Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaPreço do Gás de cozinha vai diminuir, diz Petrobras. Veja o novo...

    Preço do Gás de cozinha vai diminuir, diz Petrobras. Veja o novo valor!

    0
    (0)

    Na última sexta-feira, 8, a Petrobrás anunciou uma redução que impacta diretamente no preço do gás de cozinha. Trata-se de uma diminuição de 5,58% no preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

    Publicidade

    A queda foi de cerca de R$3,27 para cada botijão de 13kg. Assim, o valor para as distribuidoras, que anteriormente era de R$58,21, passa a ser R$54,94. O novo valor entrou em vigor no último sábado, 9 de abril.

    Quer entender melhor os motivos que levaram ao reajuste no preço do gás de cozinha? Então, continue lendo este artigo!

    Veja também: Preço do pão vai aumentar? Entenda relação com a guerra na Ucrânia

    Entenda os fatores que contribuíram para a redução no preço do gás de cozinha

    De acordo com as informações da Petrobrás, veiculadas pela Agência Brasil, a atual redução acompanha os preços internacionais e a taxa de câmbio.

    Ambos se estabilizaram em patamar inferior ao GLP, permitindo o ajuste dos preços de venda do combustível às distribuidoras.

    Publicidade

    Nas últimas semanas houve um recuo nos preços do Petróleo por conta da guerra na Ucrânia. Na última sexta, por exemplo, o barril do tipo Brent era negociado a US$102, na bolsa de Londres.

    Além disso, o valor do dólar está abaixo dos R$5. Nesta segunda-feira, 11, o valor está em R$4,71.

    chama de um fogão
    Preço do gás de cozinha no varejo deve cair, com a redução do valor do combustível GLP pela Petrobrás (Foto: Divulgação)

    Gás de cozinha tinha sofrido aumento em março deste ano

    Na prática, três itens compõem o valor do botijão de gás: o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços); valor de distribuição e revenda; e o preço cobrado pela Petrobrás.

    Outros custos que incidem sobre o preço do gás de cozinha são as margens de comercialização das distribuidoras e dos pontos de revenda. Com a redução no valor do GLP, a expectativa é de que o valor do botijão no varejo também diminua.

    Até então, um botijão de 13 kg custava cerca de R$113, em média, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A média é referente aos preços praticados no período entre os dias 27 de março e 2 de abril.

    Publicidade

    Lembrando que o reajuste mais recente no preço do gás de cozinha havia sido anunciado há um mês, no dia 11 de março, quando ficou definido um aumento de 16,1% no preço de venda às distribuidoras.

    Veja também: Economia doméstica: saiba como equilibrar seu orçamento

    Reajustes anunciados em março resultaram na troca de comando da Petrobrás

    A estratégia que está sendo adotada pela Petrobrás é reverter parte dos aumentos dos combustíveis anunciados no início de março, numa tentativa de compensar os impactos negativos da guerra. Só o GLP sofreu um aumento de 16% no início do último mês.

    Além disso, o preço da gasolina subiu 18,7% e do Diesel, 24,9%. A decisão não foi vista com bons olhos pelo presidente Jair Bolsonaro.

    Vale lembrar que tais reajustes provocaram uma crise na estatal, após Bolsonaro determinar a demissão do general Joaquim Silva e Luna, até então presidente da Petrobrás.

    Publicidade

    O nome do escolhido do Governo para substituir o cargo já foi anunciado. É o presidente do conselho de administração da Pré-Sal Petróleo (PPSA),José Mauro Ferreira Coelho.

    A assembleia com acionistas da empresa, que confirmará se Coelho assumirá ou não a função, está marcada para o dia 13 de abril.

    Abegás pede redução no preço do gás natural

    A Associação Brasileira de Gás Canalizado (Abegás) apelou à Petrobrás para que a empresa também avalie reavalie o preço do gás natural, que, segundo a associação, vem tendo reajustes elevados nos últimos meses.

    “O anúncio feito nesta sexta-feira pela Petrobras é um indicador da capacidade da empresa de ofertar combustível a preços mais competitivos.”

    DISSE A ABEGÁS EM UM COMUNICADO PUBLICADO EM SEU SITE

    Ainda de acordo com a Abegás, a redução do preço do combustível é “fundamental para beneficiar diretamente os mais de 4 milhões de clientes residenciais, comerciais, industriais e usuários de Gás Natural Veicular (GNV)”.

    Além disso, pode trazer reflexos indiretos positivos para todos os que consomem produtos e serviços impulsionados pelo gás natural. Vale lembrar que no início do ano o preço do gás natural teve um aumento de 50% e a expectativa é de que o valor suba mais 30% até agosto.

    Gostou deste conteúdo e quer ficar por dentro de como os fatores políticos e econômicos podem impactar seu bolso? Então, assine nossa Newsletter e não perca nenhum conteúdo!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Letícia de Jesus
    Letícia de Jesus
    Jornalista e redatora, com experiência em SEO e webwriting. Apaixonada pela escrita e extremamente curiosa, gosto de explorar diferentes assuntos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaPreço do Gás de cozinha vai diminuir, diz Petrobras. Veja o novo...

    Preço do Gás de cozinha vai diminuir, diz Petrobras. Veja o novo valor!

    0
    (0)

    Na última sexta-feira, 8, a Petrobrás anunciou uma redução que impacta diretamente no preço do gás de cozinha. Trata-se de uma diminuição de 5,58% no preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP).

    Publicidade

    A queda foi de cerca de R$3,27 para cada botijão de 13kg. Assim, o valor para as distribuidoras, que anteriormente era de R$58,21, passa a ser R$54,94. O novo valor entrou em vigor no último sábado, 9 de abril.

    Quer entender melhor os motivos que levaram ao reajuste no preço do gás de cozinha? Então, continue lendo este artigo!

    Veja também: Preço do pão vai aumentar? Entenda relação com a guerra na Ucrânia

    Entenda os fatores que contribuíram para a redução no preço do gás de cozinha

    De acordo com as informações da Petrobrás, veiculadas pela Agência Brasil, a atual redução acompanha os preços internacionais e a taxa de câmbio.

    Ambos se estabilizaram em patamar inferior ao GLP, permitindo o ajuste dos preços de venda do combustível às distribuidoras.

    Publicidade

    Nas últimas semanas houve um recuo nos preços do Petróleo por conta da guerra na Ucrânia. Na última sexta, por exemplo, o barril do tipo Brent era negociado a US$102, na bolsa de Londres.

    Além disso, o valor do dólar está abaixo dos R$5. Nesta segunda-feira, 11, o valor está em R$4,71.

    chama de um fogão
    Preço do gás de cozinha no varejo deve cair, com a redução do valor do combustível GLP pela Petrobrás (Foto: Divulgação)

    Gás de cozinha tinha sofrido aumento em março deste ano

    Na prática, três itens compõem o valor do botijão de gás: o ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços); valor de distribuição e revenda; e o preço cobrado pela Petrobrás.

    Outros custos que incidem sobre o preço do gás de cozinha são as margens de comercialização das distribuidoras e dos pontos de revenda. Com a redução no valor do GLP, a expectativa é de que o valor do botijão no varejo também diminua.

    Até então, um botijão de 13 kg custava cerca de R$113, em média, de acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). A média é referente aos preços praticados no período entre os dias 27 de março e 2 de abril.

    Publicidade

    Lembrando que o reajuste mais recente no preço do gás de cozinha havia sido anunciado há um mês, no dia 11 de março, quando ficou definido um aumento de 16,1% no preço de venda às distribuidoras.

    Veja também: Economia doméstica: saiba como equilibrar seu orçamento

    Reajustes anunciados em março resultaram na troca de comando da Petrobrás

    A estratégia que está sendo adotada pela Petrobrás é reverter parte dos aumentos dos combustíveis anunciados no início de março, numa tentativa de compensar os impactos negativos da guerra. Só o GLP sofreu um aumento de 16% no início do último mês.

    Além disso, o preço da gasolina subiu 18,7% e do Diesel, 24,9%. A decisão não foi vista com bons olhos pelo presidente Jair Bolsonaro.

    Vale lembrar que tais reajustes provocaram uma crise na estatal, após Bolsonaro determinar a demissão do general Joaquim Silva e Luna, até então presidente da Petrobrás.

    Publicidade

    O nome do escolhido do Governo para substituir o cargo já foi anunciado. É o presidente do conselho de administração da Pré-Sal Petróleo (PPSA),José Mauro Ferreira Coelho.

    A assembleia com acionistas da empresa, que confirmará se Coelho assumirá ou não a função, está marcada para o dia 13 de abril.

    Abegás pede redução no preço do gás natural

    A Associação Brasileira de Gás Canalizado (Abegás) apelou à Petrobrás para que a empresa também avalie reavalie o preço do gás natural, que, segundo a associação, vem tendo reajustes elevados nos últimos meses.

    “O anúncio feito nesta sexta-feira pela Petrobras é um indicador da capacidade da empresa de ofertar combustível a preços mais competitivos.”

    DISSE A ABEGÁS EM UM COMUNICADO PUBLICADO EM SEU SITE

    Ainda de acordo com a Abegás, a redução do preço do combustível é “fundamental para beneficiar diretamente os mais de 4 milhões de clientes residenciais, comerciais, industriais e usuários de Gás Natural Veicular (GNV)”.

    Além disso, pode trazer reflexos indiretos positivos para todos os que consomem produtos e serviços impulsionados pelo gás natural. Vale lembrar que no início do ano o preço do gás natural teve um aumento de 50% e a expectativa é de que o valor suba mais 30% até agosto.

    Gostou deste conteúdo e quer ficar por dentro de como os fatores políticos e econômicos podem impactar seu bolso? Então, assine nossa Newsletter e não perca nenhum conteúdo!

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?