Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Passo a passo para escrever uma carta de reclamação

Escrito por: Mateus Carvalho em 18 de julho de 2018

Escrever é uma tarefa relativamente fácil, ainda mais por ser algo que se pratica desde a infância. No entanto, escrever uma carta de reclamação precisa de alguns detalhes bem mais específicos do que se imagina. Você já precisou escrever uma alguma vez?

Se a resposta foi sim, teve dificuldade? Muita gente se desespera pelo fato de achar que uma carta de reclamação é muito complicada de elaborar e diferente de uma carta normal, com muitos detalhes. Mas, no final de tudo, é mais simples do que parece.

carta de reclamação
Saber como escrever uma carta de reclamação é fundamental

Para ajudar a tirar as suas dúvidas e ajudar posteriormente quando precisar elaborar o seu ofício, confira abaixo um passo a passo para escrever uma carta de reclamação. Veja como é fácil!

O que é uma carta de reclamação?

Primeiramente é preciso entender o que é uma carta reclamação para depois começar a aprender como redigi-la e formatá-la.

O documento consiste em uma carta que descreve um problema ocorrido a um destinatário que tem como resolvê-lo. Saiba também como reclamar uma cobrança bancária indevida.

Acima de tudo, a carta de reclamação tem como característica ser um texto persuasivo, pois tentará convencer aquele que estiver lendo sobre o fato ocorrido. Além disso, precisa convencê-lo a encontrar uma solução para o que foi apontado na carta.

Formas de escrever uma carta de reclamação

Existem diversas formas de escrever uma carta de reclamação, até porque elas podem ser direcionadas para diversas áreas e setores. Então, se você está pretendendo realizar uma crítica sobre um determinado produto ou até mesmo um serviço, confira algumas dicas.

– Envie a carta de reclamação para o SAC da empresa em questão

É importante encaminhar a sua crítica ao local correto, nesse caso o SAC. Pois é esse o setor que cuida das reclamações dos clientes com a finalidade de melhorar o serviço prestado. Algumas informações importantes: inicie a sua carta com a expressão “Caro Sr., Sra., ou Srta.” e posteriormente com o nome. Caso não saiba o nome da pessoa, escreva somente “Prezado senhor ou senhora”.

Evite enrolar e vá direto ao ponto

Inicie o seu texto falando sobre a sua reclamação, informando o maior número de informações sobre o ocorrido. É importante que os dados necessários sejam fornecidos para que o problema em questão seja resolvido. Por isso, coloque data, hora e até mesmo local do ocorrido. Além disso, tente ser o mais sucinto possível, para ficar claro o motivo de escrever uma carta de reclamação.

Anexe os documentos e especifique qual é a melhor solução

Encaminhe todos os documentos necessários para que o seu problema seja resolvido o mais rápido possível. Além disso, ao escrever a carta de reclamação especifique a maneira como o problema poderá ser resolvido. Um exemplo é falar se prefere o reembolso ou a troca do produto, caso essa seja a questão.

Qual é a estrutura de uma carta de reclamação?

A carta de reclamação tem uma estrutura específica e precisa ser organizada para manter o aspecto formal. É preciso tomar cuidado e não fazê-la de qualquer jeito.

Confira quais são as informações que precisam estar contidas nela:

– Identificação do remetente, como nome completo e endereço;

– Identificação do destinatário, como nome completo/empresa e endereço;

– Data e local de quando e onde a carta foi escrita;

– Assinatura manual;

– Anexos e documentos, caso for colocar alguma prova do ocorrido;

– Texto digitalizado.

O que uma carta de reclamação eficaz deve ter

Para uma carta de reclamação ser considerada eficaz, com as principais características e pronta para ser enviada ao destinatário, ela deve ser formulada pensando no destinatário e dirigida até ele, não por terceiros.

Além disso, é mais que recomendado apenas basear as fundamentações em fatos e ocorridos que sejam comprovadamentes verdadeiros. É preciso, também, apresentar uma linguagem clara, breve e concisa.

É pedido ainda que uma carta de reclamação tenha um cuidado relativo e busque uma forma de tratamento adequada. Sendo assim, evite qualquer tipo de indelicadeza ou tom ofensivo.

A carta de reclamação deve ser composta por:

– Saudação;

– Exposição do assunto;

– Fundamentação dos direitos e reclamações;

– Pedido de reparação e/ou concessão;

– Despedida.

Dicas para escrever uma carta de reclamação

Agora que você já sabe o que é uma carta de reclamação, o que deve conter, como escrever e a estrutura adequada, está na hora de você conferir algumas dicas. Elas te ajudarão a seguir o caminho correto para que a sua solicitação de fato seja atendida. Confira!

– Reflita sobre a sua reclamação e considere todos os pontos que deverão ser abordados no momento de escrever a carta. Não se esqueça de conferir se colocou todos os seus dados, como nome, telefone para contato e endereço.

– Releia a carta quantas vezes achar necessário. Dessa forma, você terá certeza que não esqueceu de nenhuma informação importante e que ela está de fácil entendimento.

– Mandar uma carta de reclamação escrita a próprio punho tem mais efeito do que um e-mail ou fax.

– Não utilize palavrões, prefira sempre manter a calma enquanto escreve a carta de reclamação. Use palavras diretas e descritivas para explicar o ocorrido.

– Tenha guardadas todas as cópias de documentos importantes e até mesmo da carta que você enviou para a empresa.

– Para evitar mais aborrecimentos, busque sempre um acordo informal. Isso porque ações judiciais podem custar mais caro e levar mais tempo para o problema em questão ser solucionado.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Opções para plano de saúde de cachorro
Nubank lança cartão de débito - Cartão de débito Nubank
nova CPMF
rescisão contratual
a economia brasileira