InícioNotíciasInvestimentosJá ouviu falar em Forex? Conheça o maior mercado cambial do mundo

Já ouviu falar em Forex? Conheça o maior mercado cambial do mundo

0
(0)

Você já ouviu falar em Forex? Esse é o maior mercado cambial do mundo, onde as pessoas lucram negociando em cima da especulação de moedas.

É um investimento de alto risco, mas procurado por quem procura grandes retornos financeiros.

Algumas pessoas podem achar que é como uma bolsa de valores, mas na verdade funciona de forma diferente. Continue lendo este artigo para saber mais!

O que é Forex?

O Forex, também conhecido como FX, é a abreviação de “foreign exchange market”. A expressão pode ser traduzida como mercado cambial.

Na verdade, esse é o maior mercado cambial do mundo, pois movimenta uma grande quantidade de dinheiro diariamente. Inclusive, mais recursos do que as grandes bolsas de valores.

No entanto, o funcionamento é diferente da bolsa. Isso porque as operações de FX funcionam em um sistema de pares de moedas, como detalhamos mais a frente neste artigo.

Outra característica é que o Forex é totalmente online, não tem uma sede fixa. Ele funciona 24 horas por dia, cinco dias da semana.

Além disso, é um mercado descentralizado e dinâmico. Ou seja, operadores de todo o mundo podem participar e impactar a tendência de cotação das moedas.

Como esse mercado funciona?

As pessoas que operam no Forex conseguem obter ganhos por meio da especulação. Ou seja, elas apostam em moedas e podem lucrar ou perder de acordo com a valorização ou desvalorização delas.

No entanto, a operação envolve a compra de uma moeda simultâneamente à venda de outra. Ou seja, as moedas são negociadas em PARES.

Por exemplo: numa dólar e euro, o investidor não compra dólares ou euros fisicamente. Mas sim uma relação monetária de troca entre eles, uma taxa de câmbio entre as duas moedas.

Em outras palavras, quem opera nesse mercado especula sobre a subida ou descida de uma moeda em relação à outra.

Então se o trader faz uma operação apostando na alta do dólar e acerta (o dólar de fato se valoriza em relação à outra moeda da operação), ele vai lucrar com a diferença.

No entanto, se ele errar, terá que vender a relação entre as moedas. Por isso operar no Forex é um investimento de alto risco e não tem garantia de lucro.

Confira na tabela a seguir uma simulação:

Tabela mostra simulação de uma operação no Forex
(Imagem: Investidor.gov)

Como os preços das moedas oscilam constantemente, as operações podem ser realizadas em minutos, dias ou até semanas.

Neste mercado também são comuns as operações que se chama de alavancagem, na qual o especulador aplica mais dinheiro do que ele possui.

Essa é uma abordagem ainda mais arriscada, embora possa trazer mais lucros.

O Forex é arriscado?

O Forex realmente existe e o mercado em si não é um golpe. No entanto, as operações possuem um alto nível de risco.

Apesar de permitir grandes retornos, envolve o potencial de perdas igualmente grandes. Portanto, quem opera precisa saber muito bem sobre a dinâmica das especulações e do mercado.

A cotação das moedas é impactada pela lei da oferta e demanda e também pela especulação.

Por isso uma das características do Forex é a alta liquidez. Ele é considerado o mercado de maior liquidez do mundo.

Quem pode operar nesse mercado?

Tanto pessoas interessadas em realizar investimentos lucrativos quanto empresas podem operar no Forex.

Na verdade, pessoas físicas e jurídicas que tenham interesse em transacionar com divisas, como importadores e exportadores, também atuam nesse mercado.

No entanto, a maior parte do volume negociado é de investidores buscando lucrar ou especular.

Geralmente, os especuladores procuram as moedas mais líquidas. Ou seja, mais negociadas, o que facilita a realização de suas operações.

Mas esse não era um mercado restrito a bancos e investidores institucionais?

Inicialmente, sim. Mas com a evolução tecnológica e a crescente globalização dos fluxos financeiros, o FX ficou mais acessível a investidores individuais.

Sendo assim, é possível ter acesso às transações usando a internet, em diferentes países.

Mulher de terno olha para um tablet com gráficos de cotação de moedas no Forex
Forex é considerado o maior mercado cambial do mundo

É possível e seguro operar no Forex do Brasil?

Esse é um ponto delicado. Antes de qualquer coisa, entenda que o Forex por si só já é uma operação de risco e sem garantia de retorno.

Além disso, existem corretoras no Brasil que disponibilizam o acesso ao mercado sem estarem registradas na Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Isso não impede que os brasileiros operem no Forex. Na verdade é possível operar até de forma individual, mas essa é uma opção bem arriscada.

O que acontece é que alguns brasileiros recorrem a corretoras estrangeiras que oferecem o serviço. Mas nessas situações existem riscos relacionados a uso de dados por empresas ilegais e até golpes.

Existem corretoras que usam de argumentos enganosos, prometendo lucros rápidos e fáceis. Em casos graves, quem investe pode ser vítima de pirâmide financeira ou ter dificuldades em resgatar o dinheiro.

Portanto, ao realizar operações no FX, o único caminho seguro é verificar se a negociação se dá de acordo com a lei. Ou seja, se a instituição ofertante, bem como o produto ofertado, possuem registro na CVM.

O conteúdo foi útil? Então compartilhe com seus amigos e deixe um comentário!

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui