mais de 18 anos de experiência no mercado agrícola, fundadores da empresa FYO.COM, a maior plataforma e-barter da América do Sul.

    Publicidade

    Em seu país, a empresa possui 65 mil produtos anunciados de 6.200 companhias diferentes. Sua receita vem de anunciantes, que pagam uma assinatura para expor seus produtos, com o foco na atração de novos clientes e expansão de mercado.

    Na Argentina a empresa já possui relevância entre empresários do agronegócio, e vem expandindo seus negócios para outros país da América Latina.

    O foco são produtores de grãos, visando, através do marketplace expandir suas operações também para outros mercados.

    A Agrofy chegou no Brasil em outubro de 2018 atingindo cerca de US$ 10 milhões de fundos de investimentos, e agora, na sua segunda fase de captação, busca levantar mais US$ 20 milhões.

    “Temos uma visão muito clara de onde queremos chegar até 2025 e um plano muito claro para a nossa expansão Brasil. Obviamente que isso se concretiza com a rodada de investimentos”, garante Rafael Sant’Anna, manager da Agrofy no Brasil.

    Como funciona a Agrofy?

    É uma plataforma digital onde grandes multinacionais do mercado do agronegócio contratam um plano mensal para terem seus produtos expostos.  

    Publicidade

    Seu objetivo é atrair a atenção de grandes empresários e pequenos produtores do agronegócio que desejam comprar ou vender através de uma plataforma que lhes possibilite atingir cada vez mais clientes. De forma a usar os novos recursos tecnológicos.

    “A Agrofy está com ótima tração junto as maiores indústrias do agronegócio e conta com uma equipe líder extremamente experiente, justamente no momento em que o produtor agrícola está abraçando o mundo digital”, afirma David Pierson, diretor do braço de venture capital da Syngenta.

    +Como conseguir emprego no agronegócio?

    Qual a aplicação no agronegócio?

    O empresário ou pequeno produtor acessa o portal da Agrofy, realiza um cadastro, escolhe o plano que deseja assinar. Para finalizar, inclui as informações dos produtos que desejam vender.

    Os itens são divididos por 11 categorias (máquinas e implementos a veículos, insumos, produtos financeiros e até mão de obra especializada) e classificados por marca, modelo, condição, ano de fabricação, potência HP, tração, oferta, estado, preço e estado de conservação.

    Publicidade

    Através desses filtros o comprador/cliente tem a opção de encontrar o equipamento ou produto que melhor atende sua necessidade.

    Uma vez feita a escolha, o cliente clica no item desejado e ao preencher uma ficha e é direcionado para o próprio vendedor, que dará início as negociações comerciais de compra e entrega.

    “O e-commerce ainda é um canal relativamente subutilizado, mas certamente se tornará muito mais relevante na nossa indústria, da mesma forma que revolucionou outras“, constata Pierson.

    As categorias disponibilizadas, No Brasil, estão restritas a máquinas, veículos e peças de reposição, mas o objetivo é de lançar, pelo menos, mais dez categorias até o final deste ano.

    Nos últimos anos, a Agrofy se tornou o site agronegócio que mais cresce na América Latina, com mais de 50 mil produtos listados e 3,5 mil empresas. Entre elas grandes multinacionais como Agrale, HYVA, Jacto, LS Tractor, Mahindra Brasil, Metalfor, Stara, e Volvo Penta.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Redação
    Redação
    O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaDescubra a plataforma de agronegócio que ajuda produtores rurais e como funciona

    Descubra a plataforma de agronegócio que ajuda produtores rurais e como funciona

    5
    (1)

    A modernidade vem transformado a vida do homem no campo para melhor. Os recursos tecnológicos chegaram para facilitar o trabalho e a gestão do agronegócio.  

    Publicidade

    Antigamente para compra de equipamentos ou peças de reposição o empresário tinha de recorrer a feiras agropecuárias, concessionárias ou revendas, o que levava muito tempo. A boa notícia é que o cenário mudou.

    Com os avanços da tecnologia já possível realizar a compra de equipamentos e negociação de produtos do agronegócio através de plataformas digitais que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado brasileiro.

    Essas plataformas vêm despertando a atenção de investidores do setor e prometendo alto faturamento, como a argentina Agrofy.  

    estágio
    Agrofy, ferramenta que veio ajudar o agroempresário produtor a fazer novos negócios

    Você sabe o que é a Agrofy?

    A Agrofy é uma plataforma digital do agronegócio com sede em Rosário, na Argentina, fundada em 2015 por Alejandro Larosa e Maximiliano Landrein.

    Ambos são empreendedores com mais de 18 anos de experiência no mercado agrícola, fundadores da empresa FYO.COM, a maior plataforma e-barter da América do Sul.

    Publicidade

    Em seu país, a empresa possui 65 mil produtos anunciados de 6.200 companhias diferentes. Sua receita vem de anunciantes, que pagam uma assinatura para expor seus produtos, com o foco na atração de novos clientes e expansão de mercado.

    Na Argentina a empresa já possui relevância entre empresários do agronegócio, e vem expandindo seus negócios para outros país da América Latina.

    O foco são produtores de grãos, visando, através do marketplace expandir suas operações também para outros mercados.

    A Agrofy chegou no Brasil em outubro de 2018 atingindo cerca de US$ 10 milhões de fundos de investimentos, e agora, na sua segunda fase de captação, busca levantar mais US$ 20 milhões.

    “Temos uma visão muito clara de onde queremos chegar até 2025 e um plano muito claro para a nossa expansão Brasil. Obviamente que isso se concretiza com a rodada de investimentos”, garante Rafael Sant’Anna, manager da Agrofy no Brasil.

    Como funciona a Agrofy?

    É uma plataforma digital onde grandes multinacionais do mercado do agronegócio contratam um plano mensal para terem seus produtos expostos.  

    Publicidade

    Seu objetivo é atrair a atenção de grandes empresários e pequenos produtores do agronegócio que desejam comprar ou vender através de uma plataforma que lhes possibilite atingir cada vez mais clientes. De forma a usar os novos recursos tecnológicos.

    “A Agrofy está com ótima tração junto as maiores indústrias do agronegócio e conta com uma equipe líder extremamente experiente, justamente no momento em que o produtor agrícola está abraçando o mundo digital”, afirma David Pierson, diretor do braço de venture capital da Syngenta.

    +Como conseguir emprego no agronegócio?

    Qual a aplicação no agronegócio?

    O empresário ou pequeno produtor acessa o portal da Agrofy, realiza um cadastro, escolhe o plano que deseja assinar. Para finalizar, inclui as informações dos produtos que desejam vender.

    Os itens são divididos por 11 categorias (máquinas e implementos a veículos, insumos, produtos financeiros e até mão de obra especializada) e classificados por marca, modelo, condição, ano de fabricação, potência HP, tração, oferta, estado, preço e estado de conservação.

    Publicidade

    Através desses filtros o comprador/cliente tem a opção de encontrar o equipamento ou produto que melhor atende sua necessidade.

    Uma vez feita a escolha, o cliente clica no item desejado e ao preencher uma ficha e é direcionado para o próprio vendedor, que dará início as negociações comerciais de compra e entrega.

    “O e-commerce ainda é um canal relativamente subutilizado, mas certamente se tornará muito mais relevante na nossa indústria, da mesma forma que revolucionou outras“, constata Pierson.

    As categorias disponibilizadas, No Brasil, estão restritas a máquinas, veículos e peças de reposição, mas o objetivo é de lançar, pelo menos, mais dez categorias até o final deste ano.

    Nos últimos anos, a Agrofy se tornou o site agronegócio que mais cresce na América Latina, com mais de 50 mil produtos listados e 3,5 mil empresas. Entre elas grandes multinacionais como Agrale, HYVA, Jacto, LS Tractor, Mahindra Brasil, Metalfor, Stara, e Volvo Penta.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?