InícioNotíciasFinanças PessoaisAuxílio emergencial: veja como regularizar o CPF sem sair de casa

Auxílio emergencial: veja como regularizar o CPF sem sair de casa

3.6
(20)

Milhares de brasileiros já se cadastraram para receber o auxílio emergencial de R$600, apelidado como ‘coronavoucher’. A medida do governo federal visa combater os impactos do novo coronavírus para trabalhadores informais, autônomos e microempreendedores.

Há quem não tenha conseguido se cadastrar por conta de irregularidades no CPF. É o seu caso? Isso significa, na prática, que o registro está com, pelo menos, um dos seguintes problemas:

1 – Pendência de regularização:

Quando há inconsistências na declaração de imposto de renda ou pendências com a justiça eleitoral (o contribuinte deixou de votar e não justificou a ausência, por exemplo).

2 – Suspensão:

Isso ocorre quando o cadastro do contribuinte está incorreto ou incompleto.

3 – Cancelamento:

Situação em que o Cadastro de Pessoa Física (CPF) é cancelado por multiplicidade, em virtude de decisão administrativa ou judicial.

4 – Nulidade:

Caso de inscrições comprovadamente fraudadas e que, portanto, acabam anuladas.

Para regularizar a situação a tempo de receber o auxílio, muitos brasileiros estão comparecendo as agências da Receita Federal. Porém, a recomendação do Ministério da Saúde é que as pessoas permaneçam em casa e mantenham o isolamento social.

A boa notícia é que a Receita liberou nesta terça-feira, 14, a inscrição de contribuintes no sistema do CPF pela internet e de forma gratuita.

coronavoucher
O número do CPF é necessário para o pedido do cornavoucher

A solicitação pode ser feita por e-mail. A medida é válida para contribuintes que não tenham o documento.

Como regularizar o CPF pela internet?

A Receita Federal informou que os trabalhadores que apresentaram irregularidades no documento devem regularizá-lo gratuitamente através de um formulário eletrônico, ou pela plataforma de “chat” que o órgão disponibiliza.

Além disso, a regularização pode ser feita por e-mail. No entanto, nesse caso o trabalhador deve anexar alguns documentos indicados no site do órgão.

Entretanto, cada região fiscal tem um endereço de e-mail para o qual deve encaminhar os documentos e a solicitação, caso opte por esse meio de regularização.

Confira abaixo os endereços destinados às respectivas regiões:

– 1ª Região Fiscal (DF, GO, MT, MS e TO): [email protected]

– 2ª Região Fiscal (ACM AM, AP, PA, RO e RR): [email protected]

– 3ª Região Fiscal (CE, MA e PI): [email protected]

– 4ª Região Fiscal (AL, PB, PE e RN): [email protected]

– 5ª Região Fiscal (BA e SE): [email protected]

– 6ª Região Fiscal (MG): [email protected]

– 7ª Região Fiscal (ES e RJ): [email protected]

– 8ª Região Fiscal (SP): [email protected]

– 9ª Região Fiscal (PR e SC): [email protected]

– 10ª Região Fiscal (RS): [email protected]

O que deve ser enviado por e-mail?

No assunto do e-mail, descreva o pedido, que neste caso é “Emissão de CPF”. Depois, anexe os seguintes documentos ao e-mail:

– Documento de identificação com foto: RG atualizado (para maiores de 16 anos); Também são aceitos carteira de trabalho, passaporte ou outro documento oficial de identificação que comprove naturalidade, filiação e data de nascimento;

– RG ou certidão de nascimento no caso de menores de 16 anos; Nestes casos, também é necessário enviar o RG do pai ou da mãe. Caso o responsável da criança ou o adolescente não seja o pai ou a mãe, também é preciso anexar o termo de tutela ou guarda;

– Comprovante de endereço;

– Foto de rosto (selfie) de quem vai tirar o CPF ou de seu responsável, segurando o documento de identidade aberto (frente e verso), onde deverá aparecer a fotografia e o número do documento legível;

– Título de eleitor (caso o contribuinte tenha).

A Receita Federal não informou qual o prazo para emissão do documento. Porém, após o número ser informado ao contribuinte, o cadastro para a solicitação do auxílio emergencial é feito na Caixa Econômica Federal.

Ou seja: pedir o CPF não inscreve a pessoa no auxílio emergencial, mas sem esse dado, não é possível participar do programa.

Regras para de receber o coronavoucher

Os pagamentos do coronavoucher estão previstos em três etapas, com a primeira delas nesta terça-feira, 14. As duas parcelas restantes do auxílio-emergencial serão creditadas entre os dias 27 e 30 deste mês e 26 e 29 de maio.

Além dos autônomos que não sejam cadastrados, receberão também o benefício parcela de trabalhadores cadastrados no Cadastro Único (CadÚnico) e integrantes do Bolsa Família.

Têm direito aos R$ 600 mensais do coronavoucher os trabalhadores autônomos que cumpram requisitos em relação a itens como renda e formalização de emprego.

+ Quais profissionais têm direito a receber o coronavoucher?

O que achou disso?

Média da classificação 3.6 / 5. Número de votos: 20

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

35 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite ñ entendi porque ñ fui comtemplada no supera rio , pois estou desempregada por motivo da pandemia e tomo varios remedios e so recebo o bolsa família no valor de 91reais, e ñ tenho condições pois sofro de depressão e tomo outros tipo de medicamentos e ñ recebo o auxílio, será porque ñ tenho direio o o ajuda do supera pois iri me ajudar muito desde ja agradeço a compreensão

    • Olá, Regina. Tudo bem?
      Você não foi contemplada pelo Supera Rio pois já recebe o Bolsa Família.
      De acordo com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, beneficiários do Bolsa Família ou de qualquer auxílio emergencial federal ou municipal não terão direito ao Supera Rio.

    • Olá, Janaíne. Tudo bem?
      Infelizmente, beneficiários do Bolsa Família ou de qualquer auxílio emergencial federal ou municipal não estão aptos a participar do Supera Rio.

  2. Recebo 300 reais de pensao alimentícia,faço uso de remédios controlados,e recebo 150nde auxilio.emergencial,então como posso sobreviver com esses valores uma vez minha mãe recebe 1 salário mínimo, tem 83 anos, e eu estou com 60 anos vou trabalhar em que?tbm com artrose nos joelhos?

  3. Olá boa tarde como faço pra saber se fui aprovada no supera rio?
    Não recebo nenhum benefício, fiquei desempregada no início da pandemia e sou gestante, sou mãe chefe de família tenho 3 filhos e meu auxílio foi cortado e não conseguir o bolsa família o supera rio iria me ajudar muito já que me encontro desempregada.

    • Olá, Shyrlley. Tudo bem?
      Você já fez a inscrição pelo site do Supera Rio? Se sim, a resposta virá pelo site ou pelo aplicativo do Programa.

  4. Preciso muito dessa ajuda estou passando por dificuldade tenho tres filhos e sou mãe solteira n recebo bolsa familia.

  5. Não estou trabalhando à 4 meses e tá no sistema do governo q estou meu cpf é 68860080720 não tenho renda tenho 61 anos tenho direito ao Superar Meu nome é Rosangela Moreira de Souza

  6. Ola
    Meu nome e janiely Costa leite,estou desempregada há um ano,não tenho renda
    Estou desempregada,moro de aluguel,tenho direito a o auxílio?

    • Olá, Janiely. Tudo bem?
      O governo não abriu para novas inscrições. O pagamento está sendo feito para quem já está cadastrado. Procure saber se você foi contemplada nos primeiros calendários.

  7. Olá bom dia
    Meu nome é Lucilene Fraga
    Estou desempregada a 9 meses não recebo benefícios nenhum do governo. Tenho dois filhos e sou mãe solteira 😒 . Mais não fui contemplada . Por que?

    • Olá, Lucilene. Tudo bem?
      A Defensoria Pública do Rio de Janeiro e o Governo do Estado criaram um canal para quem teve o pedido do Supera RJ negado. O recurso será analisado em sete dias.

      Isso pode ser feito por meio do aplicativo da Defensoria e da Central de Relacionamento com o Cidadão, no número 129.

    • Olá, Eliemar. Tudo bem?
      O Governo Federal não abriu para novos cadastros. Estão recebendo o benefício aqueles que já estão inscritos.

  8. Um horror desinformação e desrespeito com o cidadão!
    Já fiz o cadastro encontro desempregada e ainda n recebi nada.

  9. Boa noite
    Tenho cadastro Único Não trabalho, não recebo nenhum tipo de programa social ,assim que realizo o cadastro no Supera Rio recebo mensagem que fui contemplada ,quando é para chegada do cartão quando faço a pesquisa no site diz que não estou no cadastro único. isso ja aconteceu por três vezes.

  10. Boa noite
    Tenho cadastro Único estou desempregado ,tenho um filho ,não recebo nenhum tipo de programa social ,assim que realizo o cadastro no Supera Rio recebo mensagem que fui contemplado ,quando é para chegada do cartão faço a pesquisa no site diz que não estou no cadastro único ,sendo que estou cadastrado

  11. Boa tarde não fui aprovada pelo supera rj fui despensa Da na pandemia não recebo bolca família que até hj não fui aprovada não trabalho tenho uma filha de 3 anos gostaria de saber o amor que desde já agradeço.

    • Olá, Jacqueline! Tudo bem?
      Sentimos muito pela situação. Mas somente a Administração Estadual pode resolver o problema. Além de ligar para o Call Center (0800 071 7474), você pode abrir uma reclamação na ouvidoria do SuperaRJ pelo site https://superarj.rj.gov.br/ouvidoria . O prazo para resposta é de 30 dias.

  12. Meu nome e Jacqueline da Conceição Duarte estou desempregada morro com minha filha .de seis ano e não tenho renda nenhuma.esta muito difícil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui