Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

6 passos para diminuir a conta do celular

Escrito por: Rafael Massadar em 22 de janeiro de 2019

Diminuir a conta do celular é um passo importante para o controle do orçamento familiar. Afinal, gastos com telefonia móvel comprometem 7,5% da renda dos brasileiros.

Os dados são da a UIT (União Internacional de Telecomunicações), divulgados pela ONU (Organização das Nações Unidas). O Brasil ficou em 114º entre os 154 países participantes.

Para ter acesso a um pacote básico, o brasileiro gasta em média US$ 44,20. Apesar do comprometimento de renda não ser o maior entre os 154 países analisados, nenhum outro registrou uma despesa média acima da brasileira.

No índice geral, que compara o desenvolvimento em tecnologia da informação e comunicação, o Brasil ficou em 60º lugar, atrás de países como Argentina (47º), Chile (48º), Uruguai (49º) e Rússia (50º).

Ao mesmo tempo, obteve classificação melhor do que outros países emergentes, como China (73º) e Índia (118º).

diminuir a conta do celular

Brasileiro gasta um quarto do seu dia no celular

Levantamento da App Annie aponta que o brasileiro tem em média 80 aplicativos instalados no celular, mas mensalmente usa apenas 40. Portanto, fica evidente a necessidade de diminuir a conta do celular.

Afinal, em média, gastamos cerca de 200 minutos diários em aplicativos conectados à internet, como apps de mensagens e redes sociais. Esse dado representa 20 minutos a mais que a média global.

Ainda de acordo com o estudo, os aplicativos de finanças foram os principais destaques do mercado brasileiro nos últimos anos. O número de downloads desse tipo cresceu 200% entre 2015 e 2017.

Eles foram impulsionados principalmente pelos investimentos em tecnologia de empresas do setor bancário, bem como o crescimento de fintechs.

No entanto, em termos gerais, os aplicativos de mensagem instantânea, redes sociais e serviços de streaming ainda são os favoritos dos brasileiros.

No top 10 dos aplicativos mais usados no país estão WhatsApp, Facebook, Instagram, Uber, Waze, Netflix e Spotify.

Já a lista dos apps com que os brasileiros mais gastam é liderada pelo Netflix, seguida de aplicativos de relacionamento como Tinder e Happn, além de serviços como Spotify e PlayKids.

Como diminuir a conta do celular

1- Analise seu perfil consumidor

É muito importante analisar o seu perfil de consumo para diminuir a conta do celular.

Portanto, o primeiro passo é verificar o que você precisa em relação aos serviços de pacote de dados e minutos de ligação.

Ou seja, procure diminuir a conta do celular com planos que atendam à quantidade de internet e minutos que você necessita.

2 – Escolha a operadora ideal

Ao analisar o seu perfil de consumo você descobrirá para quais pessoas você liga com mais frequência. Assim, você saberá para quais operadoras de telefonia você mais liga.

Portanto, caso esses números sejam de uma operadora diferente da sua, considere fazer a portabilidade para esta outra operadora.

As ligações entre celulares de uma mesma operadora são mais baratas, e dependendo do plano, não têm custo, inclusive para ligações interurbanas.

3 – Compare planos família e planos individuais

Você pode contratar planos de celular para toda sua família ou dividir com seu parceiro. Esse tipo de serviço pode ser uma boa escolha para você.

Normalmente o plano com vários dependentes é mais barato por usuário do que planos individuais. Portanto, selecione quantas linhas você quer contratar.

Por fim, defina o consumo para cada uma. Assim, você receberá os melhores planos para o seu orçamento.

4 – Defina entre plano pré-pago, controle ou pós-pago

Todas as grandes operadoras do Brasil oferecem esses três tipos de planos. Você deve optar por um dos modelos na contratação do seu plano.

Compare os diferentes tipos de modelos para você escolher o melhor plano para você e consiga diminuir a conta do celular.

5 – Use aplicativos de comunicação

Uma boa opção para diminuir a conta do celular é fazer uso de aplicativos para envio de mensagens e ligações através da internet.

Existem diversos aplicativos, inclusive alguns permitem que você faça chamadas de vídeo, como o Skype e o WhatsApp, por exemplo.

Caso você esteja constantemente conectado a uma rede Wi-Fi, isso vai te ajudar a economizar bastante com as ligações e mensagens instantâneas.

6 – Use redes Wi-Fi

As redes Wi-Fi podem ser encontradas em muitos lugares, e são cada vez mais comuns. Até mesmo restaurantes e lojas oferecem este recurso a seus clientes.

No entanto, cuidado! Evite atividades de risco nessas redes, não faça compras online, não utilize nada que solicite dados financeiros, nem informações pessoais.

É por meio dessas redes sem senha que hackers roubam informações pessoais, como dados bancários e fotos armazenadas no smartphone ou em serviços na nuvem.

Rafael Massadar

Jornalista com experiência em redação com pós-graduação em Comunicação Empresarial e Transmídia. Atualmente trabalho como assessor de imprensa.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Leilões podem garantir até 60% de desconto na compra de um novo imóvel
coliving
Ter um seguro para a casa
transferir o financiamento do carro