Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Viajar sem dinheiro: confira 20 dicas valiosas

Escrito por: Redação em 28 de março de 2018

Saber como viajar sem dinheiro é um dos maiores sonhos dos brasileiros. Isso porque quando o ano termina, chega a hora de fazermos a famosa listinha com tudo aquilo que queremos, e as viagens estão nessa lista. Sempre entre os nossos principais desejos. 

Por isso, vamos dar algumas dicas de como viajar mais em 2018 sem gastar muito para ajudar no planejamento de quem quer rodar o Brasil e o mundo este ano. A primeira coisa que você tem que fazer é definir o destino. Depois coloque tudo em um papel ou, se preferir, em uma tabela do Excel. Gastos com as passagens, hospedagem, alimentação, transporte, passeios turísticos e, claro, as compras, já que todo mundo compra algo em viagem.

Tudo deve estar anotado e definido antes de pensar em colocar o pé no avião. A última coisa que você quer é estourar o limite do cartão de crédito quando estiver longe de casa.

E se você está aqui é porque provavelmente ama viajar, mas não tem o dinheiro necessário. Ou não tem dinheiro para viajar pelo tempo que deseja. Mas o FinanceOne garante: viajar é possível para todos.

Como prova disso, reunimos 20 dicas que podem te ajudar a economizar dinheiro para viajar. Prepare-se para visitar os lugares que quiser, quando quiser.

viajar sem dinheiro

Como viajar sem dinheiro?

1 – Organize-se financeiramente

Monte uma planilha com todas as entradas e despesas que você tem e, no final ou começo de cada mês, faça uma análise. Confira os gastos que podem ser eliminados no próximo mês.

2 – Tenha um cofrinho

Pode ser um vidro grande, um porquinho ou até mesmo uma poupança. O mais importante é ter um lugar específico para guardar dinheiro, sejam moedinhas que sobram, como o troco no mercado, seja uma quantia específica que você pretende juntar por mês.

3 – Controle melhor os seus gastos diários

Parece bobagem, mas os pequenos gastos do dia a dia consomem uma grana que, no fim do mês ou do ano, poderia te ajudar a embarcar naquela viagem dos sonhos. Há vários aplicativos que te auxiliam nessa tarefa de mapear quais são os seus gastos e, consequentemente, controlar de forma mais consciente o seu dinheiro.

4 – Viaje na baixa temporada

Evite viajar durante as férias escolares (meses de julho e agosto) ou na época de festas (dezembro e janeiro). Nessas épocas as tarifas aumentam, principalmente as de hospedagem. Prefira viajar no resto do ano e escape das multidões de turistas e filas gigantes nas atrações do seu destino.

5 – Pesquise passagens mais baratas na internet

viajar sem dinheiro

Use os sites que comparam preços. Se você tem flexibilidade de datas para viajar, visite sites como kayakmomondo e skyscanner para comparar os valores das passagem. Vale a pena entrar em vários sites, já que as companhias têm acordos diferentes com cada um deles. Alguns dos sites, por exemplo, incluem tarifas de companhias de baixo custo.

Além disso, você pode filtrar os resultados mais convenientes para sua viagem. O Google Flights, por exemplo, tem alertas de tarifas para quando os preços caírem de um trecho em que você tem interesse.

6 – Use o programas de milhagens

Sempre que for comprar uma passagem aérea, use programas de milhagem e seja fiel a uma empresa. Dessa forma, será possível usar milhas para voos promocionais, além de participar de ofertas especiais.

7 – Escolha trechos para viajar de noite

Se a sua viagem durar mais de seis horas, prefira viajar de noite. Além de economizar uma diária de hotel, você pode ter uma experiência muito bacana de dormir, por exemplo, em um trem noturno – equipado com camas para garantir uma boa noite de sono aos viajantes!

Como economizar com hospedagem

viajar sem dinheiro

Economizar com hospedagem é ideal para quem quer viajar sem dinheiro. Com isso, é possível converter todos esse gastos com melhores refeições e passeios.

Ou até mesmo essa vai ser a economia que faltava para viabilizar a sua viagem.

8 – Pesquise preços online

Nada melhor do que achar o melhor preço de uma diária e ler comentários reais, de pessoas comuns que se hospedaram nos hotéis.

Para isso, há sites como o Booking.com, o Hostelworld.com (para hostels) e o Trivago.com. Visite também o TripAdvisor, pioneiro entre eles, mas que tem a desvantagem de aceitar comentários de quem não se hospedou — os demais só abrem a seção de comentários para hóspedes reais, depois de ficarem no hotel.

9 – Procure anfitriões

Esse é uma das opções que mais agradam as pessoas. Pois ela vai muito além de uma hospedagem de graça. É troca de experiência. É viver como os locais.

Use a ferramenta chouchsurfing criada em 2003 para conectar pessoas que necessitam de hospedagens com anfitriões que gostem de receber viajantes — pois acabam viajando junto. É um intercâmbio de hospitalidade.

De olho nos descontos!

10 – Alugue por temporada

Use o Airbnb. É uma plataforma de hospedagem alternativa que permite ligar usuários do mundo inteiro com uma mesma finalidade: aluguel de temporada. Seja como anfitrião, seja como hóspede. Tudo isso de forma prática e simples.

13 – Hostel

Os hostels, ou albergues para viajantes, são uma categoria de hospedagem mais barata. Onde as pessoas compartilham quarto e banheiro. Você pode dividir um quarto com uma ou até 12 pessoas (pode ser com mais também, mas não é muito comum).

14 – Acampe

Não tem muito para onde fugir. Quando o calo aperta, o camping é sempre uma boa opção. Principalmente em lugares mais caros, onde uma diária até mesmo em hostel é uma fortuna. Um site bom para fazer uma pesquisa na relação de campings é o Ioverland.

Mais dicas úteis

viajar sem dinheiro

15 – Use transporte público

Nada de táxi. Vá de ônibus, metrô ou bicicleta. Economize com a gasolina e terá algumas centenas de reais a mais para sua viagem. Deixe ocarro em casa. É uma mudança de hábito um tanto quanto difícil, mas altamente recompensadora quando a ideia é ter dinheiro para viajar.

16 – Pegue carona

Pegar carona para viajar sem dinheiro no Brasil ainda não é muito difundido, mas em países da Europa é uma prática muitas vezes comum. Existem até aplicativos que unem as pessoas. Na maioria das vezes vai te ajudar a economizar no combustível ou no transporte público.

17 – Cozinhe

Não dá para viajar sem ter um gostinho (literalmente) da vida local, mas os restaurantes não são obrigatórios em todas as refeições de sua viagem. Se estiver à procura de um hostel, procure um que tenha cozinha para os hóspedes. Além de poder comprar os produtos locais em um mercado, você vai economizar muito na hora de comer.

Mantenha sempre o orçamento

18 – Café da manhã reforçado

O café da manhã é a principal refeição. Sem essa alimentação reforçada você vai sentir mais fome durante o dia. Se o café da manhã estiver incluso aproveite para levar um lanchinho para a rua, mas não é para abusar, só uma fruta ou um sanduíche.

Para viajar sem dinheiro é preciso aproveitar as oportunidades. Se o café da manhã não estiver incluso, use as suas compras no mercado para preparar um sanduíche e levar para a rua.

19 – Faça passeios de graça

Toda grande cidade possui uma programação gratuita para seus maiores atrativos turísticos. Claro que você precisará entender as regras e geralmente é um dia específico da semana. Então, uma boa pesquisa pode ser útil nessa área para que encaixe com o dia que você está na localidade.

O site ideal para auxiliar nessa busca é o Free City Tour, com atrações turísticas e passeios disponíveis sem custos em todos os continentes.

20 – Aplicativos de viagem

viajar sem dinheiroPlanejar uma viagem pode não ser uma tarefa fácil. Porém existem maneiras de aproveitar a estadia em um lugar desconhecido sem precisar de um guia turístico indicando aonde ir. Para isso, basta ter um smartphone.

Existem aplicativos de viagem dos mais diversos tipos nas lojas de apps do Android e do iOS. Eles podem ajudar desde a escolha do destino até a reserva de hotéis, aluguéis de carros e definição do roteiro. Grande parte deles permite comparar preços, garantindo ainda uma boa economia.

Redação

Criado em 2003, o FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

férias de julho
cartões de crédito para acumular milhas
Quanto custa um mochilão pelo Brasil
viagem de Natal e Ano Novo
Nubank lança cartão de débito - Cartão de débito Nubank