Início Notícias Finanças Pessoais Dívida do banco caduca depois de cinco anos?

Dívida do banco caduca depois de cinco anos?

0
(0)

Dívida do banco pode caducar? Essa é uma das perguntas mais recorrentes entre aquelas pessoas que possuem alguma pendência no nome.

A resposta é sim! Dívidas caducas são aquelas que têm mais de cinco anos. Após esse prazo, elas deixam de ficar disponíveis nos birôs de crédito, como a Serasa. Ou seja, deixam de ser aparentes para o mercado de crédito.

No entanto, muitos se enganam que a dívida deixa de existir. Ela apenas deixa de ser visível para as outras empresas e nos serviços de proteção ao crédito.

Para o credor (empresa para a qual você está devendo), a pendência continua em aberto.

dívida do banco
Deixar uma dívida do banco caducar não é a melhor estratégia

O que significa caducidade no Direito Administrativo?

No Direito Administrativo, o termo caducidade pode ser definido de duas formas: a primeira delas consiste na extinção de determinado ato administrativo em razão da chegada de uma nova lei.

Assim, é possível realizar algo que antes não era permitido porque não havia previsão em lei ou deixar de fazer alguma coisa porque agora não é mais permitido.

O segundo significado de caducidade tem a ver com a rescisão do contrato de concessão em que uma das partes pode cancelar o contrato diante da inadimplência total ou parcial da outra parte.

Vale a pena aguardar a dívida do banco caducar?

A prática de aguardar a dívida do banco caducar não traz nenhuma vantagem ao consumidor — diferentemente do que muitos acreditam. Na realidade, ela acompanha inúmeros riscos financeiros e, por essa razão, não é recomendada.

Isso porque, até a dívida prescrever, o cliente ficará registrado como negativado no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) e na Centralização de Serviços dos Bancos (Serasa).

Dessa maneira, sofrerá grandes restrições no mercado e poderá encontrar dificuldades no acesso ao crédito e ao financiamento. Afinal, a instituição financeira terá conhecimento do estado de inadimplência do consumidor.

Todo esse contexto pode se agravar caso o indivíduo se depare com situações de emergência em que dependa da liberação de benefícios.

Outro risco corrido pelo devedor diz respeito aos juros e à cobrança atualizada do valor devido, uma vez que podem ser requeridos a partir de um processo judicial.

+ SPC e Serasa: como funciona e qual a diferença?

Como fazer a renegociação das dívidas?

Muitas vezes, as pessoas deixam de arcar com a dívida do banco por conta dos juros elevados e, consequentemente, pelas parcelas exorbitantes.

Contudo, para reverter essa situação, você pode fazer a renegociação das dívidas e condições de pagamento com a instituição. É possível resolver essa situação em poucos passos em vez de encarar as consequências da dívida caduca:

1 – Análise financeira: faça uma lista de todas as dívidas e compare com o seu orçamento mensal.

Calcule seus gastos básicos mensais e corte gastos supérfluos inicialmente. Fazendo isso, você sabe exatamente quanto sobra todo mês para destinar ao que deve.

2 – Elabore uma proposta: depois que você souber quanto consegue pagar à instituição mensalmente, pode montar uma proposta que caiba no seu bolso.

3 – Procure a instituição: entre em contato com a empresa o quanto antes e solicite uma proposta. O valor deve ser compatível com sua situação financeira. Se não for continue negociando até encontrar uma quantia adequada para ambas as partes.

O que achou disso?

Deixei sua classificação

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Rafael Massadar
Carioca, amante de esportes e de viagens. Escolhi o jornalismo porque ele vive pelo mundo e conta histórias de pessoas e realidades distintas. Tenho experiência em redação e assessoria de imprensa. Atualmente, trabalho numa agência de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Nubank lança cartão de débito para pessoas jurídicas

Chegou uma novidade voltada ao setor de pequenas e médias empresas brasileiras (PME). O Nubank lança cartão de débito para pessoas jurídicas...

5 aplicativos para usar antes e durante viagens

O planejamento de uma viagem é importante para que você saiba quais documentos são necessários levar e até mesmo os passeios que...

CDB ou poupança? Saiba qual é o melhor

Se você está pensando em investir, mas não sabe onde deve aplicar o seu dinheiro ou está na dúvida entre CDB ou poupança, saiba...

8 ideias de negócios para empreender na crise

Em tempos de crise no país, empreender pode ser a melhor maneira de ganhar dinheiro e largar o fantasma do desemprego. São muitas as...

Renda fixa x renda variável: confira as diferenças

Quem investe com certeza já ouviu falar sobre renda fixa x renda variável. Mas quais são as diferenças entre esses dois tipos...

Como começar um negócio? Confira passo a passo

Você já pensou em começar seu próprio negócio? O sonho de muitos brasileiros é empreender e deixar de ser um funcionário de...