Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Será mesmo que existe a queda do bitcoin?

Escrito por: Redação em 14 de junho de 2018

Será mesmo que existe a queda do bitcoin? Bem, nos últimos dois anos talvez, não se falou em outra coisa a não ser as criptomoedas. E agora, será que ainda são um bom investimento? A verdade é que somente aqueles investidores com perfil bastante arrojado resolveram entrar nesse mercado, ainda muito incerto e arriscado.

A agência de notícias Reuters, lá no finalzinho de abril, disse que a moeda digital estaria entrando em um período de estabilidade, após disparar e entrar em queda. Segundo a agência, o bitcoin subiu 25% no mês de abril, depois de ter despencado 70% desde o seu pico de $20 mil dólares no final de 2017.

A forma de investimento no bitcoin mudou. Pelo menos é o que afirma a notícia da agência, ao dizer que os pequenos investidores que foram responsáveis pela alta da moeda digital em 2017, agora foram apertados por proibições governamentais de negociação. Com isso, foram substituídos por fundos de criptomoedas, indivíduos ricos e grandes firmas financeiras.

De fato, se analisarmos a moeda em um dos sites mais conhecidos do segmento, o CoinMarketCap, podemos observar o bitcoin em queda. Não se engane. Essa é ainda a primeira criptomoeda no ranking, valendo $6.435,84 dólares.

Porém, segundo os dados da análise histórica feita no CoinMarketCap, os valores das datas mais recentes – 11 e 12 de junho -, são os menores desde o dia 13 de abril. Como bem pontuou a reportagem da Reuters, a forma de investimento mudou nos últimos meses.

Será que apenas isso foi responsável pelo bitcoin em queda? Outros fatores podem influenciar esse cenário. Confira a seguir o que nossa pesquisa de dados e informações nos principais sites do mercado têm a concluir.

Queda do bitcoin
A queda do bitcoin deve-se a uma série de fatores, como a invasão da bolsa sul-coerana Coinrail

Por que aconteceu a queda do bitcoin?

O bitcoin foi criado por volta de 2007 e 2008, ou seja, há 10 anos. Nessa foi a época de uma das maiores crises econômicas que o mundo já sofreu. E foi nesse momento que começou a ser desenvolvido essa criptomoeda. As primeiras transações começaram em janeiro de 2009.

Durante as primeiras transações o valor da taxa de câmbio entre o Bitcoin e o dólar foi estabelecido pelo New Liberty Standard como: USD 1 = BTC 1.309,03. BTC é a abreviação de bitcoin. Essa foi uma forma encontrada para transformar bitcoin em dinheiro.

Como um mercado de rápido crescimento, muitas pessoas começaram a especular sobre a bolha da bitcoin. Na verdade, esse é um investimento de altíssimo risco, que promete altos ganhos a quem está disposto a perder dinheiro. É o que explicou, em entrevista ao Finance One, o advogado corporativo e gestor contábil Vinicius Maximiliano Carneiro.

De 2013 até início de 2017, a moeda manteve um preço em dólares estável. Até que em meados de 2017 teve um rápido crescimento, que entrou em declínio nas últimas semanas. Pelo menos é o que representa o gráfico histórico divulgado pelo CoinMarketCap.

Um dos motivos atribuídos a queda do bitcoin, mais especificamente dos últimos dias, foi devido à invasão da bolsa sul-coreana Coinrail, ocorrida no último final de semana, entre dias 9 e 10 de junho. Essa invasão, que fez a Coinrail perder 30% de suas criptomoedas, fez o preço do bitcoin entrar em declínio.

Após o ciberataque, outras moedas virtuais também tiveram queda além do bitcoin. Fica a grande questão sobre a real segurança nessas transações e armazenamento. Embora o sistema descentralizado caracterizado pelo blockchain prometa essa segurança na movimentação.

Por que existe uma queda do preço bitcoin?

Outro motivo que pode ter causado essa queda e é pontuado pelo site da Forbes foi um aumento no volume após haver potencialmente uma grande ordem de venda despejada no mercado.

Além da invasão à bolsa sul-coreana e o aumento de volume sem uma aparente explicação, o site da Forbes aponta ainda um terceiro motivo que teria causa a queda do bitcoin. É que o mercado teria finalmente precificado as intimações da Comissão de Negociação Futura de Commodities dos EUA (CFTC), emitidas na última sexta-feira (08). Essas intimações teriam como alvo quatro bolsas da criptomoeda.

Segundo noticiado pelo Wall Street Journal, o caso aconteceu quando investigadores do governo exigiram que bolsas de bitcoin entregassem dados. Essas informações seriam para auxiliar em um inquérito que analisa se houve manipulação distorcendo os preços no mercado de criptomoedas.

Conclusão

Uma coisa é certa: se você quer arriscar um alto retorno e decidiu investir em bitcoin e outras criptomoedas, precisa entender o funcionamento do mercado. Nada melhor do que livros e filmes para conhecer um pouquinho mais.

Separamos também outros artigos que falam sobre as criptomoedas 2018, que prometem ganhar destaque esse ano; além do porquê o bitcoin é um novo interesse dos investidores em Wall Street. Continue acompanhando as notícias sobre criptomoedas e o mercado financeiro diariamente aqui no Finance One.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

comprar-dólar
principais dúvidas sobre Blockchain
bilionários biticoin
inovação no uso do blockchain
Mineração de criptomoedas