Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Caixa vai dar descontos de até 90% para renegociar dívidas

Escrito por: Bruna Somma em 29 de maio de 2019

O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou um novo programa de renogociação de dívidas com o banco.

De acordo com ele, cerca de 3 milhões de clientes em atraso poderão rever suas contas com desconto de até 90%.

Para participar do programa “Você no Azul”, é preciso ser um correntista com renda de até cinco salários mínimos.

A meta é que os inadimplentes possam tomar empréstimos consignados com taxas reduzidas entre 2% e 3% ao mês.

A Caixa lançou o projeto na terça-feira, 28 de maio. Guimarães acredita que ajudará a estimular e reativar a economia brasileira.

“Com os descontos, a maioria das dívidas chegará a R$2 mil. A pessoa que está pagando 10% de juros ao mês poderá pagar juros de 2%”, disse Guimarães, durante reunião no Ministério da Economia.

Ele também destacou que o programa deverá recuperar, pelo menos, R$1 bilhão de um estoque total de débitos. O que está estimado em R$4 bilhões.

Caixa Econômica lança programa para renegociar dívidas
Caixa Econômica lança programa para renegociar dívidas (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Para o presidente da Caixa, a ação resgata parte dos débitos. Assim como tem a vantagem de diminuir o prejuízo do banco e permitir a retomada do crédito.

“São 300 mil pequenas empresas e 2,6 milhões de pessoas [físicas] que poderão renegociar as dívidas. Todos estão negativados. Esses recursos já estão lançados como prejuízo, fora do balanço. Essas pessoas estão à margem, e poderemos voltar a oferecer crédito, como o consignado.”

No papel de inadimplentes, tais pessoas físicas e jurídicas apresentam restrição de crédito.

Depois da renegociação, elas poderão voltar ao sistema bancário, como a própria Caixa, para fazer novos empréstimos.

Caixa lançará linha de crédito imobiliário com juros atrativos

Na mesma ocasião, o presidente da Caixa anunciou outro projeto. O banco lançará uma linha de crédito imobiliário com juros mais atrativos.

O objetivo é emprestar a Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA, que é a inflação acumulada atual) mais juros de 4%.

O que, nesse caso, é considerado mais vantajoso do que os empréstimos feitos com base na Taxa Referencial (TRT, hoje zerada) mais 4,5% ao mês.

Para isso, o funding do banco público serão os recursos do SBPE, sistema de poupança.

Com tal alteração, Pedro Guimarães espera gerar uma carteira de crédito de R$10 bilhões, com 400 mil de beneficiados e um total de 46 mil imóveis.

De acordo com a Agência Brasil, o ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou que a Caixa Econômica não deveria dar lucro como iniciativa privada.

Segundo o chefe da pasta, o banco deveria repassar os ganhos para outros objetivos, como por exemplo, reduzir juros.

O presidente da Caixa, no entanto, deixou a seguinte mensagem “A gente ganha dinheiro, e a gente ajuda a reativar a economia”.

SPC: 62 milhões de brasileiros estão inadimplentes

Em janeiro deste ano, 62 milhões de consumidores estavam negativados.

É o que aponta um levantamento da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil).

De acordo com as entidades, isso significa aumento de 2,42% na inadimplência.

Aproximadamente 40% da população brasileira maior de 18 anos tem, no mínimo, uma dívida em atraso.

Já para comunicação e comércio, a queda registrada foi de 7% nas dívidas. Enquanto no caso dos bancos, o número caiu para 2%.

É justamente essa parcela da população com dívidas que a Caixa busca atingir com seu novo programa de redução dos valores em até 90%.

Para os economistas do SPC Brasil, por exemplo, a inadimplência tem origem no mau uso do crédito. Além da falta de controle das próprias finanças.

Por isso, é imprescindível ter disciplina ao fazer a gestão dos gastos e também dos ganhos. Sem esquecer de reconhecer os limites do seu orçamento.

A ação “Você no Azul”, da Caixa Econômica, estará vigente por 90 dias em todo o território nacional.

Os clientes poderão receber atendimento por meio do site, pelo telefone 0800 726 8068 na opção 8, e também nas redes sociais e agências do banco.

Bruna Somma

Jornalista formada pela UFRRJ, com passagens por redações de jornais, sites e Assessoria de Comunicação.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Black Friday chegando: como não cair em ciladas
Adeus, consumismo: dicas para fazer compras em brechó
Os concursos da Mega-Sena
venda de produtos
Conta de luz mais cara em maio