10 melhores itens para vender online. Veja ideias! | FinanceOne

10 melhores itens para vender online. Veja ideias!

Escrito por: Tamires Silva em 30 de janeiro de 2020

Com o desemprego e a necessidade de aumentar a renda, muitos brasileiros têm aproveitado os recursos tecnológicos para vender online. A facilidade e a economia que esse tipo de empreendimento oferece são fortes atrativos.

O crescimento do e-commerce no Brasil foi de 12% no primeiro semestre de 2019. E as vendas tiveram um faturamento de R$ 26,4 bilhões.

A expectativa para 2020 é que esses números continuem crescendo, tendo em vista que o comércio virtual é cada vez mais fácil e acessível. Além disso, mais pessoas adquiriram o hábito de comprar online.

trabalho para 2019
Confira ideias para vender itens online e contornar a crise financeira

Apesar de todo este cenário positivo e das facilidades, não basta só abrir um site e colocar qualquer coisa lá para vender.

É preciso ser estratégico, pensar nos seus recursos e em possibilidades de maior crescimento. Para ajudar, FinanceOne lista dez itens para vender online.

Veja itens para vender online, segundo a Hotmart

A lista a seguir foi elaborada com base em informações da Hotmart, plataforma de comercialização e distribuição de produtos digitais. É a líder do segmento na América Latina.

Mas vale ressaltar que as possibilidades são enormes e dependem dos recursos de cada um. Para descobrir qual o melhor, pesquisa e estudos são essenciais.

1. Acessórios

Esse comércio pode ser uma boa saída para quem está por dentro das tendências de moda. Os acessórios, tanto femininos quanto masculinos, são bons chamativos de público.

Uma vantagem é que, apesar de não serem essenciais, eles podem ser itens muito baratos. Isso permite um bom retorno em lucro e mais chances de atrair muitos clientes.

2. Artigos de academia

Você sabia que o mercado fitness tem uma média de crescimento mundial de 8,7% ao ano? Por isso, vender itens para esse público é bastante promissor.

Desde roupas de academias, até acessórios esportivos ou marmitas saudáveis. O importante é saber que há demanda, mas também concorrência.

Por isso, ter um diferencial e identidade do produto é esse essencial para fazer o negócio dar certo. Lembre-se que produtos alimentícios têm prazo de validade, o que representa mais um fator para lidar no processo de vendas.

3. Produtos digitais

Quando falamos em lojas virtuais e e-commerce é comum pensarmos, de cara, em produtos físicos. Mas se a própria venda pode ser online, os produtos também!

+ Como ganhar dinheiro com infoprodutos na internet

Ebooks, cursos online, consultorias a distância, todas essas são opções de produtos digitais que podem ser sucesso de vendas.

É claro, porém, que a produção desses materiais pode ser mais custosa. Leve isso em consideração na hora de vender e também o conhecimento investido para elaborar os conteúdos que mais comercializar.

4. Casa e decoração

Mais uma para a lista de “fácil e barato”. Assim como os acessórios, artigos de decoração são facilmente estocados, pois não têm prazo de validade.

Basta estar atento às tendências e oferecer boas opções de produtos para os visitantes de seu site.

Tenha em mente, porém, questões como a entrega e o transporte desses itens, que muitas vezes podem ser frágeis.

5. Artesanato

Se você tem habilidades manuais, pode investir na venda online dos seus próprios produtos. Comprando matéria prima barata e oferecendo itens diferenciados é possível obter um ótimo lucro.

Mesmo que artesanato não seja o seu forte, é algo totalmente possível de aprender. Você também pode juntar uma rede de amigos e, juntos, colocarem a mão na massa, criando ainda mais rapidamente.

Veja outras cinco ideias de produtos para loja virtual

6. Itens personalizados

Itens personalizados nunca saem de moda. Já pensou na possibilidade de investir em equipamento que possibilite fazer esse trabalho para as pessoas?

Canecas, bolsas, chinelos, blusas, chaveiros, lembrancinhas de aniversário. Basicamente qualquer coisa é customizável.

Vender online esse tipo de item é vantajoso, pois você pode fazer tudo sob encomenda, evitando desperdícios e estoques acumulados.

+ 7 dicas de finanças para empreendedores

7. Produtos para pets

O mercado pet é mais um que teve crescimento estrondoso nos últimos anos. O segmento deve atingir um faturamento de R$20 bilhões este ano no Brasil.

Nosso país possui 139,3 milhões de animais de estimação e seus donos estão cada vez mais preocupados com esses bichinhos. O que faz com que também invistam cada vez mais neles.

Produtos pets vão desde brinquedinhos, até rações e vitaminas, roupinhas, acessórios e uma infinidades de possibilidades. Mas lembre-se, que não há somente cachorros e gatos.

8. Para veganos e vegetarianos

Está aí mais um nicho em crescimento no Brasil. Vender online produtos para esse público é uma boa oportunidade, porque é um meio a ser ainda muito explorado.

Sim, já existem diversas lojas especializadas em produtos veganos e vegetarianos, mas acredite, a demanda tende a aumentar.

Saia do óbvio e, além de alimentos, pense no veganismo como um todo. Uma loja especializada em moda (roupas e acessórios) vegana e acessível, por exemplo.

9. Cosméticos

Em um ranking sobre a quantidade de pedidos feito pela Ebit no primeiro semestre de 2018, o nicho de cosméticos e perfumaria ficou em 1º lugar. Além disso, de acordo com a Escola de E-commerce, houve um crescimento do faturamento em 45%, em relação ano anterior.

Por isso, vender esse tipo de produto é mais uma promessa de sucesso. Maquiagens, perfumes, produtos de skincare (mais um nicho em crescimento no Brasil) são alguns exemplos.

10. Artigos geek

Esse é um nicho que precisa de atenção, pois é necessário estar por dentro e muito bem informado sobre o meio geek para acertar nas vendas.

Se você é uma pessoa ligada nos filmes, livros, quadrinhos, jogos e tudo o mais, pode ser uma boa opção.

Há, inclusive, a possibilidade de vender artigos de colecionador, que são mais caros e possuem um público ainda mais específico, porém pode dar bons retornos. Vender online itens geek de segunda mão também é uma boa ideia.

Já decidiu qual tipo de produto você vai vender online? Lembre-se de estar atento às normas para fazer tudo conforme a lei e elaborar uma boa estratégia. Boas vendas!

Tamires Silva

Jornalista atuando como repórter e produtora de conteúdo. Produz conteúdo para internet desde 2015.

Deixe uma resposta

Posts relacionados

Marketing Digital
Finanças no Instagram
Como ganhar renda extra com Mercado Livre
Marketing Digital
Ganhar dinheiro na Páscoa