InícioCriptomoedaSaiba como investir em criptomoedas na Bolsa de Valores

Saiba como investir em criptomoedas na Bolsa de Valores

4
(5)

No primeiro trimestre do ano, as moedas digitais alcançaram uma valorização de mais de 100%, se tornando ativos essenciais para qualquer carteira de investimento. A boa notícia para quem deseja aproveitar o momento é que ficou mais mais fácil investir em criptomoedas na Bolsa de Valores.

Isso porque a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) aprovou o primeiro Exchange Traded Fund (ETF) de bitcoin da história da bolsa brasileira, a B3, a pedido da QR Asset Management, gestora de recursos da holding QR Capital. A ideia é movimentar cerca de R$500 milhões.

A iniciativa é pioneira. Afinal, apenas o Canadá tem os outros três ETFs de bitcoin, sendo o primeiro a ser lançado foi o Purpose Bitcoin ETF.

Contudo, o efeito da ação foi rápida. Um exemplo é que a CVM logo recebeu o pedido da Hashdex a oferecer na bolsa brasileira um ETF atrelado a uma cesta de seis criptoativos, o Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice.

Como investir em criptomoedas na B3?

Investir em criptmoedas na Bolsa de Valores será bem fácil. Basta ingressar em uma Exchange Traded Funds (ETF). Contudo, a primeira diferença que o investidor irá perceber entre um fundo de investimento e um ETF será na hora de executar a compra.

Tal qual uma ação, um ETF é negociado no pregão da bolsa, no Home Broker da sua corretora. Investidores que adquirem ações do ETF terão posse indireta dos Bitcoins e o preço de cada ação irá variar com base na atividade de venda e compra do ETF ao longo do dia.

Agora, os investidores brasileiros, inclusive pequenos investidores, poderão adquirir cotas do ETF diretamente pela B3, sem restrição de exposição.

Afinal, um ETF do Bitcoin seria então, uma maneira de investir na criptomoeda sem a exposição a alguns riscos inerentes a tecnologia. Uma vez que o detentor deste ativo não necessitaria da custódia da criptomoeda. Isto é, não estaria exposto a um possível ataque hacker.

Além disso, todas as corretoras reguladas pela Securities and Exchange Commission (SEC) poderiam investir neste tipo de ativo diretamente, sem a necessidade de um intermédio de uma exchange especializada.

Considerando a enorme trajetória de crescimento após o lançamento de ETFs de ouro, muitos criptoentusiastas acreditam que uma correlação positiva e parecida poderia existir entre os preços do Bitcoin e os ETFs de Bitcoin.

criptomoedas na Bolsa de Valores
Banco do Brasil e Itaú anunciam que vão oferecer opções para investir em criptomoedas para seus clientes

Clientes do BB e Itaú poderão investir em Bitcoin e criptomoedas

Os acionistas do Banco do Brasil e do Itaú poderão investir em criptomoedas na Bolsa de Valores. Com isso, se tornam os primeiros dos “bancões” a oferecer um produto exposto a criptomoedas.

O BB vai oferecer a seus clientes a compra do ETF de criptomoedas da Hashdex, o HASH11. Com a ação, a instituição será o primeiro banco público do mundo a oferecer exposição a criptomoedas para seus clientes.

Já os correntistas do Itaú poderão investir no primeiro ETF de criptomoedas criado pela gestora Hashdex, o Hashdex Nasdaq Crypto Index (HASH11). O Itaú, junto com o BTG e a Genial, participaram do lançamento do fundo.

A aprovação de produtos de investimento ligados aos criptoativos nos mercados tradicionais é apontada por especialistas como fator determinante para o crescimento e desenvolvimento do setor.

Isso deve-se ao seu alcance e facilidade de acesso, que podem acelerar a adoção da classe de ativos digitais.

Ficou interessado em começar sua aplicação na modalidade? Veja aqui outras maneiras de como investir em bitcoin e outras criptomoedas!

O que achou disso?

Média da classificação 4 / 5. Número de votos: 5

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui