Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças Pessoais53% pretendem usar o 13º salário para pagar dívidas

    53% pretendem usar o 13º salário para pagar dívidas

    1
    (1)

    A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe um cenário de retração econômica e aumento do número de brasileiros desempregados. Uma consequência disso é a dificuldade da população em pagar as dívidas.

    Publicidade

    Em meio a crise, o 13º salário que as empresas pagam aos trabalhadores brasileiros pode ser um respiro. Isso porque eles podem utilizar o dinheiro para pagar as dívidas que estão atrasadas.

    De acordo com uma pesquisa realizada pela Super Digital, 53% dos brasileiros das classes C e D pretendem utilizar o 13º salário para pagar dívidas atrasadas.

    Além disso, 27% dos entrevistados pretendem poupar o dinheiro, enquanto 24% usaram para fazer as compras de Natal e 3% vão viajar. Somente 2% dos brasileiros já utilizaram o salário durante a Black Friday.

    5 dicas para você usar o seu 13º salário bem

    Se você não precisa pagar dívidas ou já pagou e sobrou dinheiro do seu 13º salário, mas não sabe o que fazer com ele, o FinanceOne pode te ajudar. Separamos uma lista com diversas dicas. Confira!

    1) Quite as dívidas

    Na pesquisa da Super Digital, 53% da população brasileira informou que iria utilizar o 13º para pagar dívidas. Mas como escolher qual você deve quitar primeiro? Avalie quais são as contas que têm os juros mais altos e dê prioridade a elas.

    Publicidade

    Lembre-se que o 13º salário é considerado um alívio financeiro que muitos aguardam para pagar as dívidas. E é melhor quitar logo as pendências do que lidar com os juros do cartão de crédito e do cheque especial, os mais altos.

    Se esse for o seu caso, aproveite para diminuir as compras de final de ano e começar o ano novo no azul. Evite contrair mais dívidas ao longo do ano de 2021.

    2) Pense nos gastos do início do ano

    O início do ano traz diversos gastos, como é o caso do IPTU, IPVA, renovação da escola e material escolar. Só de pensar em tudo isso já cansa, certo? 

    Por isso, é importante que você guarde uma parte do seu 13º salário para essa época do ano. Lembre-se que o IPTU normalmente é cobrado a partir de janeiro, assim como o IPVA.

    Melhorar o orçamento familiar
    Uma dica para usar o 13º salário de forma corretar é pagar dívidas

    Uma dica é reservar um valor para pagar essas contas à vista. Dessa forma, é possível conseguir descontos e não comprometer o orçamento familiar do primeiro trimestre.

    Publicidade

    3) Priorize pagamentos à vista

    Sempre dê preferência aos pagamentos de dívidas à vista, pois o custo benefício deve ser muito maior. Caso o seu 13º permita, escolha quitar uma dívida por completo e não parcelá-la.

    Em muitos casos, o pagamento à vista pode lhe proporcionar descontos e o parcelamento poderá criar ainda mais margem para juros e tarifas adicionais.

    4) Faça uma reserva

    Além disso, receber o 13º não é sinal de liberdade financeira para você fazer o que quiser sem pensar no amanhã. Pelo contrário.

    Sempre que possível, faça uma reserva financeira desse valor ou parte dele para não ficar no vermelho.

    Utilizar o pagamento apenas para quitar dívidas é um erro. Realizar para esse fim é uma opção, desde que você realize uma reserva, pensando em eventuais emergências.

    Publicidade

    Parte deste valor pode e deve ser destinada a aplicações e outros tipos de investimentos. Além de pensar em casos eventuais como problemas mecânicos, problemas de saúde, necessidades financeiras de algum parente ou amigo próximo e entre outros.

    5) Lembre-se dos descontos

    Além de todas essas dicas, é muito importante não deixar de levar em consideração que sobre o 13º salário também incidem descontos, como Imposto de Renda e INSS. Por isso, pense nessa despesa a menos quando for planejar seus gastos e cuidado com o excesso.

    Este conteúdo te ajudou? Então compartilhe com outras pessoas para que elas também possam saber como usar o 13º salário para pagar as dívidas.

    O que achou disso?

    Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Mateus Carvalho
    Mateus Carvalho
    Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças Pessoais53% pretendem usar o 13º salário para pagar dívidas

    53% pretendem usar o 13º salário para pagar dívidas

    1
    (1)

    A pandemia causada pelo novo coronavírus trouxe um cenário de retração econômica e aumento do número de brasileiros desempregados. Uma consequência disso é a dificuldade da população em pagar as dívidas.

    Publicidade

    Em meio a crise, o 13º salário que as empresas pagam aos trabalhadores brasileiros pode ser um respiro. Isso porque eles podem utilizar o dinheiro para pagar as dívidas que estão atrasadas.

    De acordo com uma pesquisa realizada pela Super Digital, 53% dos brasileiros das classes C e D pretendem utilizar o 13º salário para pagar dívidas atrasadas.

    Além disso, 27% dos entrevistados pretendem poupar o dinheiro, enquanto 24% usaram para fazer as compras de Natal e 3% vão viajar. Somente 2% dos brasileiros já utilizaram o salário durante a Black Friday.

    5 dicas para você usar o seu 13º salário bem

    Se você não precisa pagar dívidas ou já pagou e sobrou dinheiro do seu 13º salário, mas não sabe o que fazer com ele, o FinanceOne pode te ajudar. Separamos uma lista com diversas dicas. Confira!

    1) Quite as dívidas

    Na pesquisa da Super Digital, 53% da população brasileira informou que iria utilizar o 13º para pagar dívidas. Mas como escolher qual você deve quitar primeiro? Avalie quais são as contas que têm os juros mais altos e dê prioridade a elas.

    Publicidade

    Lembre-se que o 13º salário é considerado um alívio financeiro que muitos aguardam para pagar as dívidas. E é melhor quitar logo as pendências do que lidar com os juros do cartão de crédito e do cheque especial, os mais altos.

    Se esse for o seu caso, aproveite para diminuir as compras de final de ano e começar o ano novo no azul. Evite contrair mais dívidas ao longo do ano de 2021.

    2) Pense nos gastos do início do ano

    O início do ano traz diversos gastos, como é o caso do IPTU, IPVA, renovação da escola e material escolar. Só de pensar em tudo isso já cansa, certo? 

    Por isso, é importante que você guarde uma parte do seu 13º salário para essa época do ano. Lembre-se que o IPTU normalmente é cobrado a partir de janeiro, assim como o IPVA.

    Melhorar o orçamento familiar
    Uma dica para usar o 13º salário de forma corretar é pagar dívidas

    Uma dica é reservar um valor para pagar essas contas à vista. Dessa forma, é possível conseguir descontos e não comprometer o orçamento familiar do primeiro trimestre.

    Publicidade

    3) Priorize pagamentos à vista

    Sempre dê preferência aos pagamentos de dívidas à vista, pois o custo benefício deve ser muito maior. Caso o seu 13º permita, escolha quitar uma dívida por completo e não parcelá-la.

    Em muitos casos, o pagamento à vista pode lhe proporcionar descontos e o parcelamento poderá criar ainda mais margem para juros e tarifas adicionais.

    4) Faça uma reserva

    Além disso, receber o 13º não é sinal de liberdade financeira para você fazer o que quiser sem pensar no amanhã. Pelo contrário.

    Sempre que possível, faça uma reserva financeira desse valor ou parte dele para não ficar no vermelho.

    Utilizar o pagamento apenas para quitar dívidas é um erro. Realizar para esse fim é uma opção, desde que você realize uma reserva, pensando em eventuais emergências.

    Publicidade

    Parte deste valor pode e deve ser destinada a aplicações e outros tipos de investimentos. Além de pensar em casos eventuais como problemas mecânicos, problemas de saúde, necessidades financeiras de algum parente ou amigo próximo e entre outros.

    5) Lembre-se dos descontos

    Além de todas essas dicas, é muito importante não deixar de levar em consideração que sobre o 13º salário também incidem descontos, como Imposto de Renda e INSS. Por isso, pense nessa despesa a menos quando for planejar seus gastos e cuidado com o excesso.

    Este conteúdo te ajudou? Então compartilhe com outras pessoas para que elas também possam saber como usar o 13º salário para pagar as dívidas.

    O que achou disso?

    Média da classificação 1 / 5. Número de votos: 1

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?