InícioNotíciasInvestimentosTesouro Direto 2021: conheça as novas modalidades para investir

Tesouro Direto 2021: conheça as novas modalidades para investir

0
(0)

O Tesouro Direto, título público de renda fixa emitido pelo Tesouro Nacional com rentabilidade diária, tem novas modalidades. São eles: Tesouro Prefixado 2024, Tesouro Selic 2024 e Tesouro Selic 2027.

Ambos substituem os papéis Tesouro Prefixado 2023 e Tesouro Selic 2025, que deixam de ser negociados. Para os investidores que já possuíam as aplicações descontinuadas não há mudanças: o resgate dos títulos funcionará como de costume.

Entre as principais diferenças das opções anteriores para as novas estão as datas de vencimento. O objetivo da mudança, no caso do Tesouro Selic, é reduzir o efeito de eventuais oscilações do mercado sobre os preços do título.

Além disso, de acordo com a XP Investimentos, os vencimentos distintos também afetam os ganhos com os investimentos.

“Títulos mais longos oferecem rentabilidades mais elevadas e vice-versa”, conta a XP.

Afinal, o efeito tem relação direta com o risco: ativos com prazos mais longos estão sujeitos a maiores oscilações de preço até o vencimento e, portanto, também apresentam mais risco.

+ CDB ou Tesouro Direto: qual o melhor para investir?

A modalidade atingiu em março deste ano a marca de 9.895.387 investidores. Nos últimos 12 meses, o número de investidores acumula alta de 60,6%. O total de investidores ativos (com operações em aberto) chegou a 1.470.448, aumento de 21,2% em 12 meses.

Novos títulos e vencimentos:

  • Tesouro Prefixado com vencimentos em 1º de março de 2023 e com vencimento em 1º de janeiro de 2026
  • Tesouro Prefixado com Juros Semestrais com vencimento em 1º de janeiro de 2031
  • Tesouro IPCA com vencimento em 15 de agosto de 2026
  • Tesouro IPCA com Juros Semestrais com vencimento em 15 de agosto de 2030, 15 de agosto de 2040 e 15 de maio de 2055

Como investir no Tesouro Direto?

O primeiro passo para investir no Tesouro Direto é abrir uma conta em uma instituição financeira, chamada de agente de custódia. Ela irá intermediar sua compra e venda de títulos.

Um ponto que merece destaque é que corretoras de valores normalmente cobram menos taxas por este serviço do que os bancos de varejo. Por isso, fique atento aos custos operacionais da instituição.

Depois solicite que a corretora faça o seu cadastramento na modalidade. Feito isso, escolha o título e valor do investimento.

Uma grande facilidade nesta etapa é o Orientador Financeiro oferecido no site do Tesouro Direto. Através dele você responde algumas perguntas sobre seus objetivos financeiros e é direcionado aos títulos que atendem melhor ao seu perfil.

Contudo, vale destacar que a rentabilidade contratada no momento do investimento em um título do Tesouro Direto está garantida para todos os investidores até a data do vencimento.

Tesouro Direto
É possível investir no Tesouro Direto no aplicativo criado pelo Tesouro Nacional

Diferenças entre os títulos 2024 e 2027

A diferença entre os títulos do Tesouro Direto com vencimentos em 2024 e 2027 é pequena. No entanto, o primeiro está menos sujeito aos efeitos da marcação a mercado diante das variações do ágio ou do deságio do Tesouro Selic.

As variações tendem a ser temporárias e de pequena magnitude. Entretanto, no Tesouro Selic 2024 podem ser aproximadamente 50% menores, quando comparadas com as variações do Tesouro Selic 2027.

O Tesouro Selic 2027 apresenta um retorno de aproximadamente 117% do CDI, enquanto o Tesouro Selic 2024 rende 108% do CDI.

Ficou interessado na modalidade? Veja um tutorial e dicas de como investir no Tesouro Direto

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui