Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Finanças do casal: como organizar sem brigas

Escrito por: Priscila Gomes em 16 de abril de 2019

Quando um casal resolve morar junto, algumas ações da época de solteiro podem sofrer alterações. Organizar as finanças é uma delas.

A rotina muda e a falta de organização, em alguns casos, gera motivo de dores de cabeça em muita gente. Agora, imagine para duas pessoas que faziam tudo individualmente?

Com diferentes ideias e desejos, elas podem se chocar com essa realidade, principalmente para aqueles que ainda não conseguiam regularizar a sua vida financeira enquanto solteiros.

O envolvimento de mais um integrante em algo que antes era exclusivamente seu pode gerar algumas dificuldades.

Entretanto, não há o que temer. Com boas dicas, seguindo as orientações e mantendo o equilíbrio e a paciência, o “terror” pode ser revertido em um clima harmônico.

Se ainda não conseguiu deixar tudo organizado sem precisar se envolver em brigas com o parceiro ou parceira,  aprenda a começar essa mudança.

Finanças do casal: como organizar sem brigas

Como organizar as finanças do casal

Alinhar os gastos

Manter as contas em segredo não é uma boa ideia, embora seja a realidade de muitos casais.

O diálogo é sempre recomendado em qualquer relacionamento e, quando falamos sobre finanças, não funciona diferente.

O casal precisa conversar sobre isso e colocar as cartas na mesa, como é dito popularmente.

Sem receios, é bom que compartilhem a renda mensal individual, os gastos frequentes e as dívidas existentes.

Com isso, um poderá ajudar o outro livremente, sem cobranças e agindo respeitosamente. Ambos se conhecerão mais, podendo gerar uma admiração mais forte de acordo com o apoio que um terá do outro.

Saber qual é o perfil de consumidor de cada um

Se conhecer é um ponto crucial para começar alcançar o objetivo que deseja.

Cada um precisa entender e perceber qual o seu perfil, tente responder às seguintes perguntas: como eu gasto, com o que gasto e por que gasto?

Não tenham medo de discutir sobre esse assunto um com o outro, sejam parceiros, independente das diferenças salariais ou a quantidade de horas em que trabalham.

Questionar os hábitos ajudará a modificar o quadro e notar o que pode permanecer, ser retirado ou retornar com o intuito de melhorar sempre.

Planejar e listar os objetivos

Em qualquer início de organização, estabelecer objetivos é um fator importante. Logo, na vida financeira do casal não funciona de outra maneira.

Pontue detalhadamente aquilo que deseja conquistar a curto, médio ou longo prazo.

Não permita que nada escape dessa lista, seja uma viagem nas férias, a mesa que ainda precisa comprar, a reforma no banheiro do apartamento ou até mesmo o desejo de ter filhos.

Tudo é relevante. Façam planos sempre, é bom ver a meta alcançada depois de ter sonhado tantas vezes.

A motivação tem o poder de dar um gás sempre e quando envolvemos as finanças não é diferente.

Motive-se e ajude o seu companheiro a ficar motivado com essa mudança também.

Finanças do casal: como organizar sem brigas

Dividir as despesas entre o casal

Estabeleça quais despesas serão de responsabilidade de cada um e defina o valor que ambos irão contribuir.

Fique atento as datas dos vencimentos das despesas para que possam coincidir com o recebimento do salário.

Uma alternativa válida para esse tópico é a criação de uma conta conjunta para uso exclusivo do pagamento das contas da casa.

Assim, os dois poderão ter acesso aos valores mensais destinados às despesas, bem como, a quitação das mesmas.

Isso pode auxiliar bastante na busca pela estabilização da economia do casal.

Fazer o planejamento financeiro

Parece óbvio manter essa dica, mas é exatamente isso que precisa acontecer.

Agora que as despesas já estão devidamente divididas entre os gastos pessoais, como assinaturas de TV ou telefone, e as despesas em comum (que nesse caso são as contas de água, luz ou aluguel), é hora de definitivamente organizar tudo isso.

Caso haja uma pessoa mais responsável e disciplinada, é bom que essa tenha o poder de gerenciar as contas.

Ordenar os comprovantes de pagamento e verificar se tudo foi realmente pago de forma correta com a segurança de não ter fortes dores de cabeça depois.

Tecnologia como aliada das finanças

Há inúmeros aplicativos gratuitos que são disponibilizados na internet com o intuito de auxiliar as pessoas nos assuntos financeiros.

Há os que são conectados diretamente na sua conta bancária e pode calcular taxas e impostos, os que mostram estratégias e exibem dicas para um bom investimento.

E existem ainda aqueles que ajudam a lembrar o vencimento das suas contas e permitem que você deixe suas metas instaladas para que então ele vá enviando relatórios de como está o andamento das suas realizações.

A tecnologia pode, de fato, ser a aliada do casal. Aproveite essa infinidade de meios que ajudam a solucionar os seus problemas de forma mais fácil e ágil também.

Todas as sugestões descritas tornará o trabalho de organização do casal muito melhor. Portanto, siga cada uma e evite brigas desnecessárias com seu parceiro.

Afinal, não foi para isso que vocês decidiram se unir, não é mesmo?

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Carência no plano de saúde: o que é e como funciona
abrir conta para filhos
falar de dinheiro em casa
consórcio-Yamaha
dívidas