Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisBoleto chegou depois do vencimento: o que fazer? Descubra!

    Boleto chegou depois do vencimento: o que fazer? Descubra!

    0
    (0)

    Para que o cliente consiga receber a fatura com antecedência e, com isso, pagar antes do vencimento, é preciso que as empresas se programem para emitir o boleto bancário em tempo suficiente. Mas nem sempre isso acontece. E uma das dúvidas que surgem é: o que fazer se o boleto chegou depois do vencimento? É necessário pagar multa de atraso?

    Se você tem dúvidas sobre esse assunto, continue a leitura deste texto para saber o que é necessário fazer nesses casos. Boa leitura!

    Boleto atrasado: o que fazer?

    Primeiro de tudo é bom lembrarmos que há diversas formas de conseguir efetuar o pagamento de um boleto bancário atualmente. É possível, por exemplo, pagar a conta através dos aplicativos dos bancos, Internet Banking etc.

    Ou seja, caso você tenha uma conta a pagar, você pode efetuar o pagamento diretamente nos aplicativos bancários somente com o código de barras, por exemplo.

    O pagamento em dia das contas, inclusive, evita que seu nome vá parar no SPC ou Serasa. Ou que se eu score abaixe perdendo crédito no mercado financeiro.

    Caso você perceba que o seu boleto está perto de vencer, mas ele ainda não chegou, ligue para a empresa e registre sua reclamação. Além disso, faça o pedido do boleto bancário. Isso evita algumas complicações, incluindo uma possível ação judicial da empresa.

    Além disso, é através da ligação cobrando o boleto que o consumidor pode provar que solicitou o documento, mas ele não foi enviado.

    + Saiba por quanto tempo é preciso guardar boletos pagos

    Podem cobrar juros de um boleto não enviado?

    O Código de Defesa do Consumidor, no art 39, diz que: se o boleto não chegar na residência do consumidor, ou se chegar depois da data de vencimento, o consumidor não é obrigado a pagar juros ou multa pelo atraso.

    Contudo, como falamos acima, é essencial que você documente esse atraso junto com a empresa, além de perguntar se há outra forma para quitar o boleto.

    Se o problema for eventual, o Idec recomenda que o consumidor contate o fornecedor e pergunte se há outras formas de pagamento, como a emissão de segunda via do boleto pela internet, depósito bancário etc. Assim, é possível evitar ficar em débito com a empresa.

    Agora, se a falha for recorrente, é importante que o consumidor identifique a fonte do problema: se é com os Correios, com a distribuição de correspondências no condomínio ou com o fornecedor.

    pessoa arrumando documentos
    Saiba o que fazer se o boleto chegou depois vencimento

    Conheça os 3 tipos de boletos bancários e suas diferenças

    Agora que você já sabe o que fazer caso o boleto bancário atrase, que tal conhecer os 3 tipos de boletos? É importante saber quais são os modelos, pois muitas empresas disponibilizam essa forma de pagamento.

    Boleto com registro

    Esse tipo de documento é usado tanto por pessoas físicas como jurídicas para a cobrança de seus clientes. Como o próprio nome sugere, o boleto com registro é comunicado ao banco e vinculado ao CPF ou CNPJ de quem está emitindo o documento.

    Boleto em carnê

    O boleto em carnê é uma série de boletos que cobram uma compra parcelada ou um serviço mensal, por exemplo.

    É ótimo para pequenas empresas que desejam oferecer o parcelamento de produtos mais caros aos clientes que não possuem conta em banco.

    Além disso, também é possível oferecer esse tipo de boleto para cobranças mensais, como pagamentos de escolas, academias ou cursos. De forma geral, os boletos em carnê são emitidos para 12 meses.

    + Como atualizar um boleto vencido em cada banco

    Boleto recorrente

    Esse tipo de boleto é utilizado no caso de cobranças recorrentes, o que exige a sua geração de forma automática. Ou seja, o boleto recorrente é gerado de forma automática durante um período estipulado entre consumidor e vendedor, podendo ser bimestral, semestral ou anual.

    Curtiu este texto? Assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos sobre o assunto em primeira mão e diretamente no seu e-mail.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Camila Miranda
    Camila Miranda
    Nascida na Zona Oeste do Rio, me divido entre jornalismo e marketing digital. Com três anos de experiência em Comunicação, já trabalhei em redação de jornal impresso, webjornalismo e assessoria de imprensa. Hoje, faço gestão de mídias sociais e produção de conteúdo. Amo assuntos sobre as áreas cultural e política. Reclamo do transporte público.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisBoleto chegou depois do vencimento: o que fazer? Descubra!

    Boleto chegou depois do vencimento: o que fazer? Descubra!

    0
    (0)

    Para que o cliente consiga receber a fatura com antecedência e, com isso, pagar antes do vencimento, é preciso que as empresas se programem para emitir o boleto bancário em tempo suficiente. Mas nem sempre isso acontece. E uma das dúvidas que surgem é: o que fazer se o boleto chegou depois do vencimento? É necessário pagar multa de atraso?

    Se você tem dúvidas sobre esse assunto, continue a leitura deste texto para saber o que é necessário fazer nesses casos. Boa leitura!

    Boleto atrasado: o que fazer?

    Primeiro de tudo é bom lembrarmos que há diversas formas de conseguir efetuar o pagamento de um boleto bancário atualmente. É possível, por exemplo, pagar a conta através dos aplicativos dos bancos, Internet Banking etc.

    Ou seja, caso você tenha uma conta a pagar, você pode efetuar o pagamento diretamente nos aplicativos bancários somente com o código de barras, por exemplo.

    O pagamento em dia das contas, inclusive, evita que seu nome vá parar no SPC ou Serasa. Ou que se eu score abaixe perdendo crédito no mercado financeiro.

    Caso você perceba que o seu boleto está perto de vencer, mas ele ainda não chegou, ligue para a empresa e registre sua reclamação. Além disso, faça o pedido do boleto bancário. Isso evita algumas complicações, incluindo uma possível ação judicial da empresa.

    Além disso, é através da ligação cobrando o boleto que o consumidor pode provar que solicitou o documento, mas ele não foi enviado.

    + Saiba por quanto tempo é preciso guardar boletos pagos

    Podem cobrar juros de um boleto não enviado?

    O Código de Defesa do Consumidor, no art 39, diz que: se o boleto não chegar na residência do consumidor, ou se chegar depois da data de vencimento, o consumidor não é obrigado a pagar juros ou multa pelo atraso.

    Contudo, como falamos acima, é essencial que você documente esse atraso junto com a empresa, além de perguntar se há outra forma para quitar o boleto.

    Se o problema for eventual, o Idec recomenda que o consumidor contate o fornecedor e pergunte se há outras formas de pagamento, como a emissão de segunda via do boleto pela internet, depósito bancário etc. Assim, é possível evitar ficar em débito com a empresa.

    Agora, se a falha for recorrente, é importante que o consumidor identifique a fonte do problema: se é com os Correios, com a distribuição de correspondências no condomínio ou com o fornecedor.

    pessoa arrumando documentos
    Saiba o que fazer se o boleto chegou depois vencimento

    Conheça os 3 tipos de boletos bancários e suas diferenças

    Agora que você já sabe o que fazer caso o boleto bancário atrase, que tal conhecer os 3 tipos de boletos? É importante saber quais são os modelos, pois muitas empresas disponibilizam essa forma de pagamento.

    Boleto com registro

    Esse tipo de documento é usado tanto por pessoas físicas como jurídicas para a cobrança de seus clientes. Como o próprio nome sugere, o boleto com registro é comunicado ao banco e vinculado ao CPF ou CNPJ de quem está emitindo o documento.

    Boleto em carnê

    O boleto em carnê é uma série de boletos que cobram uma compra parcelada ou um serviço mensal, por exemplo.

    É ótimo para pequenas empresas que desejam oferecer o parcelamento de produtos mais caros aos clientes que não possuem conta em banco.

    Além disso, também é possível oferecer esse tipo de boleto para cobranças mensais, como pagamentos de escolas, academias ou cursos. De forma geral, os boletos em carnê são emitidos para 12 meses.

    + Como atualizar um boleto vencido em cada banco

    Boleto recorrente

    Esse tipo de boleto é utilizado no caso de cobranças recorrentes, o que exige a sua geração de forma automática. Ou seja, o boleto recorrente é gerado de forma automática durante um período estipulado entre consumidor e vendedor, podendo ser bimestral, semestral ou anual.

    Curtiu este texto? Assine a nossa newsletter e receba outros conteúdos sobre o assunto em primeira mão e diretamente no seu e-mail.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?