Quanto custa um mochilão na Europa? | FinanceOne
FinanceOne

Onde suas finanças começam!

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Quanto custa um mochilão na Europa?

O valor de um mochilão na Europa vai depender de muitos fatores. Principalmente, do tempo e quantos países vai visitar. Por isso, um planejamento bem feito pode render um bom lucro durante a sua viagem.

Sem planejamento você vai acabar gastando mais do que o previsto. Pesquise muito bem sobre os locais que vai visitar, como vai se locomover e o quanto vai gastar. Isso vai fazer com que você consiga completar toda a rota com um saldo positivo de dinheiro.

Mas é claro, leve um dinheiro reserva, pois pode ser que você tenha algum imprevisto por lá.

Os principais gastos de uma viagem dessas são:

passagem aérea;

– hospedagem;

alimentação.

Outros gastos secundários também entram na lista como:

– transporte (metrô, ônibus, táxi, barco, trem);

– souvenir (se for o seu caso);

– bares e lazer.

O euro está em alta e o custo de vida nas cidades europeias não está barato. No entanto, uma viagem dessas não é impagável.

Afinal, não é necessário gastar uma fortuna para fazer um mochilão na Europa. Muito pelo contrário, se você estiver disposto a economizar em alguns quesitos, dá para ser até mais barato do que se imagina.

mochilão na europa

Quando viajar?

O tempo da sua viagem vai variar de acordo com o seu destino e seu orçamento. Se você prefere fazer um mochilão na Europa por países do leste, por exemplo, talvez possa estender o tempo de viagem.

Se for passar por países mais caros como Inglaterra, França e Alemanha, talvez precise reduzir o tempo de viagem. Defina o que é prioridade para você e escolha por quanto tempo quer viajar.

Os preços e as temperaturas mudam muito de acordo com as estações no continente europeu, assim como a experiência que você vai ter em cada lugar. No verão, alta temporada no continente,  o número de turistas aumenta, assim como os preços de acomodação e passagens de trem, ônibus e avião.

Em contrapartida, no inverno as temperaturas podem ficar negativas e é possível que, em alguns momentos, a viagem seja comprometida pelo mau tempo.

Mas, quem não se importa em passar frio pode se deparar com paisagens incríveis de cidades cobertas pela neve. No inverno os preços também costumam ser mais baixos e é mais fácil encontrar ofertas de passagens e acomodação.

Cidades mais baratas para fazer mochilão na Europa

mochilão na Europa
Praça da Independência, em Kiev

Kiev, a capital da Ucrânia, é a cidade europeia mais barata para viajar. Já a Islândia está no top dos destinos cada vez mais caros.

Quem afirma são os especialistas do Price of Travel, que todos os anos divulgam o Backpacker Index, um estudo que avalia custos de viagem para algumas das cidades mais populares.

Para cada dia, o valor inclui: uma noite em um hostel barato (mas com boas condições), em uma localização central e com comentários positivos nos sites de reservas de alojamentos; duas viagens em transportes públicos; uma entrada em atração turística ou museu; três refeições e três cervejas, que podem ser consideradas um gasto diário adicional para quem não bebe álcool.

Os valores apresentados são estimativas do que é possível gastar, para que possa ser mais fácil decidir o próximo destino de viagem, comparando cidade a cidade, com os preços convertidos, no caso dos destinos que não têm o euro circulando.

Cidade, país e gasto por dia, respectivamente:

1- Kiev, Ucrânia: US$ 25,04.
2- Cracóvia, Polônia: US$ 27,68.
3- Belgrado, Sérvia: US$ 28,06.
4- Bucareste, Romênia: US$ 28,82.
5- Sófia, Bulgária: US$ 32,15.
6- Budapeste, Hungria: US$ 33,86.
7- Sarajevo, Bósnia e Herzegovina: US$ 34,40.
8- Zagreb, Croácia: US$ 35,16.
9- Riga, Latvia: US$ 34,40.
10- Istambul, Turquia: US$ 36,13.
11- Varsóvia, Polônia: US$ 37,64.
12- Ceský Krumlov, República Checa: US$ 38,13.
13- Vilnus, Lituânia: US$ 38,33.
14- Bratislava, Eslováquia: US$ 42,02.
15- Split, Croácia: US$ 42,46.
16- Santorini, Grécia: US$ 45,60.
17- São Petersburgo, Rússia: US$ 46,79.
18- Liubliana, Eslovênia: US$ 49,39.

Como comprar as passagens?

Uma das principais dicas para conseguir bons preços para seu mochilão na Europa é esperar por promoções para comprar as passagens. Fique de olho nos sites das companhias aéreas e baixe aplicativos que avisam quando surgem uma promoção para os destinos que você selecionar.

Compre as passagens de ida e volta. Se você for comprar passagens ponto a ponto normalmente só um trecho vai sair o preço da ida e da volta. Caso pretenda chegar em uma cidade e retornar de outra utilize a pesquisa por múltiplos destinos.

Seja flexível nas datas e destinos para seu mochilão na Europa. Altere seu planejamento de acordo com as oportunidades que surgirem. Se você, por exemplo, estava planejando começar sua Eurotrip por Londres mas apareceu uma promoção com passagens para Paris, reorganize seu roteiro e inicie por Paris.

Estabeleça um prazo máximo para esperar pelas promoções. Espere ao máximo até três meses antes da data programada para o início da viagem. Se deixar para comprar as passagens na última hora, provavelmente vai pagar preços altíssimos.

Como economizar com hospedagem

A hospedagem consome 30% do orçamento diário de um mochilão na Europa. Geralmente um hostel com quarto compartilhado custa na faixa dos €20 no verão europeu.

Esse valor é uma média, lembrando que em países mais caros como Inglaterra, Holanda e Bélgica esse valor sobe. Em países mais baratos como Portugal, República Tcheca e Hungria esse valor desce.

Ficar em hostels é uma ótima maneira de economizar, principalmente se reservados com bastante antecedência pelo Booking ou no Airbnb.

Mas o que acha de se hospedar de graça pela Europa? Bom, é possível através da rede social chamada Couchsurfing. Com ela é possível se hospedar em qualquer parte do mundo de graça na casa de um morador local.

Opções de hospedagem durante a viagem:

1 – Hotel – Os hotéis são, possivelmente, a primeira opção de muitos viajantes – especialmente daqueles que não possuem o orçamento muito limitado.

2 – Pousada – Ficar em uma pousada pode ser uma ótima opção para quem busca privacidade, segurança e conforto, mas não abre mão da sensação de aconchego que muitas delas oferecem.

3 – Hostel – Este tipo de acomodação atrai principalmente viajantes com orçamento limitado, mas também pessoas que viajam sozinhas e encontram nos hostels uma forma de socializar e fazer amigos.

4 – Couchsurfing – Permite que o viajante entre em contato com pessoas dispostas a receber hóspedes em suas casas, peça acomodação. A partir disso, a negociação das condições fica a critério dos envolvidos.

Gaste pouco com locomoção

No seu mochilão na Europa, existem diversas formas eficientes de viajar de um país ou de uma cidade a outra. No entanto, os preços variam tanto quanto as opções de transporte.

Os ônibus costumam ser a opção mais barata, mas também a mais demorada dependendo da distância a ser percorrida. Os trens são mais confortáveis e mais rápidos, mas costumam ser mais caros.

Diferente do Brasil, a Europa tem companhias low cost que têm voos baratos para voar dentro do continente. Pesquise companhias como mochilão na europaRyanAir e EasyJet, que costumam ter voos por uns 10 euros!

E para que seu voo fique realmente barato, se puder viaje com uma mochila pequena – despachar a mala nessas companhias muitas vezes é mais caro que o próprio voo.

Dentro das cidades, procure fazer o máximo de coisas a pé ou de bicicleta. É uma ótima forma de economizar e conhecer a cidade.

Qual a graça ficar pegando metrô toda hora e deixar muitas coisas passarem? Exceções existem como em cidades grandes, mas dá sempre para evitar.

Também é possível usar o site do BlaBlaCarNele, é possível pegar carona com um desconhecido por um preço bem em conta.

Trata-se de outra rede social em que pessoas se cadastram e oferecem vagas em seus carros de forma a economizar nos gastos de gasolina e afins. Essas pessoas geralmente fazem a mesma rota todo dia.

Alimentação também é importante no orçamento

Esse talvez não seja um problema para a maioria, mas sempre é possível economizar um pouco mais. Opte por hostels com cozinha e faça pelo menos uma de suas refeições por lá.

Evite comer em lugares próximos às atrações turísticas, os valores costumam ser muito maiores. Se você não tem frescura na hora de comer, as comidas de rua são uma boa. Costumam custar na faixa dos €5 ou menos, dependendo do país.

Outra opção para seu mochilão na Europa é ir ao supermercado e comprar sua comida. Se você está em um hostel, casa ou qualquer outra hospedagem que te permite cozinhar, seu economia será bem grande. Cozinhar a própria comida te permite economizar em absolutamente todas as refeições.

Compre suas garrafas de água, que custam bem mais em bares, lojas e na rua. Além disso, compre lanches que não precisam ser refrigerados o tempo todo, como sanduíches, pão, sucos, refrigerantes, biscoitos e barrinhas de cereal.

Assim, você não precisa gastar mais indo em uma padaria ou lanchonete. Para itens que precisam ser refrigerados, basta comer na hora. Identifique o supermercado mais perto de você e use-o sempre.

Faça uma planilha de gastos

Antes e durante o seu mochilão na Europa, anote e controle seus gastos. Você poderá controlar a grana que está saindo e planejar os gastos para o restante da viagem. Estipule um orçamento diário. Este será o valor diário que você terá para comer, passear e comprar.

É sempre bom ter uma ideia de quanto custam as entradas dos museus, atrações ou um restaurante que você quer muito ir. Assim você poderá fazer uma estimativa de quanto vai gastar por dia, só levando em conta que quase sempre se gasta um pouco mais do que se espera.

Na Europa, por exemplo, com 30 a 40 euros por dia você consegue comer e fazer passeios. Descubra também quais são os dias gratuitos dos museus, se há algum desconto ou algum passe da cidade, dicas de viagem para neve .

Por fim, se no país onde você estiver houver a possibilidade de reaver o imposto (tax refund), não se esqueça de solicitar ao lojista a papelada para apresentar no aeroporto quando estiver partindo. Normalmente na Europa é possível. Porém, perca tempo somente se você tiver gastado muito.







Mais lidos

Cartões de crédito sem anuidade: veja os 10 melhores
Procurando cartões de crédito sem anuidade? Eles definitivamente conquistaram o seu espaço na eco ...
Trabalhar em casa: 28 profissões para ganhar dinheiro
Trabalhar em casa e ganhar dinheiro no conforto do lar é um sonho para muitas pessoas. No Brasil, o ...
Cartão de crédito com aprovação imediata existe?
Quem não quer ter um cartão de crédito hoje em dia para realizar as compras? Muitas instituiçõe ...
Os jogadores mais bem pagos do mundo em 2018
Quem são os jogadores mais bem pagos do mundo? Muito provavelmente você vai responder Cristiano Ro ...
10 marcas mais valiosas do mundo em 2018
O ano está chegando quase no fim e as empresas não param de crescer. Para se ter uma ideia, a  p ...




Ebook do FinanceOne

Ebook gratuito investidor iniciante

Quer investir mas não sabe como? O Guia Completo do Investidor Iniciante traz os primeiros passos para você começar a investir e ganhar dinheiro!

BAIXAR AGORA!

Publicidade


 

Guias

Calculadoras