Mais
    InícioNotíciasEconomiaPronampe: entenda o que é e quem pode aderir

    Pronampe: entenda o que é e quem pode aderir

    5
    (1)

    O governo federal prorrogou as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) até o final de 2024.

    O projeto foi aprovado no Senado em abril e amplia em três anos o prazo para que o governo devolva os recursos do Fundo Garantidor de Operações (FOG), que garantem o programa de crédito.

    A devolução será feita a partir de 2025. A estimativa é que R$50 bilhões possam ser emprestados nesta nova fase.

    Em 2020, o governo emprestou R$37 bilhões a 468 mil empresas. Em 2021, os R$25 bilhões previstos para o ano se esgotaram em poucos meses.

    A taxa de juros anual máxima aplicada sobre o valor total do crédito continua sendo a da Selic, atualmente em 12,75%, mais 1,25%. O prazo de pagamento também é o mesmo: 36 meses.

    Quem pode participar do Pronampe?

    Podem participar do Pronampe:

    • Microempresas (ME) com um faturamento anual de até R$ 360 mil;
    • Empresas de pequeno porte (EPP) com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano;
    • As empresas enquadradas em alguma das categorias acima. Desde que não tenham sido condenadas por ter condições de trabalho análogas à escravidão ou trabalho infantil.

    Finalidade do crédito

    As operações de crédito poderão ser utilizadas para investimentos e capital de giro isolado ou associado ao investimento.

    Isso significa que as micro e pequenas empresas poderão usar os recursos obtidos para realizar investimentos e/ou para despesas operacionais.

    Portanto, é proibido o uso dos recursos para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios do negócio.

    pessoa fazendo cálculos de empréstimo
    Pronampe estará disponível até novembro

    Período sem demissões

    Um dos objetivos do Pronampe é evitar o corte repentino de colaboradores.

    Ou seja, as empresas que solicitarem o empréstimo não poderão demitir nenhum de seus colaboradores no período de até 60 dias do fim do recebimento do empréstimo. Caso isso aconteça, o vencimento da dívida será antecipado.

    Além disso, para consegui-lo é necessário deixar uma garantia pessoal com o valor total da dívida, incluindo os juros.

    Para as empresas com menos de um ano de funcionamento, a garantia precisa ser maior e pode chegar a 150% do valor da dívida total.

    Quem pode oferecer o crédito do Pronampe?

    Estão autorizadas a oferecer o crédito do Pronampe as seguintes instituições:

    • Bancos públicos, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste;
    • Instituições financeiras estaduais;
    • Bancos privados;
    • Agências de fomento estaduais;
    • Cooperativas de crédito;
    • Bancos cooperados;
    • Instituições integrantes do Sistema de Pagamento Brasileiro;
    • Fintechs;
    • Organizações da sociedade civil de interesse público de crédito.

    Ainda segundo a lei, as instituições financeiras participantes terão o prazo de até três meses para fazer essas operações de crédito. Entretanto, pode ser prorrogado por mais três meses.

    Quanto cada empresa poderá contratar?

    A empresa poderá tomar empréstimos de até 30% da receita bruta anual registrada em 2020.

    Na prática, um microempreendedor individual que teve faturamento anual de R$40 mil em 2019 poderá receber um empréstimo de até R$12 mil.

    Já uma pequena empresa que faturou R$4,8 milhões terá um financiamento de até R$1,44 milhão.

    Para empresas com menos de um ano de funcionamento, o limite de empréstimo será de até 50% do capital social ou até 30% da média do faturamento mensal, o que for mais vantajoso.

    Uma empresa com capital social de R$50 mil terá direito a até R$25 mil de crédito. Outra, com faturamento médio mensal de R$170 mil, pode contratar um crédito de até R$51 mil.

    Como solicitar a adesão ao Pronampe?

    Se a sua empresa está enquadrada no Simples Nacional e você quer solicitar o Pronampe, basta entrar no site oficial do Simples Nacional. Em seguida, é só abrir a aba “Serviços/Comunicações”.

    Depois de preencher as informações, a página será direcionada ao e-CAC. Se sua empresa pertencer a algum outro regime tributário, basta entrar diretamente na página do e-CAC.

    O Tesouro Nacional já transferiu bilhões para o Fundo Garantidor de Operações (FGO), administrado pelo Banco do Brasil.

    Esse dinheiro servirá como garantia para até 100% das operações. Desde que todos os empréstimos feitos pela instituição não tenham uma taxa de inadimplência maior que 85%.

    Gostou do conteúdo? Confira também os 5 tipos de empréstimos disponíveis no mercado.

    Colaboração: Rafael Massadar

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Rafael Massadar
    Rafael Massadar
    Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaPronampe: entenda o que é e quem pode aderir

    Pronampe: entenda o que é e quem pode aderir

    5
    (1)

    O governo federal prorrogou as regras do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) até o final de 2024.

    O projeto foi aprovado no Senado em abril e amplia em três anos o prazo para que o governo devolva os recursos do Fundo Garantidor de Operações (FOG), que garantem o programa de crédito.

    A devolução será feita a partir de 2025. A estimativa é que R$50 bilhões possam ser emprestados nesta nova fase.

    Em 2020, o governo emprestou R$37 bilhões a 468 mil empresas. Em 2021, os R$25 bilhões previstos para o ano se esgotaram em poucos meses.

    A taxa de juros anual máxima aplicada sobre o valor total do crédito continua sendo a da Selic, atualmente em 12,75%, mais 1,25%. O prazo de pagamento também é o mesmo: 36 meses.

    Quem pode participar do Pronampe?

    Podem participar do Pronampe:

    • Microempresas (ME) com um faturamento anual de até R$ 360 mil;
    • Empresas de pequeno porte (EPP) com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano;
    • As empresas enquadradas em alguma das categorias acima. Desde que não tenham sido condenadas por ter condições de trabalho análogas à escravidão ou trabalho infantil.

    Finalidade do crédito

    As operações de crédito poderão ser utilizadas para investimentos e capital de giro isolado ou associado ao investimento.

    Isso significa que as micro e pequenas empresas poderão usar os recursos obtidos para realizar investimentos e/ou para despesas operacionais.

    Portanto, é proibido o uso dos recursos para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios do negócio.

    pessoa fazendo cálculos de empréstimo
    Pronampe estará disponível até novembro

    Período sem demissões

    Um dos objetivos do Pronampe é evitar o corte repentino de colaboradores.

    Ou seja, as empresas que solicitarem o empréstimo não poderão demitir nenhum de seus colaboradores no período de até 60 dias do fim do recebimento do empréstimo. Caso isso aconteça, o vencimento da dívida será antecipado.

    Além disso, para consegui-lo é necessário deixar uma garantia pessoal com o valor total da dívida, incluindo os juros.

    Para as empresas com menos de um ano de funcionamento, a garantia precisa ser maior e pode chegar a 150% do valor da dívida total.

    Quem pode oferecer o crédito do Pronampe?

    Estão autorizadas a oferecer o crédito do Pronampe as seguintes instituições:

    • Bancos públicos, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Banco do Nordeste;
    • Instituições financeiras estaduais;
    • Bancos privados;
    • Agências de fomento estaduais;
    • Cooperativas de crédito;
    • Bancos cooperados;
    • Instituições integrantes do Sistema de Pagamento Brasileiro;
    • Fintechs;
    • Organizações da sociedade civil de interesse público de crédito.

    Ainda segundo a lei, as instituições financeiras participantes terão o prazo de até três meses para fazer essas operações de crédito. Entretanto, pode ser prorrogado por mais três meses.

    Quanto cada empresa poderá contratar?

    A empresa poderá tomar empréstimos de até 30% da receita bruta anual registrada em 2020.

    Na prática, um microempreendedor individual que teve faturamento anual de R$40 mil em 2019 poderá receber um empréstimo de até R$12 mil.

    Já uma pequena empresa que faturou R$4,8 milhões terá um financiamento de até R$1,44 milhão.

    Para empresas com menos de um ano de funcionamento, o limite de empréstimo será de até 50% do capital social ou até 30% da média do faturamento mensal, o que for mais vantajoso.

    Uma empresa com capital social de R$50 mil terá direito a até R$25 mil de crédito. Outra, com faturamento médio mensal de R$170 mil, pode contratar um crédito de até R$51 mil.

    Como solicitar a adesão ao Pronampe?

    Se a sua empresa está enquadrada no Simples Nacional e você quer solicitar o Pronampe, basta entrar no site oficial do Simples Nacional. Em seguida, é só abrir a aba “Serviços/Comunicações”.

    Depois de preencher as informações, a página será direcionada ao e-CAC. Se sua empresa pertencer a algum outro regime tributário, basta entrar diretamente na página do e-CAC.

    O Tesouro Nacional já transferiu bilhões para o Fundo Garantidor de Operações (FGO), administrado pelo Banco do Brasil.

    Esse dinheiro servirá como garantia para até 100% das operações. Desde que todos os empréstimos feitos pela instituição não tenham uma taxa de inadimplência maior que 85%.

    Gostou do conteúdo? Confira também os 5 tipos de empréstimos disponíveis no mercado.

    Colaboração: Rafael Massadar

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?