Início Notícias Empreendedorismo Passo a passo para regularizar seu negócio

Passo a passo para regularizar seu negócio

0
(0)

Ter o próprio negócio é o sonho de muitos brasileiros, mas só em pensar nas etapas para abrir e regularizar seu negócio, alguns já começam a ter pesadelos. Além disso, para muitos, não é barato!

De acordo com uma pesquisa realizada pela Firjan, o custo médio de abertura de uma empresa é de R$ 2.038. Contudo, pode variar em até 274% entre os diferentes municípios do país.

Aliado a isso, a burocracia no Brasil, faz com que o processo de legalização de um negócio possa demorar até 152 dias.

Depois, o empresário terá, em alguns casos, despesas indiretas. Tais como aluguel, reforma do ponto comercial e honorários do contador.

Contudo, regularizar seu negócio tem suas vantagens. Veja como fazer o processo e usufuir das vantagens.

Como regularizar seu negócio?

O primeiro passo para regularizar seu negócio é estruturar um contrato social contendo a razão existencial do negócio e explicitando a participação societária.

Após isso, realize o Registro na Junta Comercial para oficializar o nascimento da empresa. Assim, você obtém o Cartão de CNPJ e o Número de Identificação do Registro da Empresa (NIRE).

Algumas empresas são isentas da Inscrição Estadual, utilizada para o recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Para saber qual é o seu caso, entre em contato com os órgãos responsáveis pelo assunto em seu estado.

O alvará de funcionamento é solicitado na Prefeitura Municipal para a liberação das atividades da empresa.

Além disso, você deve fazer o registro do negócio junto à Previdência Social. Por fim, solicitar o Aparato Fiscal à Prefeitura para que a empresa possa emitir notas fiscais e autenticar livros fiscais.

Vantagens de legalizar seu negócio

Após regularizar seu negócio, é possível que funcionários e sócios recolham valores relativos a direitos trabalhistas e tributários. Dessa forma, há o pagamento da contribuição mensal devida ao INSS.

Ou seja, colaboradores da organização são assegurados ao direito à previdência, evitando o ajuizamento de demandas trabalhistas e o pagamento de multas desnecessárias.

Regularizar seu negócio
Regularizar seu negócio é necessário para que ela exista, legalmente, e seja reconhecida

O registro também permite a regularização do número de CNPJ da empresa. Ele é um verdadeiro documento de identidade a ser utilizado na maioria das transações que ela realiza.

Por fim, estar regularizado e possuir CNPJ são os únicos meios hábeis de emissão de notas fiscais, condição que proporciona maior confiança na relação com fabricantes e fornecedores.

O que permite a oportunidades de conseguir empréstimos e financiamentos.

Afinal, bancos oferecem, por exemplo, linhas de crédito especiais para pequenas e médias empresas devidamente legalizadas, com taxas e juros diferenciados.

Cuidado com a falta de planejamento

O principal problema que os empresários de primeira viagem enfrentam é a falta de planejamento. É uma questão bastante ampla, que engloba praticamente todos os aspectos da empresa.

Qualquer um no comando de um negócio precisa saber qual é o seu público-alvo e o que fará para o atingir. Este deve ser um dos primeiros objetivos de quem pretende se tornar um empreendedor.

O planejamento financeiro empresarial também é fundamental porque é ele que vai definir quanto de crédito será necessário para:

  • gastos iniciais e mensais,
  • custos com pessoal e fornecedores,
  • margem de lucro esperada.

Nesse ponto, é importante destacar que quase todas as empresas, mesmo as de sucesso, demoram alguns anos para começarem a ser lucrativas.

Planejamento financeiro em mãos, a administração ocorre sem improvisos ou contratempos.

Basta que você siga seu plano, adequando-o quando necessário, de forma a usar o dinheiro de forma inteligente e tomando nota de cada transação.

Para ajudar na gestão do seu dinheiro, FinanceOne lista cinco sistemas de controle financeiro empresarial. Confira!

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Calendário auxílio emergencial: veja datas até final do ano

Se você está esperando o pagamento de alguma parcela, fique atento e veja o calendário auxílio emergencial da Caixa.

Como fica o 13º salário de quem teve jornada de trabalho reduzida?

O fim do ano chegou e com ele a época do pagamento do 13º salário também. Porém, durante 2020 ocorreram algumas mudanças...

O que esperar do mercado financeiro em 2021?

Tudo indica que 2021 seja menos turbulento para o mercado financeiro que este ano. Afinal, notícias indicam de que algumas vacinas para...

Como abrir conta digital para crianças? Confira 3 passos

Pensando no futuro das crianças, muitos responsáveis decidem criar uma reserva financeira para elas. Alguns, no entanto, não sabem que é possível...

Como é calculado o reajuste de aluguel? Confira!

Todo ano, os locatários são informados sobre o reajuste de aluguel. E, para não ficar no prejuízo, é essencial que você saiba...

Quais as barreiras para inclusão de negros no mercado financeiro?

"Não se aceitam pessoas de cor". Essa frase era bastante comum em anúncios de emprego até 1950, como descreve Abdias do Nascimento...