Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Poupança programada: o que é e como abrir a sua

Escrito por: Mateus Carvalho em 26 de julho de 2018

Todo mundo tem o sonho de conseguir juntar aquela boa quantia em dinheiro, mas às vezes não sabe como ou não tem disciplina para isso. A boa notícia para você, que se enquadra nesse perfil, é que cada vez mais vêm surgindo opções e ferramentas que facilitam este processo. Uma delas chama-se poupança programada. A seguir, entenda o que é e descubra como abrir a sua.

Para muita gente, a dificuldade em guardar dinheiro está na falta dele. Isso porque muitos compromissos fixos e outros que surgem no decorrer do mês acabam dificultando este objetivo. Mas, para uns, o problema maior está no fator disciplina.

poupança programada
A poupança programada tem inúmeras vantagens para quem investe nela

Saiba que está cada vez mais fácil driblar esse fenômeno e iniciar a saga de juntar o tão sonhado valor. A poupança programada é um serviço gratuito e está disponível para os clientes com conta poupança e conta corrente no mesmo banco. Saiba como calcular o rendimento da poupança.

A poupança programada possui várias vantagens. Uma delas é conseguir driblar a indisciplina ou qualquer possível esquecimento com outras responsabilidades.

Ela te ajudará a concluir este objetivo. Muita gente já utiliza o serviço como aliado nos negócios. Agora será possível se programar para o seu sonho. Entretanto, programe-se para não perder o controle das movimentações.

Entenda como funciona a poupança programada

A poupança programada é bem fácil e a sua explicação já está no próprio nome. Você vai programar o serviço para acontecer todo mês. Como se fosse um débito automático. Para começar, é muito importante que você pense e defina duas coisas:

– O dia que vai programar o depósito mensalmente;

– O valor que reservará para todo mês depositar.

Para ativar a poupança programada na sua conta bancária, basta acessar o site do banco ou ir até um caixa eletrônico de uma agência. Chegando lá, um atendente ou gerente do banco também pode lhe ajudar com informações.

O esquema funcionará da seguinte maneira: se você tem conta bancária que tem a opção corrente e poupança, basta ativar a opção poupança programada. O valor que você escolher todo mês será transferido da sua conta corrente para a sua conta poupança, na data que você escolheu ao ativar o serviço.

É importante ficar atento aos termos, pois cada banco utiliza de uma forma. O banco Santander chama este serviço de “Depósito Programado em Poupança”. Por outro lado, o Itaú trabalha com o nome “Aplicação Programada Mensal”. Ambos possuem a mesma finalidade da poupança programada.

É vantajoso fazer uma poupança programada?

A resposta para esta pergunta costuma ser de caráter pessoal e depender de diversos fatores. Isso porque para saber se é vantajoso será preciso analisar todas as condições, principalmente a atual situação financeira.

O primeiro passo é saber se o dinheiro que você estará debitando automaticamente da sua conta corrente todo mês lhe fará falta. Se você é daqueles que ainda não consegue se organizar e recebe contado para quitar todos os compromissos, avalie se o impacto será grande demais e se conseguirá suprir todas as demandas com o que sobrar.

Não caia na armadilha de achar que vai dar certo e depois se arrepender. Faça um planejamento e um cálculo bem detalhado das principais condições. Se retirar essa quantia vai fazer você se apertar, ficar mais enrolado financeiramente e ter que abrir mão de um compromisso fixo, ficando com dívidas acumuladas, a dica é deixar para lá essa opção de poupança programada.

Agora, se você tem o controle da sua vida financeira, e qualquer que seja a quantia que você optou por retirar todo mês não lhe fará falta, planeje-se para começar esse novo método de arrecadar uma grana. Um lado bom disso é que a poupança possui uma das menores taxas de rendimento mensal do mercado.

As principais vantagens da poupança programada

– Ajuda a ter disciplina;

– Ajuda a conseguir juntar um dinheiro;

– O dia e o valor para o débito é da escolha do cliente;

– Você pode cancelar a qualquer momento;

– Também é possível alterar o valor e data;

– As transações são automáticas, sem a necessidade do deslocamento até uma agência;

– Os bancos não cobram taxa.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Posts relacionados