Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Exemplos do uso de novas tecnologias nas empresas

Escrito por: Mateus Carvalho em 31 de agosto de 2018

O avanço das tecnologias trouxe benefícios para a população e também para diversos setores da indústria. Com isso, os produtos e serviços foram se aperfeiçoando conforme o uso de novas tecnologias nas empresas foi aumentando. Por exemplo, a internet, que trouxe diversas ferramentas para as instituições.

O uso de novas tecnologias nas empresas permitiu que negócios de diversos portes crescessem, desde as pequenas às grandes instituições.

Além disso, a utilização correta dessas tecnologias pode trazer vários benefícios para as empresas, como a otimização e o aumento da produtividade dos funcionários. Além de aumentar também as vendas e lucros.

uso de novas tecnologias nas empresas
O uso de novas tecnologias nas empresas traz diversas vantagens

Exemplos do uso de novas tecnologias nas empresas

O uso de novas tecnologias nas empresas pode ser aplicado em diversos setores. Para alavancar a empresa, otimizar a rotina e melhorar os processos em todas as áreas.

Confira a seguir alguns exemplos do uso de novas tecnologias nas empresas.

Big Data

O uso do Big Data ajuda na transferência das anotações realizadas em papéis para um maior controle no ambiente digital ou computadorizado. Permitindo com que a empresa guarde mais informações de uma forma mais organizada, padronizada e até mesmo automatizada.

Outra vantagem de utilizar o Big Data é que os erros de digitação são evitados, o que garante uma maior precisão nas informações e dados armazenados. O uso do Big Data nas empresas também ajuda na análise de dados coletados pelas instituições, cruzando com outras informações adquiridas do mercado.

Esses dados estão disponíveis na internet, sendo utilizados como modelos estatísticos que garantem uma maior previsibilidade nas decisões.

Além disso, existem no mercado diversas soluções que são focadas na análise de dados. E, também, ajudam as empresas a tomarem as decisões de marketing e vendas, auxiliando na escolha de perfis de clientes que comprariam suas mercadorias.

Armazenamento de dados na nuvem

Essa é uma das tecnologias que mais é adotada pelas empresas, já que permite o armazenamento e compartilhamento de dados e informações em um ambiente seguro e digital. Além de ser uma solução que reduz os custos das instituições em servidores, equipes e até mesmo em equipamentos de TI.

Isso porque a nuvem fornece um ambiente a que todos os funcionários podem ter acesso, onde são guardados documentos, arquivos, e todas as informações das empresas. Outro benefício dessa tecnologia é a edição e compartilhamento que podem ser realizados de forma instantânea, otimizando o trabalho dos funcionários.

Algumas plataformas utilizam a nuvem como a base de soluções, oferecendo o próprio sistema como serviço. Sendo assim, não é necessário instalar nenhum tipo de software nos computadores da empresa, já que é possível acessar de qualquer máquina que esteja conectada à internet.

Essa é mais uma tecnologia que reduz os custos das instituições com instalação e manutenção dos computadores. Além de ser de fácil uso.

Inserção das plataformas

O uso de softwares para ajudar nas diferentes atividades da empresa pode apresentar melhores resultados. Mas é importante tomar cuidado porque essas soluções podem acabar resultando em muitos dados e informações desconexas.

Por isso, é necessário que as plataformas funcionem de maneira integrada, conectando os dados de todos os softwares, utilizados pelos diferentes setores da empresa. Essa integração fornecerá aos gestores uma visão completa das atividades, gerando ideias para tomar as decisões.

Mas vale ressaltar que grande parte desses novos sistemas são adaptáveis. Sendo assim, eles enviam e recebem dados entre si, mesmo quando estão focados em áreas diferentes.

Internet das Coisas

Também conhecida como Internet of Things (IoT), seu nome em inglês, é utilizada pelas empresas para criar objetos inteligentes. Eles precisam executar tarefas de forma programada, além de coletarem dados automaticamente.

Um exemplo do que as empresas já estão utilizando são as casas inteligentes. Elas identificam a necessidade de fechar porta e janelas, de desligar o forno ou até mesmo de acender e apagar as luzes.  

Essa tecnologia também é uma boa opção para o setor logístico, realizando o controle do estoque e a gestão de entregas automatizadas. E ainda é possível o acompanhamento em tempo real da transmissão de dados.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe um comentário

Posts relacionados

Máquinas de cartão de crédito
Profissionais liberais
finanças-para-empreendedores
declaraçã-de-rendimentos-do-MEI
Declaração-Anual-Simplificada