InícioNotíciasEmpreendedorismoProfissional liberal ou MEI? Confira as diferenças

Profissional liberal ou MEI? Confira as diferenças

4.7
(3)

Muitas pessoas estão, atualmente, decidindo trabalhar por conta própria. Ainda assim, muitas se deparam com dúvidas sobre profissional liberal ou MEI (microempreendedor individual) e em qual dessas categorias se encaixam.

De fato, o mundo moderno nos trouxe a possibilidade de escolher qual carreira seguir e, em alguns casos, a pessoa pode escolher se quer um emprego pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) ou não.

Neste texto, vamos abordar quais são as diferenças entre liberal e MEI. Uma coisa é certa: para pequenos e médios negócios de empreendedores começarem a dar certo, é necessário ter organização.

E pode até parecer complicado entender as diferenças e regularizar de vez um negócio. Mas não é! Continue a leitura para saber mais.

Homem escrevendo com celular na mão com notebook
Entenda a diferença entre um profissional liberal e MEI

Profissional liberal ou MEI: veja quais são as diferenças

Pode ser que você já tenha se definido como “profissional liberal” algumas vezes quando perguntam o que você faz. Ou, então, talvez você já tenha pensado em abrir um MEI.

Mas, afinal de contas, existem diferenças? Se sim, quais são?

A seguir, veja quais são as diferenças entre um profissional liberal ou MEI:

Microempreendedor Individual (MEI)

O Microempreendedor Individual ou MEI, como é mais conhecido, é um modelo para quem trabalha por conta própria e decide montar o seu negócio.

A pessoa é a única dona do negócio. Além disso, quando essa pessoa abre o MEI ela passa a ter o status de pequeno empresário.

+ Quais as vantagens de abrir MEI para motoristas de aplicativo?

Mas como isso funciona? Para ser MEI é necessário que a empresa fature no máximo R$60 mil por ano. O microempreendedor também não pode ter nenhum sócio ou fazer parte de outra empresa maior.

Em contrapartida, quem é MEI pode contratar um funcionário, desde que ele receba um salário mínimo ou o piso da categoria da qual ele participa.

Em resumo, o objetivo do MEI é tirar o trabalhador da informalidade e dar a ele a possibilidade de ter um CNJP de maneira fácil e rápida.

Qual é a diferença entre ser MEI e trabalhar por conta própria?

A maior diferença é ter o CNPJ. Com esse documento, o microempreendedor pode abrir conta no nome da empresa, solicitar empréstimos com maior facilidade e conseguir emitir notas fiscais.

Há também outros benefícios para o pequeno empresário: auxílio-doença, licença maternidade e auxílio da aposentadoria.

Tudo isso é possível pois, embora seja um valor considerado baixo, o MEI paga impostos. Vamos explicar como é feita essa tributação. Continue lendo para saber.

Como é feita a tributação do MEI?

Sabemos que o Brasil é um país que cobra muitos impostos e isso pode acabar confundindo na hora de abrir uma empresa.

Se você pensa em abrir um MEI, saiba que o microempreendedor é enquadrado no Simples Nacional, que é uma forma de tributação simplificada.

Nesse caso, o microempreendedor fica isento dos impostos federais, como o Imposto de Renda (IR) e o Cofins.

Mas o MEI precisa pagar um valor fixo por mês, de acordo com os serviços que serão prestados.

+ 3 erros que o MEI deve evitar na hora de empreender

Profissional liberal

Mas e o profissional liberal? O que é? De forma simples, o profissional liberal é alguém que pode prestar serviços sem estar ligado a uma empresa específica.

Além disso, outra característica do liberal, além de trabalhar por conta própria, é que ele precisa ter uma formação específica, seja técnica, seja superior.

Ou seja, os profissionais liberais são pessoas capacitadas em determinada área. Algumas dessas áreas são: Direito, Medicina, Jornalismo, Arquitetura, entre outras.

Como é feita a tributação do liberal?

Quando um profissional liberal presta serviços, ele deve recolher os impostos, que são: Imposto de Renda, PIS, ISS e o INSS.

+ Como o profissional liberal comprova renda?

Assim como um trabalhador autônomo, o cadastro do liberal na prefeitura como prestador de serviços pode ser uma alternativa.

Mas quando o liberal já é contratado, os impostos como INSS já retidos automaticamente pelo contratante.

Agora ficou fácil de entender as diferenças, não é? O primeiro, que é o MEI, é uma empresa. Já o liberal é uma modalidade de trabalho individual.

Profissional liberal x Autônomo

Neste texto você viu a diferença entre profissional liberal e MEI. Mas, será que profissional e autônomo tem suas semelhanças? Eles possuem características parecidas?

Para quem quer entender melhor, o autônomo pode escolher ter uma qualificação profissional ou não – ou seja, podendo ofertar os seus serviços para qualquer segmento.

O profissional liberal, por sua vez, precisa ter uma formação, seja ela acadêmica ou técnica, além de uma área escolhida para atuação. Isso independentemente se escolheu trabalhar para uma empresa ou conta própria.

Em suma, o autônomo não tem uma área destinada, enquanto o profissional liberal é mais focado e direcionado para um fim. O autônomo nunca terá vínculo empregatício, enquanto o liberal pode escolher ter ou não. Além disso, o autônomo não é regulado por órgãos ou conselhos. O liberal poderá ter uma regulamentação.

O que você achou do nosso texto? Bom? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude os seus amigos a entenderem as diferenças entre profissional liberal e MEI.

O que achou disso?

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Redação
Redação
O FinanceOne é um site especializado em finanças. Desde 2003, publicamos conteúdos que buscam traduzir desde a influência do mercado financeiro no seu dia a dia até a simples economia dentro de casa. Nossa missão é mostrar que qualquer pessoa pode ter controle financeiro e fazer as escolhas certas. Assim como ter no dinheiro um aliado para viver bem e conquistar seus sonhos.

Assine nossa newsletter!

Páginas Populares

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

InícioNotíciasEmpreendedorismoProfissional liberal ou MEI? Confira as diferenças

Profissional liberal ou MEI? Confira as diferenças

4.7
(3)

Muitas pessoas estão, atualmente, decidindo trabalhar por conta própria. Ainda assim, muitas se deparam com dúvidas sobre profissional liberal ou MEI (microempreendedor individual) e em qual dessas categorias se encaixam.

De fato, o mundo moderno nos trouxe a possibilidade de escolher qual carreira seguir e, em alguns casos, a pessoa pode escolher se quer um emprego pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) ou não.

Neste texto, vamos abordar quais são as diferenças entre liberal e MEI. Uma coisa é certa: para pequenos e médios negócios de empreendedores começarem a dar certo, é necessário ter organização.

E pode até parecer complicado entender as diferenças e regularizar de vez um negócio. Mas não é! Continue a leitura para saber mais.

Homem escrevendo com celular na mão com notebook
Entenda a diferença entre um profissional liberal e MEI

Profissional liberal ou MEI: veja quais são as diferenças

Pode ser que você já tenha se definido como “profissional liberal” algumas vezes quando perguntam o que você faz. Ou, então, talvez você já tenha pensado em abrir um MEI.

Mas, afinal de contas, existem diferenças? Se sim, quais são?

A seguir, veja quais são as diferenças entre um profissional liberal ou MEI:

Microempreendedor Individual (MEI)

O Microempreendedor Individual ou MEI, como é mais conhecido, é um modelo para quem trabalha por conta própria e decide montar o seu negócio.

A pessoa é a única dona do negócio. Além disso, quando essa pessoa abre o MEI ela passa a ter o status de pequeno empresário.

+ Quais as vantagens de abrir MEI para motoristas de aplicativo?

Mas como isso funciona? Para ser MEI é necessário que a empresa fature no máximo R$60 mil por ano. O microempreendedor também não pode ter nenhum sócio ou fazer parte de outra empresa maior.

Em contrapartida, quem é MEI pode contratar um funcionário, desde que ele receba um salário mínimo ou o piso da categoria da qual ele participa.

Em resumo, o objetivo do MEI é tirar o trabalhador da informalidade e dar a ele a possibilidade de ter um CNJP de maneira fácil e rápida.

Qual é a diferença entre ser MEI e trabalhar por conta própria?

A maior diferença é ter o CNPJ. Com esse documento, o microempreendedor pode abrir conta no nome da empresa, solicitar empréstimos com maior facilidade e conseguir emitir notas fiscais.

Há também outros benefícios para o pequeno empresário: auxílio-doença, licença maternidade e auxílio da aposentadoria.

Tudo isso é possível pois, embora seja um valor considerado baixo, o MEI paga impostos. Vamos explicar como é feita essa tributação. Continue lendo para saber.

Como é feita a tributação do MEI?

Sabemos que o Brasil é um país que cobra muitos impostos e isso pode acabar confundindo na hora de abrir uma empresa.

Se você pensa em abrir um MEI, saiba que o microempreendedor é enquadrado no Simples Nacional, que é uma forma de tributação simplificada.

Nesse caso, o microempreendedor fica isento dos impostos federais, como o Imposto de Renda (IR) e o Cofins.

Mas o MEI precisa pagar um valor fixo por mês, de acordo com os serviços que serão prestados.

+ 3 erros que o MEI deve evitar na hora de empreender

Profissional liberal

Mas e o profissional liberal? O que é? De forma simples, o profissional liberal é alguém que pode prestar serviços sem estar ligado a uma empresa específica.

Além disso, outra característica do liberal, além de trabalhar por conta própria, é que ele precisa ter uma formação específica, seja técnica, seja superior.

Ou seja, os profissionais liberais são pessoas capacitadas em determinada área. Algumas dessas áreas são: Direito, Medicina, Jornalismo, Arquitetura, entre outras.

Como é feita a tributação do liberal?

Quando um profissional liberal presta serviços, ele deve recolher os impostos, que são: Imposto de Renda, PIS, ISS e o INSS.

+ Como o profissional liberal comprova renda?

Assim como um trabalhador autônomo, o cadastro do liberal na prefeitura como prestador de serviços pode ser uma alternativa.

Mas quando o liberal já é contratado, os impostos como INSS já retidos automaticamente pelo contratante.

Agora ficou fácil de entender as diferenças, não é? O primeiro, que é o MEI, é uma empresa. Já o liberal é uma modalidade de trabalho individual.

Profissional liberal x Autônomo

Neste texto você viu a diferença entre profissional liberal e MEI. Mas, será que profissional e autônomo tem suas semelhanças? Eles possuem características parecidas?

Para quem quer entender melhor, o autônomo pode escolher ter uma qualificação profissional ou não – ou seja, podendo ofertar os seus serviços para qualquer segmento.

O profissional liberal, por sua vez, precisa ter uma formação, seja ela acadêmica ou técnica, além de uma área escolhida para atuação. Isso independentemente se escolheu trabalhar para uma empresa ou conta própria.

Em suma, o autônomo não tem uma área destinada, enquanto o profissional liberal é mais focado e direcionado para um fim. O autônomo nunca terá vínculo empregatício, enquanto o liberal pode escolher ter ou não. Além disso, o autônomo não é regulado por órgãos ou conselhos. O liberal poderá ter uma regulamentação.

O que você achou do nosso texto? Bom? Então compartilhe em suas redes sociais e ajude os seus amigos a entenderem as diferenças entre profissional liberal e MEI.

O que achou disso?

Média da classificação 4.7 / 5. Número de votos: 3

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?