Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba como um casal deve organizar o dinheiro

    Saiba como um casal deve organizar o dinheiro

    0
    (0)

    Todo casal que quer ter uma vida financeira equilibrada sabe que para isso é preciso de dois fatores: diálogo e saber organizar dinheiro. Mas nem sempre o diálogo acontece de forma sincera. Você já comprou algo escondido do seu parceiro?

    Publicidade

    De acordo com uma pesquisa realizada pela fintech Onze, de previdência privada e saúde financeira, 25% dos entrevistados realizam compras escondidas ao menos uma vez por ano. Desse total, 15% afirmaram que a omissão acontece pelo menos uma vez por mês.

    Essa prática é ainda mais comum nos casais que não realizam nenhum tipo de planejamento financeiro em conjunto.

    Mas apesar disso, 91% dos entrevistados informaram que consideram as finanças transparentes. Além disso, 87% disseram que as finanças do parceiro são bem claras.

    A pesquisa ainda quis saber se os casais conseguem organizar dinheiro e dividir as despesas. Os entrevistados responderam que 73% dividem as despesas domésticas, porém 42% afirmaram que uma das partes paga grande parte das contas.

    E somente 27% arcam sozinhos com as despesas, enquanto 7% consideram injusta a divisão das contas.

    Publicidade

    O estudo ainda mostrou que organizar o dinheiro por meio de um planejamento, seja ele feito pelo casal ou individualmente, ainda é uma dificuldade para a maioria das pessoas. Com isso, 31% dos casais não realizam nenhum controle de suas finanças e 35% controlam os gastos juntos.

    Como um casal pode e deve organizar dinheiro?

    O primeiro passo que um casal deve dar quando decide organizar o dinheiro é sentar para conversar. Ambos precisam avaliar as finanças de forma conjunta, até porque quando o assunto é sobre finanças é comum que existam desavenças entre o casal.

    Por isso, quanto mais transparentes vocês forem um com o outro, maiores são as chances de vocês conseguirem organizar o dinheiro de forma simples e saudável.

    Mas como isso pode ser feito? Pensando nos objetivos que o casal tem junto e o que eles pretendem fazer futuramente. Isso pode ser desde quem está namorando até para quem já é casado.

    casal analisando papeis para uma conta conjunta
    Para organizar dinheiro é preciso conversar com o seu parceiro

    Para organizar e guardar dinheiro não existe segredo: é preciso sim abrir mão de alguns luxos e cortar as despesas que não são essenciais. Além disso, é preciso saber quanto cada um ganha e quem pode arcar com cada conta.

    Publicidade

    Dessa forma, fica mais fácil de vocês se organizarem financeiramente e planejarem os próximos objetivos.

    Confira a seguir algumas dicas práticas que você pode começar a aplicar agora mesmo para mudar a sua vida financeira e começar a organizar dinheiro.

    7 Dicas para organizar dinheiro sendo um casal

    Se você está com problemas para organizar dinheiro junto com o seu companheiro, a hora é agora de começar a solucioná-los. Afinal, você não vai querer ficar passando perrengue por aí e com dificuldades no futuro. 

    Além disso, organizar dinheiro vai te ajudar na hora de lidar com imprevistos no futuro e a estar preparado para novos investimentos.

    1) Abra uma conta 

    Você já tem uma conta bancária? Além disso, essa sua conta bancária é específica para esse tipo de ação? Então está na hora de organizar isso.

    É preciso ter um local seguro e de confiança para colocar o seu dinheiro e de seu parceiro. Para isso, você pode escolher uma conta poupança, por exemplo. Mas é bom que não seja a mesma que use diariamente para outros fins.

    Publicidade

    Escolha uma conta que seja exclusiva para tal finalidade, que seja de um banco confiável e que lhe traga vantagens. Atualmente, há muitos bancos com cashback e oportunidades de investimentos.

    2) Estude um pouco

    Outra dica importante para você poder organizar dinheiro e se dar bem com seus investimentos é estar sempre atento e ligado ao mercado financeiro. Em alguns casos, têm investimentos que podem render mais que a poupança.

    Além disso, sabendo a respeito das novidades você pode conhecer instituições bancárias mais vantajosas e investimentos que lhe proporcionem uma realidade financeira ainda melhor.

    3) Converse sobre dinheiro

    O diálogo dentro do relacionamento é fundamental. Você precisa passar a conversar sobre dinheiro com o seu parceiro. Vale lembrar que isso não significa um controle, obsessão ou possessão. Mas sim uma harmonia para lidar e decidir da melhor forma.

    4) Saibam qual é o perfil de consumidor de cada um

    Autoconhecimento é um ponto crucial para começar a alcançar o objetivo financeiro que deseja.

    Cada um precisa entender e perceber qual o seu perfil. Para isso, tente responder às seguintes perguntas:

    • como eu gasto?
    • com o que gasto?
    • por que gasto?

    Não tenham medo de discutir sobre esse assunto um com o outro, sejam parceiros, independentemente das diferenças salariais ou da quantidade de horas que trabalham.

    Questionar os hábitos ajudará a modificar o quadro e notar o que pode permanecer, ser retirado ou retornar com o intuito de melhorar sempre.

    5) Dividam as despesas

    Estabeleçam quais despesas serão de responsabilidade de cada um e definam o valor que ambos irão contribuir. Ter essas coisas preestabelecidas pode evitar brigas no futuro.

    Atentem-se a ficar atentos às datas dos vencimentos das despesas para que possam coincidir com o recebimento do salário.

    Uma alternativa válida para esse tópico é a criação de uma conta conjunta. Ou seja, uma conta corrente no nome de ambos.

    Uma boa sugestão é que ela seja destinada para uso exclusivo do pagamento das contas da casa. Além da conta conjunta, cada um pode ter suas outras contas para investimentos pessoais.

    Assim, os dois poderão ter acesso aos valores mensais destinados às despesas, bem como a quitação das mesmas. Isso pode auxiliar bastante na busca pela estabilização da economia do casal.

    6) Façam o planejamento das finanças do casal

    Parece óbvio manter essa dica, mas é exatamente isso que precisa acontecer.

    Agora que as despesas já estão devidamente divididas entre os gastos pessoais, como assinaturas de TV ou telefone, e as despesas em comum (que nesse caso são as contas de água, luz ou aluguel), é hora de definitivamente organizar tudo isso.

    Caso haja uma pessoa mais responsável e disciplinada, é bom que essa tenha o poder de gerenciar as contas.

    7) Estabeleça metas

    Esse é o ponto principal e fundamental na hora de tentar organizar dinheiro em conjunto. Você já tem metas? Quais são os seus objetivos como casal? É casar, comprar uma casa? Um carro? Ou pode ser até mesmo já pensar no filho.

    Sejam realistas com os sonhos e estabeleçam metas pessoais. Além disso, coloque prioridades em cima delas e juntos poderão se esforçar para cumpri-las da melhor forma e fazendo virar um incentivo para conseguir organizar a vida financeira.

    Tecnologia como aliada das finanças do casal

    Existem inúmeros aplicativos gratuitos que são disponibilizados na internet com o intuito de auxiliar as pessoas nos assuntos financeiros.

    Há os que são conectados diretamente na sua conta bancária e podem calcular taxas e impostos, os que mostram estratégias e exibem dicas para um bom investimento.

    E existem ainda aqueles que ajudam a lembrar o vencimento das suas contas e permitem que você deixe suas metas instaladas.

    A tecnologia pode, de fato, ser a aliada do casal na organização financeira. Então aproveite essa infinidade de meios que ajudam a solucionar os seus problemas de forma mais fácil e ágil também.

    Todas as sugestões descritas tornarão o trabalho de organização das finanças do casal muito melhor. Portanto, siga cada uma e evite brigas desnecessárias com seu parceiro.

    Afinal, não foi para isso que vocês decidiram se unir, não é mesmo?

    Gostou deste artigo? Então compartilhe nas redes sociais, pois ele pode ajudar outros casais que precisam de ajuda para organizar dinheiro.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Juliana Favorito
    Juliana Favorito
    Jornalista apaixonada em escutar e escrever histórias, mas que também tem uma queda pelo Marketing Digital. Com experiência em redação, social mídia e marketing ela gosta de sempre estar atualizada sobre a área da comunicação. E como uma boa carioca, não dispensa uma praia.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisSaiba como um casal deve organizar o dinheiro

    Saiba como um casal deve organizar o dinheiro

    0
    (0)

    Todo casal que quer ter uma vida financeira equilibrada sabe que para isso é preciso de dois fatores: diálogo e saber organizar dinheiro. Mas nem sempre o diálogo acontece de forma sincera. Você já comprou algo escondido do seu parceiro?

    Publicidade

    De acordo com uma pesquisa realizada pela fintech Onze, de previdência privada e saúde financeira, 25% dos entrevistados realizam compras escondidas ao menos uma vez por ano. Desse total, 15% afirmaram que a omissão acontece pelo menos uma vez por mês.

    Essa prática é ainda mais comum nos casais que não realizam nenhum tipo de planejamento financeiro em conjunto.

    Mas apesar disso, 91% dos entrevistados informaram que consideram as finanças transparentes. Além disso, 87% disseram que as finanças do parceiro são bem claras.

    A pesquisa ainda quis saber se os casais conseguem organizar dinheiro e dividir as despesas. Os entrevistados responderam que 73% dividem as despesas domésticas, porém 42% afirmaram que uma das partes paga grande parte das contas.

    E somente 27% arcam sozinhos com as despesas, enquanto 7% consideram injusta a divisão das contas.

    Publicidade

    O estudo ainda mostrou que organizar o dinheiro por meio de um planejamento, seja ele feito pelo casal ou individualmente, ainda é uma dificuldade para a maioria das pessoas. Com isso, 31% dos casais não realizam nenhum controle de suas finanças e 35% controlam os gastos juntos.

    Como um casal pode e deve organizar dinheiro?

    O primeiro passo que um casal deve dar quando decide organizar o dinheiro é sentar para conversar. Ambos precisam avaliar as finanças de forma conjunta, até porque quando o assunto é sobre finanças é comum que existam desavenças entre o casal.

    Por isso, quanto mais transparentes vocês forem um com o outro, maiores são as chances de vocês conseguirem organizar o dinheiro de forma simples e saudável.

    Mas como isso pode ser feito? Pensando nos objetivos que o casal tem junto e o que eles pretendem fazer futuramente. Isso pode ser desde quem está namorando até para quem já é casado.

    casal analisando papeis para uma conta conjunta
    Para organizar dinheiro é preciso conversar com o seu parceiro

    Para organizar e guardar dinheiro não existe segredo: é preciso sim abrir mão de alguns luxos e cortar as despesas que não são essenciais. Além disso, é preciso saber quanto cada um ganha e quem pode arcar com cada conta.

    Publicidade

    Dessa forma, fica mais fácil de vocês se organizarem financeiramente e planejarem os próximos objetivos.

    Confira a seguir algumas dicas práticas que você pode começar a aplicar agora mesmo para mudar a sua vida financeira e começar a organizar dinheiro.

    7 Dicas para organizar dinheiro sendo um casal

    Se você está com problemas para organizar dinheiro junto com o seu companheiro, a hora é agora de começar a solucioná-los. Afinal, você não vai querer ficar passando perrengue por aí e com dificuldades no futuro. 

    Além disso, organizar dinheiro vai te ajudar na hora de lidar com imprevistos no futuro e a estar preparado para novos investimentos.

    1) Abra uma conta 

    Você já tem uma conta bancária? Além disso, essa sua conta bancária é específica para esse tipo de ação? Então está na hora de organizar isso.

    É preciso ter um local seguro e de confiança para colocar o seu dinheiro e de seu parceiro. Para isso, você pode escolher uma conta poupança, por exemplo. Mas é bom que não seja a mesma que use diariamente para outros fins.

    Publicidade

    Escolha uma conta que seja exclusiva para tal finalidade, que seja de um banco confiável e que lhe traga vantagens. Atualmente, há muitos bancos com cashback e oportunidades de investimentos.

    2) Estude um pouco

    Outra dica importante para você poder organizar dinheiro e se dar bem com seus investimentos é estar sempre atento e ligado ao mercado financeiro. Em alguns casos, têm investimentos que podem render mais que a poupança.

    Além disso, sabendo a respeito das novidades você pode conhecer instituições bancárias mais vantajosas e investimentos que lhe proporcionem uma realidade financeira ainda melhor.

    3) Converse sobre dinheiro

    O diálogo dentro do relacionamento é fundamental. Você precisa passar a conversar sobre dinheiro com o seu parceiro. Vale lembrar que isso não significa um controle, obsessão ou possessão. Mas sim uma harmonia para lidar e decidir da melhor forma.

    4) Saibam qual é o perfil de consumidor de cada um

    Autoconhecimento é um ponto crucial para começar a alcançar o objetivo financeiro que deseja.

    Cada um precisa entender e perceber qual o seu perfil. Para isso, tente responder às seguintes perguntas:

    • como eu gasto?
    • com o que gasto?
    • por que gasto?

    Não tenham medo de discutir sobre esse assunto um com o outro, sejam parceiros, independentemente das diferenças salariais ou da quantidade de horas que trabalham.

    Questionar os hábitos ajudará a modificar o quadro e notar o que pode permanecer, ser retirado ou retornar com o intuito de melhorar sempre.

    5) Dividam as despesas

    Estabeleçam quais despesas serão de responsabilidade de cada um e definam o valor que ambos irão contribuir. Ter essas coisas preestabelecidas pode evitar brigas no futuro.

    Atentem-se a ficar atentos às datas dos vencimentos das despesas para que possam coincidir com o recebimento do salário.

    Uma alternativa válida para esse tópico é a criação de uma conta conjunta. Ou seja, uma conta corrente no nome de ambos.

    Uma boa sugestão é que ela seja destinada para uso exclusivo do pagamento das contas da casa. Além da conta conjunta, cada um pode ter suas outras contas para investimentos pessoais.

    Assim, os dois poderão ter acesso aos valores mensais destinados às despesas, bem como a quitação das mesmas. Isso pode auxiliar bastante na busca pela estabilização da economia do casal.

    6) Façam o planejamento das finanças do casal

    Parece óbvio manter essa dica, mas é exatamente isso que precisa acontecer.

    Agora que as despesas já estão devidamente divididas entre os gastos pessoais, como assinaturas de TV ou telefone, e as despesas em comum (que nesse caso são as contas de água, luz ou aluguel), é hora de definitivamente organizar tudo isso.

    Caso haja uma pessoa mais responsável e disciplinada, é bom que essa tenha o poder de gerenciar as contas.

    7) Estabeleça metas

    Esse é o ponto principal e fundamental na hora de tentar organizar dinheiro em conjunto. Você já tem metas? Quais são os seus objetivos como casal? É casar, comprar uma casa? Um carro? Ou pode ser até mesmo já pensar no filho.

    Sejam realistas com os sonhos e estabeleçam metas pessoais. Além disso, coloque prioridades em cima delas e juntos poderão se esforçar para cumpri-las da melhor forma e fazendo virar um incentivo para conseguir organizar a vida financeira.

    Tecnologia como aliada das finanças do casal

    Existem inúmeros aplicativos gratuitos que são disponibilizados na internet com o intuito de auxiliar as pessoas nos assuntos financeiros.

    Há os que são conectados diretamente na sua conta bancária e podem calcular taxas e impostos, os que mostram estratégias e exibem dicas para um bom investimento.

    E existem ainda aqueles que ajudam a lembrar o vencimento das suas contas e permitem que você deixe suas metas instaladas.

    A tecnologia pode, de fato, ser a aliada do casal na organização financeira. Então aproveite essa infinidade de meios que ajudam a solucionar os seus problemas de forma mais fácil e ágil também.

    Todas as sugestões descritas tornarão o trabalho de organização das finanças do casal muito melhor. Portanto, siga cada uma e evite brigas desnecessárias com seu parceiro.

    Afinal, não foi para isso que vocês decidiram se unir, não é mesmo?

    Gostou deste artigo? Então compartilhe nas redes sociais, pois ele pode ajudar outros casais que precisam de ajuda para organizar dinheiro.

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?