Confira 6 opções de investimentos para iniciantes

0
2359
notas de dinheiro
0
(0)

Vai começar a investir? Saiba quais são às seis melhores opções de investimentos para iniciantes. Antes, considere que a primeira coisa para começar um investimento é entender qual é o seu perfil de investidor e também o quanto você está disposto a investir. Ou seja, quanto por mês você pretende investir.

Anúncios

Ter um controle das suas finanças é o primeiro grande passo que você deve ter. Assim saberá o quanto ganha, o quanto gasta e o quanto sobra para investir. O segundo passo é estabelecer metas. Portanto, estabeleça planos a curto, médio e curto prazo.

Fique longe também de atalhos, dicas “quentes” ou “segredos infalíveis” para obter sucesso no mercado de ações.

Anúncios

Tais promessas consumirão seu tempo e dinheiro, sem gerar nenhum retorno positivo para sua carteira de ações. Por fim, lembre-se que um investidor sério jamais investe seu dinheiro no que desconhece.

A seguir, confira os seis tipos de investimentos que separamos para quem está iniciando neste universo.

Quer começar a investir? Veja os 6 investimentos para iniciantes

1 – Tesouro Direto

Único título público da lista, tem como objetivo financiar investimentos do Governo Federal em diversas áreas, como saúde, educação e infraestrutura.

Anúncios

No Tesouro Direto o investidor compra títulos da dívida pública e após um prazo recebe uma rentabilidade específica.

O Tesouro Direto é um dos investimentos mais seguros do mercado. Cada título dele apresenta um prazo e uma rentabilidade específicos, que podem ser pré ou pós-fixados.

A compra mínima precisa ser equivalente a 1% do valor de um título, desde que também respeite o valor mínimo de R$30.

+ Rentabilidade no Tesouro Direto: saiba como calcular

2 – Fundos de investimento

Geralmente, são um dos melhores investimentos para iniciantes. Isso porque a gestora é a responsável por buscar as melhores aplicações.

No entanto, é preciso tomar cuidado ao aplicar direto com os bancos. Para realizar essas atividades, eles cobram taxas que podem acabar sendo altas.

+ Veja os 6 investimentos para começar com apenas 100 reais

Notas de dinheiros de diferentes valores
Confira agora mesmo seis tipos de Investimentos para iniciantes

3 – Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Boa alternativa para iniciantes. O CDB é um título que os bancos emitem para captar dinheiro para financiar suas atividades de crédito.

Ou seja, você realiza uma espécie de empréstimo para o banco e em troca recebe uma rentabilidade diária.

Com prazos de resgate variados e investimento mínimo em torno de R$1.000, esse é um investimento de baixo risco.

O CDB pode ser pré-fixado (juros estabelecidos no momento do investimento) ou pós-fixado (valores baseados em taxa de juros e inflação).

4 – Letra de Crédito do Agronegócio (LCA)

É feita em títulos de crédito voltados para o agronegócio.

Na prática, o investidor empresta um valor para uma instituição financeira, que o destina para a realização de empréstimos no setor agropecuário.

Em troca desse empréstimo do investidor, o banco se compromete em contrato a pagar juros sobre o valor total em um prazo determinado. Essa é uma aplicação de boa rentabilidade e baixo risco.

5 – Letra de Câmbio

A Letra de Câmbio, também conhecida como LC, também é um investimento de renda fixa. Nesse caso, porém, são as financeiras que emitem esses títulos.

Funciona assim: o investidor empresta o dinheiro que será usado para contratos de financiamento, recebendo, em troca, o pagamento de juros em cima do que foi aplicado.

A rentabilidade do LC é, geralmente, representada pela porcentagem do CDI, mas há outras alternativas com taxas físicas.

Os valores mínimos para aplicação em LC variam, mas costumam ser em torno de R$1 mil na maioria das instituições.

6 – Fundos imobiliários

Os fundos imobiliários, ou FIIs, são uma categoria dos fundos de investimentos, mas com o diferencial de que os recursos são aplicados somente no setor imobiliário.

Quanto maior a Selic, maior o custo da oportunidade para investir em FIIs.

Desse modo, considerando uma elevação da Selic, surgem ótimas oportunidades para investir nesses ativos por preços atrativos.

Carteira de investimentos: como montar a sua

Montar uma carteira de investimentos é fundamental para qualquer investidor, mesmo que você seja iniciante. Isso porque a variedade de investimentos reduz o risco de prejuízos, uma vez que o comportamento do mercado financeiro é imprevisível.

Ou seja, ao diversificar os investimentos você fica ainda mais preparado para qualquer tipo de cenário. Os possíveis maus resultados de uma aplicação, por exemplo, poderão ser compensados pelo bom desempenho de outros.

Contudo, ao decidir montar uma carteira de investimentos é necessário descobrir qual é o seu tipo de perfil de investidor.

Em seguida, após identificar o perfil e traçar os prazos para realizar os investimentos, é hora de colocar a mão na massa e montar a sua carteira. Por isso, confira aqui dicas de como conseguir montar e definir uma carteira de investimentos.

Quer continuar por dentro de todas as atualizações sobre finanças? Então assine a nossa newsletter e receba, diretamente em seu e-mail, todas as novidades do mercado.

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui