Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasEconomiaEducadora financeira dá dicas para fazer o 13º salário render

    Educadora financeira dá dicas para fazer o 13º salário render

    5
    (1)

    A última parcela do 13º salário foi paga no dia 20 e, muitos brasileiros ainda não sabem qual é a melhor forma de utilizar este dinheiro. Até porque as possibilidades são inúmeras: comprar os presentes e produtos para a ceia de Natal, pagar as dívidas, investir, adiantar as contas de 2022.

    Publicidade

    E o que é unanimidade entre todos os trabalhadores é a necessidade de que o valor do 13º salário renda mais. Porém, muitos não sabem como fazer e nem se é possível esticar esse dinheiro.

    Vale ressaltar que o dinheiro recebido leva em consideração o período trabalhado no ano. Desta forma, quem trabalhou nos últimos 12 meses, por exemplo, terá direito ao vencimento integral. 

    E é claro que com esse ganho a mais, é comum que muitas pessoas tenham dúvidas sobre como usar esse dinheiro. 

    13º salário precisa estar planejado junto com o seu orçamento mensal

    Para te ajudar a descobrir o que é melhor fazer com o dinheiro do 13º salário, conversamos com a educadora financeira Aline Soaper, idealizadora do Instituto Soaper. Para a especialista, o uso do 13º salário deve ser planejado, assim como todo orçamento de uma família. 

    Além disso, é importante ressaltar que o dinheiro pago neste mês pode sofrer os descontos de um salário normal. Por isso, o valor tende a ser menor do que o que foi pago ainda em novembro, na primeira parcela.

    Publicidade

    + Como usar bem o 13º salário? Confira as dicas do Sicredi

    E de acordo com a Aline Soaper, para utilizar o dinheiro de forma consciente, o trabalhador precisa estar ciente sobre a sua situação familiar. 

    “Se existe uma dívida, é preciso usar parte do 13º para pagar de forma parcial ou integral essa conta”, explica Soaper. 

    4 dicas para fazer o 13º salário render

    Fazer o 13º salário render não costuma ser uma tarefa fácil, ainda mais porque ele chega em um momento com muitas festas e contas a pagar. Mas quem consegue prolongá-lo se dá bem.

    Por isso, a especialista lista algumas dicas para ajudar você que deseja ter o seu dinheiro do 13º salário por mais tempo. Veja a seguir!

    Publicidade
    carteira em cima de notas de cinquenta e dez reais com algumas moedas ao lado
    Para usar o 13º salário de forma inteligente é preciso fazer um planejamento

    Não misture com as despesas de dezembro e janeiro

    Pelo fato de chegar em um período com muitos gastos, muita gente usa o 13º salário no próprio mês de dezembro. E quem não usa, gasta em janeiro com as dívidas que ficaram das comemorações.

    A primeira dica é não misturar o valor do benefício com as suas despesas deste mês e do próximo.

    Além disso, você pode ficar tentado a gastar o valor com IPVA e matrícula escolar. Se quiser fazer render, tente deixar o valor separado e se organizar com o que já recebe normalmente.

    Se não der para separar tudo, tente fazer isso com pelo menos uma parte.

    “Quem não possui dívidas pode separar uma parte do 13º para o consumo em geral, como festas de fim de ano e presentes, por exemplo. Mas é importante guardar uma parte do dinheiro para aqueles gastos maiores de início de ano, como IPVA, IPTU e mensalidades escolares, que são sempre gastos extras e que devem ser considerados”, conta Aline Soaper.

    Crie um planejamento

    É muito difícil ter controle financeiro sem a ajuda de um planejamento. Por isso, se você deseja fazer o seu 13º render, comece a se organizar para não se perder e ter as suas finanças fora de controle.

    Publicidade

    Muita gente, segundo a especialista, erra ao usar o 13º sem planejamento. Ela conta que as pessoas recebem e gastam tudo de uma vez, sendo assim, não conseguem fazer render.

    “É sempre importante priorizar um sonho, um investimento, as contas extras de início de ano. Por isso, o planejamento financeiro é fundamental para usar esse valor de forma consciente”, diz a educadora financeira.

    Invista o dinheiro

    Você já pensou em entrar no mundo dos investimentos? Essa pode ser a oportunidade de se tornar um investidor iniciante e aplicar o dinheiro do 13º salário ou uma parte dele.

    “Cerca de 10% a 15% já podem ser investidos em modelos como o CDB, que são investimentos simples e estão disponíveis na maioria dos bancos. Já aqueles que querem arriscar um pouco mais podem comprar ações de baixo valor na Bolsa de Valores. Separar uma parte e já começar é um grande passo.”

    Vá devagar!

    Tem muita gente entrando no mercado financeiro e começando a investir, mas também tem muita gente saindo. Sabe por quê? A expectativa de um retorno imediato acaba desanimando e até mesmo a forma agressiva como algumas pessoas começam.

    + Entenda se o trabalho home office pode diminuir 13º salário

    De acordo com a especialista, é preciso ir devagar. Além disso, com uma mentalidade totalmente de iniciante. 

    É possível ter retorno investindo pouco, mas você também precisa ter calma e paciência, assim como também é possível ter bastante sucesso a longo prazo.

    “Quem recebe esse valor e não está endividado também pode investir. Nesse caso, com apenas R$50 já é possível aplicar no Tesouro Direto e começar a investir de forma segura”, finaliza a educadora.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe as dicas com um amigo que precisa de ajuda para gastar o dinheiro do 13º salário.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasEconomiaEducadora financeira dá dicas para fazer o 13º salário render

    Educadora financeira dá dicas para fazer o 13º salário render

    5
    (1)

    A última parcela do 13º salário foi paga no dia 20 e, muitos brasileiros ainda não sabem qual é a melhor forma de utilizar este dinheiro. Até porque as possibilidades são inúmeras: comprar os presentes e produtos para a ceia de Natal, pagar as dívidas, investir, adiantar as contas de 2022.

    Publicidade

    E o que é unanimidade entre todos os trabalhadores é a necessidade de que o valor do 13º salário renda mais. Porém, muitos não sabem como fazer e nem se é possível esticar esse dinheiro.

    Vale ressaltar que o dinheiro recebido leva em consideração o período trabalhado no ano. Desta forma, quem trabalhou nos últimos 12 meses, por exemplo, terá direito ao vencimento integral. 

    E é claro que com esse ganho a mais, é comum que muitas pessoas tenham dúvidas sobre como usar esse dinheiro. 

    13º salário precisa estar planejado junto com o seu orçamento mensal

    Para te ajudar a descobrir o que é melhor fazer com o dinheiro do 13º salário, conversamos com a educadora financeira Aline Soaper, idealizadora do Instituto Soaper. Para a especialista, o uso do 13º salário deve ser planejado, assim como todo orçamento de uma família. 

    Além disso, é importante ressaltar que o dinheiro pago neste mês pode sofrer os descontos de um salário normal. Por isso, o valor tende a ser menor do que o que foi pago ainda em novembro, na primeira parcela.

    Publicidade

    + Como usar bem o 13º salário? Confira as dicas do Sicredi

    E de acordo com a Aline Soaper, para utilizar o dinheiro de forma consciente, o trabalhador precisa estar ciente sobre a sua situação familiar. 

    “Se existe uma dívida, é preciso usar parte do 13º para pagar de forma parcial ou integral essa conta”, explica Soaper. 

    4 dicas para fazer o 13º salário render

    Fazer o 13º salário render não costuma ser uma tarefa fácil, ainda mais porque ele chega em um momento com muitas festas e contas a pagar. Mas quem consegue prolongá-lo se dá bem.

    Por isso, a especialista lista algumas dicas para ajudar você que deseja ter o seu dinheiro do 13º salário por mais tempo. Veja a seguir!

    Publicidade
    carteira em cima de notas de cinquenta e dez reais com algumas moedas ao lado
    Para usar o 13º salário de forma inteligente é preciso fazer um planejamento

    Não misture com as despesas de dezembro e janeiro

    Pelo fato de chegar em um período com muitos gastos, muita gente usa o 13º salário no próprio mês de dezembro. E quem não usa, gasta em janeiro com as dívidas que ficaram das comemorações.

    A primeira dica é não misturar o valor do benefício com as suas despesas deste mês e do próximo.

    Além disso, você pode ficar tentado a gastar o valor com IPVA e matrícula escolar. Se quiser fazer render, tente deixar o valor separado e se organizar com o que já recebe normalmente.

    Se não der para separar tudo, tente fazer isso com pelo menos uma parte.

    “Quem não possui dívidas pode separar uma parte do 13º para o consumo em geral, como festas de fim de ano e presentes, por exemplo. Mas é importante guardar uma parte do dinheiro para aqueles gastos maiores de início de ano, como IPVA, IPTU e mensalidades escolares, que são sempre gastos extras e que devem ser considerados”, conta Aline Soaper.

    Crie um planejamento

    É muito difícil ter controle financeiro sem a ajuda de um planejamento. Por isso, se você deseja fazer o seu 13º render, comece a se organizar para não se perder e ter as suas finanças fora de controle.

    Publicidade

    Muita gente, segundo a especialista, erra ao usar o 13º sem planejamento. Ela conta que as pessoas recebem e gastam tudo de uma vez, sendo assim, não conseguem fazer render.

    “É sempre importante priorizar um sonho, um investimento, as contas extras de início de ano. Por isso, o planejamento financeiro é fundamental para usar esse valor de forma consciente”, diz a educadora financeira.

    Invista o dinheiro

    Você já pensou em entrar no mundo dos investimentos? Essa pode ser a oportunidade de se tornar um investidor iniciante e aplicar o dinheiro do 13º salário ou uma parte dele.

    “Cerca de 10% a 15% já podem ser investidos em modelos como o CDB, que são investimentos simples e estão disponíveis na maioria dos bancos. Já aqueles que querem arriscar um pouco mais podem comprar ações de baixo valor na Bolsa de Valores. Separar uma parte e já começar é um grande passo.”

    Vá devagar!

    Tem muita gente entrando no mercado financeiro e começando a investir, mas também tem muita gente saindo. Sabe por quê? A expectativa de um retorno imediato acaba desanimando e até mesmo a forma agressiva como algumas pessoas começam.

    + Entenda se o trabalho home office pode diminuir 13º salário

    De acordo com a especialista, é preciso ir devagar. Além disso, com uma mentalidade totalmente de iniciante. 

    É possível ter retorno investindo pouco, mas você também precisa ter calma e paciência, assim como também é possível ter bastante sucesso a longo prazo.

    “Quem recebe esse valor e não está endividado também pode investir. Nesse caso, com apenas R$50 já é possível aplicar no Tesouro Direto e começar a investir de forma segura”, finaliza a educadora.

    Gostou do conteúdo? Então compartilhe as dicas com um amigo que precisa de ajuda para gastar o dinheiro do 13º salário.

    O que achou disso?

    Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?