Sites de crowdfunding: como financiar seu projeto | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,4040
Euro R$ 4,3630
Bitcoin R$ 31.224,42
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 4,975
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Sites de crowdfunding: como financiar seu projeto

O financiamento coletivo é uma forma de captação de recursos para seus projetos. Isso acontece através dos sites de crowdfunding, as plataformas usadas para captar essa verba. É o princípio da vaquinha, em que todos unem seus recursos para conquistar algo.

O financiamento coletivo é quando equipes ou pessoas individuais cadastram seu projeto em um site de crowdfunding. Através dessas plataformas colaborativas os projetos podem ser financiados por diversos apoiadores, os colaboradores.

A Fundação Getulio Vargas publicou um caderno especial sobre o assunto. Trata-se da “Cartilha do Investimento Coletivo: Orientações a Investidores e Gestores. Equity Crowdfunding no Brasil Hoje.” A publicação traz orientações para investidores, gestores e empreendedores sobre essa forma da captação de recursos pela internet.

Sobre o processo, define-se como o financiamento participativo, colaborativo ou coletivo que é realizado através da internet. Não é o financiamento baseado em doações sem algo em troca e nem baseado em brindes, recompensas ou pré-venda de produtos ou serviços. É o financiamento em uma ideia, projeto o negócio apresentado por meio de um site para ter investimento e gerar direito a participação, de parceria ou remuneração.

Além da definição proposta na cartilha, tem-se o modelo de crowdfunding também baseado em doações em troca de recompensas ou brindes, por exemplo. Existem plataformas de diversos sites de crowdfunding, destinadas a projetos de uma forma geral e a áreas específicas. É o caso de equity crowdfunding, tratado na cartilha da FGV; projetos voltados para bandas e músicos; imobiliários; projetos criativos; entre outros. Conheça mais detalhes dos sites de crowdfunding a seguir.

sites de crowdfunding
Nos sites de crowdfunding, se a meta não for atingida, a contribuição é devolvida aos doadores

Sites de crowdfunding nacionais

Benfeitoria

O Benfeitoria é uma das plataformas de financiamento coletivo nacionais. O financiamento coletivo funciona da seguinte maneira: você estipula metas financeiras e um prazo, que vai de um a 90 dias, para arrecadar esse valor. A doação é em troca de recompensas. Se a meta for atingida, o projeto vira realidade. Se não for alcançada, o projeto não ocorre todos recebem seu dinheiro de volta.

Já o financiamento recorrente, também disponível na plataforma é, segundo o site, um “crowdfunding contínuo para iniciativas que correm atrás da sustentabilidade financeira”. Nesse caso, as colaborações são mensais.

Outra possibilidade é o formato parceiros benfeitores. Nesse cenário pode haver incentivos financeiros, o matchfunding, quando o parceiro dobra a arrecadação do projeto. Ou ainda outros tipos de incentivo, como consultoria, divulgação, etc.

A Benfeitoria não cobra comissão obrigatória dos projetos. Eles trabalham com modelo de comissão livre, em que ninguém é obrigado a pagar, mas todos são convidados a contribuir para a sobrevivência da plataforma. A receita da plataforma vem da comissão livre do realizador, contribuição espontânea do colaborador e os sócios-benfeitores.

Catarse

O Catarse foi a plataforma pioneira no Brasil para financiamento coletivo de projetos criativos. Já foram financiados mais de 6 mil projetos de artistas, músicos, jornalistas, designers, pesquisadoras, gamers, cientistas, empreendedores, entre outros.

A plataforma entrou no ar em janeiro de 2011. O Catarse trabalha com modelo de comissão, a principal fonte de receita. É cobrado um valor de 13% dos projetos tudo-ou-nada bem sucedidos e de quantias arrecadadas por projetos que utilizam a modalidade flex. Cerca de 4% são para remunerar nosso parceiro de pagamento e 9% ficam com o Catarse.

O Catarse trabalha com três modelos de financiamento. No tudo ou nada, você recebe o dinheiro ao final da campanha, se tiver atingido a meta. O prazo máximo no ar é 60 dias. No modelo flex, ao final da campanha, você recebe todo o dinheiro, mesmo sem ter atingido a meta. O prazo máximo no ar, nesse caso, é 12 meses.

No modelo assinaturas, você recebe pagamentos mensais de sua base de fãs e seguidores. Esse terceiro formato está em versão beta, com lançamento para esse ano.

Queremos

O Queremos é uma das plataformas focadas em projetos específicos, nesse caso para financiar bandas e músicos através de crowdfunding. Através do site, fãs podem pedir show de seus artistas, em um canal de comunicação direta. É também uma ferramenta de crowdfunding para a realização de shows.

A plataforma explica que quando uma campanha entra no ar, os fãs se juntam para comprar o Ingresso Queremos. Se todos forem vendidos, o show é confirmado. Se não for confirmado, caso todos os ingressos não sejam vendidos, o show não acontece e o valor pago é devolvido.

Sites de crowdfunding internacionais

Kickstarter

A Kickstarter é uma plataforma para financiar projetos criativos, desde filmes, jogos, a música, arte e tecnologia. O lançamento do site foi em abril e 2009. No site, cada projeto é criado individualmente, seja por filmmakers, músicos, designers, entre outros profissionais.  Todo o desenvolvimento do projeto é de responsabilidade do criador e não da plataforma.

Cada criador determina sua meta e prazo para alcance. Se o projeto for bem sucedido, o crédito é cobrado dos colaboradores e enviado ao criador na data que o projeto expira. Se não alcançar a meta, ninguém é cobrado. A plataforma não é usada para retorno financeiro, equity ou para solicitar empréstimos.

A Kickstarter cobra uma taxa de 5% se o projeto for bem sucedido. O pagamento é através de uma plataforma terceirizada, que cobra de 3% a 5% no processo. Se o projeto não alcançar o objetivo, não há cobrança de taxa.

Crowdfunder

O Crowdfunder atua no equity crowdfunding para sourcing e financiamento de empreendimentos de alto crescimento. Em sua rede há mais de 130.000 empresários e investidores.

A plataforma permite que, a partir do momento que um investidor demonstra interesse em seu negócio, você possa se conectar a ele. A angariação de fundos começa em $299 dólares por mês.







Mais lidos

Como fazer cartão de crédito pela internet
As compras com cartões de crédito são cada vez maiores. A Abecs, associação das empresas de ca...
Como escolher o seguro de vida mais adequado para você
Você já pensou o quanto um seguro de vida pode ser útil nos dias de hoje? Quando as pessoas busca...
7 livros sobre Bitcoin, Blockchain e Criptomoedas
Algumas pessoas aprendem mais lendo, outras vendo vídeos ou até mesmo escutando música. Cada um t...
FGTS inativo: quem tem direito e como sacar
Todo trabalhador brasileiro com contrato formal, regido pela Consolidação das Leis do Trabalho, a ...
Férias de julho no Brasil: para onde ir?
O meio do ano está chegando e é hora de decidir onde passar as férias em família. Mesmo com algu...
Como limpar seu nome no SPC e Serasa
Seu nome está no SPC e Serasa? Muitos brasileiros estão nessa situação. Em fevereiro, 61,7 milh...




Publicidade