InícioCriptomoedaConfira o que são smartcoins e como funcionam

Confira o que são smartcoins e como funcionam

0
(0)

Quem acompanha o mercado de cripto ativos, com certeza se deparou com o termo smartcoins. Mas afinal de contas o que são? Qual o objetivo?

Estamos nos referindo às moedas por trás de plataformas de desenvolvimento descentralizadas. Basicamente esse termo se refere aos projetos de criptomoedas que tem como foco oferecer uma blockchain onde seja possível criar contratos inteligentes.

Isso significa dizer que as smart coins são as moedas por trás dos projetos de smart contracts.

Entre outras coisas, esses protocolos podem ser usados para validar transações de maneira automática. Na compra de um item como um NFT ou na negociação de um ativo descentralizado de DeFi não será preciso um “mediador”.

A própria rede valida e confirma as transações daquele acordo por meio do cruzamento de dados.

Essas moedas digitais têm apresentado valorização de quase 1.700% ao longo de 2021 no mercado de cripto, segundo o Mercado Bitcoin. A perspectiva de analistas é de que ofereçam bom retorno ao investidor a longo prazo.

O que são smart contracts?

Os smart contracts são contratos digitais autoexecutáveis que usam a tecnologia para garantir que os acordos firmados serão cumpridos.

Em outras palavras, podemos entender esses contratos inteligentes como códigos de programação que definem as regras estritas e as consequências.

Da mesma forma que um documento tradicional, estabelecendo obrigações, benefícios e penalidades devidas às partes em diferentes circunstâncias.

A diferença de um contrato tradicional é que o smart contract é digital, não pode ser perdido ou adulterado e é autoexecutável. Ou seja, ele garante a segurança da execução do acordo, usando, para isso, a tecnologia Blockchain.

Onde comprar onde comprar smartcoins?

Ao começar a se planejar para investir, sempre surge a dúvida sobre como abrir uma conta para smartcoins. Afinal, como transformar o dinheiro real em uma moeda virtual?

O primeiro passo é escolher uma corretora para abrir sua conta. Uma dica é pesquisar as principais corretoras do país e suas respectivas informações sobre porcentagem de variação, operações realizadas, valores e liquidez.

Depois de escolher sua corretora, entre no site e procure pelo campo para fazer seu cadastro. Contudo, lembre-se de sempre checar o site no qual você está navegando.

Afinal, existem cópias falsas dos sites originais que servem para passar golpes em quem está começando a investir em bitcoins, então verifique se você está navegando no lugar certo.

Feito isso, insira seus dados, seu e-mail, crie uma senha segura e aguarde a confirmação da criação da conta no seu e-mail. Esse costuma ser um procedimento padrão para checar se “você é você mesmo.”

+ Saiba como escolher uma exchange para compra de moedas digitais

Depois disso, você precisará enviar fotos de seus documentos pessoais, bem como fazer algumas selfies segurando tais documentos. Isso garantirá a sua segurança e a da corretora, para comprovar que de fato você é uma pessoa real e que está por trás daquele cadastro.

Por fim, as corretoras costumam oferecer opções para você aumentar a segurança da sua conta, como a verificação em duas etapas, palavras de segurança e afins. Ao acessar o seu painel de cadastro, navegue por lá e veja se tais opções estão disponíveis.

Lembre-se: essa conta é tão importante quanto a conta que você tem em seu banco. Quanto mais segura ela for, mais segurança seu dinheiro terá também.

Pronto! Após realizar esses passos simples você poderá começar a investir e guardar seus bitcoins.

diversas criptomoedas em cima de um celular e no fundo da imagem uma televisão
Smartcoins se tornaram as queridinhas dos investidores

Smartcoins promissoras

As smartcoins estão valorizando dia a dia e quanto antes você começar mais você tem a ganhar. Veja algumas das mais promissoras:

Shiba Inu (SHIB)

A Shiba Inu é uma moeda digital baseada em blockchain da rede ethereum. Ela tem 394,80 trilhões de moedas em circulação e com capitalização de US$17,23 bilhões, o token ocupa o 11º lugar no ranking por capitalização de mercado das criptomoedas.

Avalanche (AVAX)

A Avalanche é frequentemente comparada a rede Ethereum, já que oferece a mesma funcionalidade, permitindo a execução de contratos inteligentes e aplicativos descentralizados (dApps).

No entanto, a Avalanche visa realizar transações mais rápidas e com taxas mais baixas que seu concorrente.

+ Saiba como se prevenir de roubo de criptomoedas

Quant (QNT)

QNT é um token Ethereum utilizado para capacitar a marca Overledger da Quant Network de soluções de software empresarial, que visam unir blockchains públicos e redes privadas.

A Quant Network permite a criação de mDapps que permitem o funcionamento de aplicações descentralizadas em vários blockchains ao mesmo tempo.

Cosmos (ATOM)

Cosmos (ATOM) é uma criptomoeda que capacita um ecossistema de blockchains criados para expandir e interoperar entre si.

A equipa pretende “criar uma internet de blockchains, uma rede de blockchains capaz de comunicar entre si de forma descentralizada”. Cosmos é uma cadeia com prova de participação.

Solana (SOL)

Solana é uma rede blockchain que fornece aplicativos escaláveis com centenas de projetos em DeFi, NFTs, Web3, entre outros. Seus recursos são semelhantes ao Ethereum, porém mais focado em transações rápidas, de alto rendimento e taxas mais baixas.

Para isso, utiliza-se de um pacote de novas tecnologias, incluindo um novo método de verificação de transações chamado de Proof of History (PoH) ou prova de história.

Enquanto sistemas do Bitcoin (BTC), da Ethereum (ETH) e de muitos outros projetos, sofrem com problemas de escalabilidade e velocidade, o blockchain Solana é capaz de lidar com milhares de transações por segundo.

Atualmente o sistema Solana suporta cerca de 50.000 transações por segundo (TPS) e 400ms de tempos de bloco. A criptomoeda nativa da plataforma Solana é o SOL, usada para pagar taxas de transação e execução de programas na rede.

Ficou interessado em investir em smartcoins? Veja o nosso guia de criptomoedas para iniciantes: quais são e como funcionam as moedas digitais

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui