Cursos que transformam sua vida financeira
Mais
    InícioNotíciasFinanças PessoaisPlanejamento financeiro durante a faculdade: aprenda como fazer da melhor forma

    Planejamento financeiro durante a faculdade: aprenda como fazer da melhor forma

    0
    (0)

    Um bom planejamento financeiro é importante em todos os momentos da vida, inclusive durante a faculdade. Isso não só para ajudar nas despesas do curso, mas para o início da vida pós formado.

    Publicidade

    De acordo com dados do SemeSP, instituto que representa as mantenedoras do ensino superior no Brasil, cerca de 36,6% dos alunos das faculdades privadas abandonaram seus cursos no último ano. Ou seja, 3,42 milhões de desistências.

    O motivo? Falta de recursos para investir na graduação.

    Por isso, FinanceOne listou dicas que vão te ajudar a montar um bom planejamento financeiro durante a faculdade, para você não passar aperto. Confira!

    O que é um planejamento financeiro?

    Geralmente, é no período da faculdade que o jovem começa a gerir as próprias finanças, ainda que conte com a ajuda dos pais. E, por isso, é importante entender o que é um planejamento financeiro e como fazer um.

    Como o próprio nome já diz, o planejamento financeiro é uma espécie de roteiro em que você mapeia seus gastos, ganhos e planos futuros. Por meio dessa ferramenta é possível, por exemplo, se preparar para possíveis imprevistos.

    Publicidade

    Basicamente, a montagem desse plano engloba o momento atual, onde se quer chegar e o caminho a ser percorrido em direção desses objetivos.

    Diante disso, o primeiro passo é considerar todos os custos que envolvem uma graduação. Entre eles: passagem, materiais de estudo, alimentação, mensalidades (em casos de faculdade particular), entre outros gastos básicos.

    Com esse mapeamento, você consegue ter noção do quanto gasta por mês. E aí entra uma regra de ouro no universo das finanças: gastar menos do que ganha. Assim, é possível fazer uma reserva financeira para eventuais imprevistos.

    Também deve contar neste plano suas metas de curto, médio e longo prazo, com os valores que devem ser destinados a cada um desses objetivos.

    Ao fazer esse exercício, você pode perceber que seus ganhos não são compatíveis com seus gastos. Uma dica é pensar em formas de renda extra, desde que isso não vá atrapalhar seus estudos; ou adequar seu orçamento à sua realidade financeira.

    Publicidade
    estudantes de vestibular
    Jovens costumam começar a controlar as próprias finanças na faculdade (Foto: Divulgação)

    Planejamento financeiro durante a faculdade: por onde começar?

    Na verdade, o ideal é que esse planejamento financeiro comece a ser feito antes de você entrar em uma faculdade. Por exemplo, se for estudar em uma universidade particular, pesquise sobre valores, taxas extras, reajustes e opções de bolsas de estudos.

    Outro ponto a considerar é sobre o curso. Um estudante de odontologia precisa gastar mais recursos em materiais de estudo que um de administração, por exemplo. Qual é a situação do seu curso? Quais tipos de materiais você vai precisar investir durante a graduação?

    Se você já está na faculdade, já tem uma noção dos seus principais gastos. Nesse caso, a dica é colocar tudo no papel e adequar suas despesas ao seu orçamento. Ou pensar em formas de ganhar mais para suprir seus gastos.

    Leve em consideração, também, o período pós formado. O que pretende fazer?

    Muitos estudantes almejam um intercâmbio, uma pós-graduação ou até mesmo uma casa própria depois de se formar. Se você tem algo assim em mente, já inclua essa meta no seu planejamento financeiro e invista nela todos os meses.

    Publicidade

    + Confira 5 erros comuns ao montar um planejamento financeiro

    Como montar um planejamento financeiro?

    Se você ainda está se perguntando como montar esse planejamento financeiro na prática, confira as dicas:

    Escolha um método

    Há diversas maneiras de organizar as finanças: planilhas, aplicativos ou o bem e velho caderno de anotações. Identifique qual maneira se encaixa melhor no seu perfil.

    Nesta ferramenta deve constar sua renda mensal, ganhos de renda extra e, claro, as despesas. Uma dica é separá-las em contas fixas, gastos eventuais, reserva de emergência e investimentos.

    Divida a sua renda

    A divisão de renda nada mais é do que separar seus ganhos em percentuais de prioridade. A mais usada é a divisão 70/30. Ou seja, 70% do salário é destinado aos gastos essenciais e 30% para investimentos e reserva de emergência.

    Ah, as despesas da faculdade devem ser consideradas gastos essenciais, ok?

    Reserva de emergência

    Conforme já mencionado, é importante reservar um valor para eventuais imprevistos. Essa é a chamada reserva de emergência. Ou seja, um dinheiro que você guarda para quando um evento inesperado ocorrer.

    Você até pode investir esse valor, mas em um investimento que possibilite o resgate imediato, caso precise. Um exemplo são os CDBs.

    Acompanhe os resultados

    Verifique seus resultados frequentemente para garantir que o planejamento está dando certo. Caso contrário, por meio desses acompanhamentos você poderá entender o que precisa ser ajustado.

    Dicas para economizar

    Se em seu planejamento financeiro durante a faculdade você identificou que seu orçamento está muito apertado, há algumas maneiras de tentar reduzir as despesas. Confira!

    Financiamento estudantil

    Se você não tem uma bolsa de estudos integral em uma universidade e precisará pagar mensalidade, considere um financiamento estudantil. Com o Programa do Governo Federal FIES, por exemplo, é possível financiar o curso e pagar depois de formado.

    Dividir despesas de moradia

    Precisa se mudar para outra cidade para ficar perto da faculdade? Que tal dividir um apartamento ou morar em uma república? Essa é uma forma de baratear os custos com aluguel e outras despesas, como água, luz e gás.

    Compre móveis usados

    Agora se você precisa se mudar e precisa mobiliar um apartamento ou casa, uma boa alternativa é comprar móveis usados, que costumam sair mais em conta. Em sites de classificados é possível encontrar diversos móveis a bons preços.

    Use a biblioteca da universidade

    Nem todos os livros você precisa comprar. A biblioteca das universidades costumam ter muitas opções de livros, de diferentes cursos, para os alunos, inclusive os indicados pelos professores. Use isso a seu favor e economize nos materiais de estudo.

    Siga seu planejamento financeiro

    As tentações são diversas. Mas siga seu planejamento financeiro para não se enrolar com as despesas da faculdades e demais gastos.

    Nele você terá uma visão integral de seus ganhos e gastos, além dos seus objetivos a longo prazo. Por isso, é importante seguir o roteiro, para não se enrolar financeiramente.

    Vantagens de um planejamento financeiro durante a faculdade

    A maior vantagem de apostar em um planejamento financeiro durante a faculdade é ter a segurança de que conseguirá lidar com as despesas, mesmo se algo inesperado ocorrer. Assim, é possível evitar frustrações futuras.

    O planejamento financeiro desde a faculdade também ajuda os jovens a aprender a controlar suas finanças logo no início da fase adulta. Aprendizado que segue por toda a vida.

    Outro aspecto importante é ter mais segurança em relação à vida financeira, permitindo que o jovem se dedique às suas demais atividades com tranquilidade. Além disso, a longo prazo você conseguirá atingir suas metas por ter feito um planejamento prévio.

    Gostou deste conteúdo? Compartilhe com os amigos e confira mais dicas sobre como fazer um planejamento financeiro.

    Veja também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?

    Letícia de Jesus
    Letícia de Jesus
    Jornalista e redatora, com experiência em SEO e webwriting. Apaixonada pela escrita e extremamente curiosa, gosto de explorar diferentes assuntos.

    Artigos Relacionados

    Assine nossa newsletter!

    Páginas Populares

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    InícioNotíciasFinanças PessoaisPlanejamento financeiro durante a faculdade: aprenda como fazer da melhor forma

    Planejamento financeiro durante a faculdade: aprenda como fazer da melhor forma

    0
    (0)

    Um bom planejamento financeiro é importante em todos os momentos da vida, inclusive durante a faculdade. Isso não só para ajudar nas despesas do curso, mas para o início da vida pós formado.

    Publicidade

    De acordo com dados do SemeSP, instituto que representa as mantenedoras do ensino superior no Brasil, cerca de 36,6% dos alunos das faculdades privadas abandonaram seus cursos no último ano. Ou seja, 3,42 milhões de desistências.

    O motivo? Falta de recursos para investir na graduação.

    Por isso, FinanceOne listou dicas que vão te ajudar a montar um bom planejamento financeiro durante a faculdade, para você não passar aperto. Confira!

    O que é um planejamento financeiro?

    Geralmente, é no período da faculdade que o jovem começa a gerir as próprias finanças, ainda que conte com a ajuda dos pais. E, por isso, é importante entender o que é um planejamento financeiro e como fazer um.

    Como o próprio nome já diz, o planejamento financeiro é uma espécie de roteiro em que você mapeia seus gastos, ganhos e planos futuros. Por meio dessa ferramenta é possível, por exemplo, se preparar para possíveis imprevistos.

    Publicidade

    Basicamente, a montagem desse plano engloba o momento atual, onde se quer chegar e o caminho a ser percorrido em direção desses objetivos.

    Diante disso, o primeiro passo é considerar todos os custos que envolvem uma graduação. Entre eles: passagem, materiais de estudo, alimentação, mensalidades (em casos de faculdade particular), entre outros gastos básicos.

    Com esse mapeamento, você consegue ter noção do quanto gasta por mês. E aí entra uma regra de ouro no universo das finanças: gastar menos do que ganha. Assim, é possível fazer uma reserva financeira para eventuais imprevistos.

    Também deve contar neste plano suas metas de curto, médio e longo prazo, com os valores que devem ser destinados a cada um desses objetivos.

    Ao fazer esse exercício, você pode perceber que seus ganhos não são compatíveis com seus gastos. Uma dica é pensar em formas de renda extra, desde que isso não vá atrapalhar seus estudos; ou adequar seu orçamento à sua realidade financeira.

    Publicidade
    estudantes de vestibular
    Jovens costumam começar a controlar as próprias finanças na faculdade (Foto: Divulgação)

    Planejamento financeiro durante a faculdade: por onde começar?

    Na verdade, o ideal é que esse planejamento financeiro comece a ser feito antes de você entrar em uma faculdade. Por exemplo, se for estudar em uma universidade particular, pesquise sobre valores, taxas extras, reajustes e opções de bolsas de estudos.

    Outro ponto a considerar é sobre o curso. Um estudante de odontologia precisa gastar mais recursos em materiais de estudo que um de administração, por exemplo. Qual é a situação do seu curso? Quais tipos de materiais você vai precisar investir durante a graduação?

    Se você já está na faculdade, já tem uma noção dos seus principais gastos. Nesse caso, a dica é colocar tudo no papel e adequar suas despesas ao seu orçamento. Ou pensar em formas de ganhar mais para suprir seus gastos.

    Leve em consideração, também, o período pós formado. O que pretende fazer?

    Muitos estudantes almejam um intercâmbio, uma pós-graduação ou até mesmo uma casa própria depois de se formar. Se você tem algo assim em mente, já inclua essa meta no seu planejamento financeiro e invista nela todos os meses.

    Publicidade

    + Confira 5 erros comuns ao montar um planejamento financeiro

    Como montar um planejamento financeiro?

    Se você ainda está se perguntando como montar esse planejamento financeiro na prática, confira as dicas:

    Escolha um método

    Há diversas maneiras de organizar as finanças: planilhas, aplicativos ou o bem e velho caderno de anotações. Identifique qual maneira se encaixa melhor no seu perfil.

    Nesta ferramenta deve constar sua renda mensal, ganhos de renda extra e, claro, as despesas. Uma dica é separá-las em contas fixas, gastos eventuais, reserva de emergência e investimentos.

    Divida a sua renda

    A divisão de renda nada mais é do que separar seus ganhos em percentuais de prioridade. A mais usada é a divisão 70/30. Ou seja, 70% do salário é destinado aos gastos essenciais e 30% para investimentos e reserva de emergência.

    Ah, as despesas da faculdade devem ser consideradas gastos essenciais, ok?

    Reserva de emergência

    Conforme já mencionado, é importante reservar um valor para eventuais imprevistos. Essa é a chamada reserva de emergência. Ou seja, um dinheiro que você guarda para quando um evento inesperado ocorrer.

    Você até pode investir esse valor, mas em um investimento que possibilite o resgate imediato, caso precise. Um exemplo são os CDBs.

    Acompanhe os resultados

    Verifique seus resultados frequentemente para garantir que o planejamento está dando certo. Caso contrário, por meio desses acompanhamentos você poderá entender o que precisa ser ajustado.

    Dicas para economizar

    Se em seu planejamento financeiro durante a faculdade você identificou que seu orçamento está muito apertado, há algumas maneiras de tentar reduzir as despesas. Confira!

    Financiamento estudantil

    Se você não tem uma bolsa de estudos integral em uma universidade e precisará pagar mensalidade, considere um financiamento estudantil. Com o Programa do Governo Federal FIES, por exemplo, é possível financiar o curso e pagar depois de formado.

    Dividir despesas de moradia

    Precisa se mudar para outra cidade para ficar perto da faculdade? Que tal dividir um apartamento ou morar em uma república? Essa é uma forma de baratear os custos com aluguel e outras despesas, como água, luz e gás.

    Compre móveis usados

    Agora se você precisa se mudar e precisa mobiliar um apartamento ou casa, uma boa alternativa é comprar móveis usados, que costumam sair mais em conta. Em sites de classificados é possível encontrar diversos móveis a bons preços.

    Use a biblioteca da universidade

    Nem todos os livros você precisa comprar. A biblioteca das universidades costumam ter muitas opções de livros, de diferentes cursos, para os alunos, inclusive os indicados pelos professores. Use isso a seu favor e economize nos materiais de estudo.

    Siga seu planejamento financeiro

    As tentações são diversas. Mas siga seu planejamento financeiro para não se enrolar com as despesas da faculdades e demais gastos.

    Nele você terá uma visão integral de seus ganhos e gastos, além dos seus objetivos a longo prazo. Por isso, é importante seguir o roteiro, para não se enrolar financeiramente.

    Vantagens de um planejamento financeiro durante a faculdade

    A maior vantagem de apostar em um planejamento financeiro durante a faculdade é ter a segurança de que conseguirá lidar com as despesas, mesmo se algo inesperado ocorrer. Assim, é possível evitar frustrações futuras.

    O planejamento financeiro desde a faculdade também ajuda os jovens a aprender a controlar suas finanças logo no início da fase adulta. Aprendizado que segue por toda a vida.

    Outro aspecto importante é ter mais segurança em relação à vida financeira, permitindo que o jovem se dedique às suas demais atividades com tranquilidade. Além disso, a longo prazo você conseguirá atingir suas metas por ter feito um planejamento prévio.

    Gostou deste conteúdo? Compartilhe com os amigos e confira mais dicas sobre como fazer um planejamento financeiro.

    Veja também no FinanceOne:

    O que achou disso?

    Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

    Seja o primeiro a avaliar este post.

    Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

    Diga-nos, como podemos melhorar?