InícioNotíciasCarreirasQuanto tempo posso sacar o FGTS depois da demissão?

Quanto tempo posso sacar o FGTS depois da demissão?

Tempo de leitura: 4 minutos
()

Muitos trabalhadores estão sendo demitidos em função da crise causada pela pandemia da Covid-19. E quando a demissão ocorrer por justa causa, você tem direito a sacar o FGTS disponível na sua conta da Caixa.

Mas uma dúvida que sempre surge é “quanto tempo depois da demissão posso sacar o FGTS?” Isso porque é necessário que a empresa informe a Caixa Econômica sobre a demissão do trabalhador, o que pode acabar levando um pouco mais de tempo.

Dessa forma, é preciso esperar um pouco para sacar o dinheiro disponível, diferentemente do que muitos pensam que pode retirar o valor assim que a demissão é assinada. Tudo é um processo, mas que não demora muito.

Com quanto tempo de demissão posso sacar o FGTS?

Seu contrato foi rescindido e está sem saber como e o que fazer para ter direito ao saque do FGTS? Calma, a primeira etapa é com o empregador já que ele precisa informar a Caixa sobre a sua demissão, como foi citado acima. 

O comunicado pode ser realizado pelo Conectividade Social. E é justamente neste momento que a empresa obtém a chave de identificação da conta do trabalhador, essa chave é utilizada para realizar o pagamento do benefício.

Mas quando esse procedimento é realizado? Em grande parte das vezes costuma ser feito junto com a rescisão do contrato de trabalho. O prazo de todo o procedimento é de dez dias.

Depois disso, você pode sacar o FGTS em até cinco dias úteis, mas não se esqueça de levar a documentação exigida pela instituição financeira para ter direito ao benefício.

cartão cidadão da Caixa com notas de dinheiro do FGTS
Ao ser demitido, o trabalhador precisa esperar uns dias para sacar o FGTS

Uma informação importante é que o dinheiro fica disponível por somente 30 dias. Caso você não realize o saque, precisa solicitar uma nova chave de identificação.

+ Pedi demissão: tenho direito de sacar o FGTS?

Porém, existem alguns casos que a empresa não informa à Caixa sobre a demissão do funcionário e, consequentemente, acaba não fornecendo a chave. Se esse for o seu caso, você tem o prazo de cinco anos para acionar a justiça e requerer o direito do benefício.

Quando sacar o FGTS?

Você sabe quando é possível realizar o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço? O benefício é pago ao trabalhador logo após a demissão. Dessa forma, é possível realizar o saque nos seguintes casos:

  • Demissão sem justa causa;
  • Demissão por falência de empresa;
  • Demissão por culpa recíproca;
  • Demissão por culpa do empregador.

Entretanto, estas não são as únicas formas de sacar o fundo. Isso mesmo, você ainda tem outras situações que podem lhe permitir o saque previsto em lei. 

+ Quem trabalha como jovem aprendiz tem direito ao FGTS?

Entre os exemplos  estão: o saque aniversário e o saque emergencial.

Quem pode realizar o saque do FGTS?

É importante destacar que nem todos os brasileiros podem realizar o saque do FGTS. Fique ligado abaixo para saber quem pode!

-> Trabalhadores de carteira assinada;

-> Trabalhadores rurais;

-> Trabalhadores intermitentes;

-> Empregados domésticos;

-> Temporários, que foram contratados por um determinado período;

-> Atletas profissionais;

-> Safreiros, que trabalham somente na época de colheita;

-> Trabalhadores avulsos, que são aqueles que prestam serviços para diversas empresas, mas são contratados pelo sindicato.

Como sacar o FGTS?

O processo para realizar o saque do FGTS é fácil e não apresenta muita burocracia. A Caixa, para facilitar, informa que o trabalhador deve ter em mãos os seguintes documentos: 

  • documento de identificação com foto; 
  • carteira de trabalho;
  • número de inscrição no PIS/PASEP;
  • documentos específicos conforme as situações específicas que mencionamos acima. 

Vale pontuar ainda que o saque também pode ser realizado nas das seguintes formas:

-> Até R$1.500: o saque do FGTS pode ser feito no caixa eletrônico com o Cartão Cidadão, em lotéricas, lojas que sejam correspondentes bancários da Caixa.

-> Entre R$1.500 e R$3.000: você pode realizar o saque do FGTS nos caixas eletrônicos com o Cartão Cidadão, em lotéricas, lojas que sejam correspondentes bancários da Caixa.

-> A partir de R$3.000: os saques são realizados somente nos caixas dentro da instituição financeira.

E em todas essas situações, você precisa estar com documento de identificação oficial com foto e o Cartão Cidadão com a senha.

Este conteúdo te ajudou? Compartilhe com alguém que precisa saber dessas informações pois passou por uma situação de demissão recentemente.

O que achou disso?

Média da classificação / 5. Número de votos:

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

Tempo de leitura: 4 minutos
Mateus Carvalho
Jornalista de profissão e apaixonado por Marketing Digital. Já foi redator de jornal impresso, atualmente escrevo para o digital e tenho sede por empreender. Escrever é a minha maior paixão e quando não estou digitando estou pensando em digitar. Carioca, vascaíno e apaixonado por memes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimos Artigos