Saiba como travar o dólar em compras no cartão | FinanceOne

Gráficos e cotações de Hoje

Dólar R$ 3,843
Euro R$ 4,457
Bitcoin R$ 24.664,04
Bovespa 74.538,54
CDI 6,39% a.a
Poupança (mês) 0,5000%
Libra R$ 5,053
Conversor de Moeda
Veja a Cotação do
Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.


Saiba como travar o dólar em compras no cartão

Muitas pessoas realizam compras pela internet em dólar por conseguirem assim produtos mais baratos, principalmente em sites estrangeiros. Porém, com as mercadorias com o preço em dólar é necessário converter para o valor em real. E é na hora de fechar o pedido que surge a dúvida: como travar o dólar nas compras realizadas no cartão de crédito?

Existe, desde 2016, uma regra permitindo que as pessoas travem o valor do dólar no momento em que realizam a compra no cartão de crédito. Isso possibilita que o consumidor pague pelo valor do dia da compra e não mais do dia em que a fatura do cartão é fechada. Com o dólar em alta, saiba até onde a moeda pode chegar.

travar o dólar
Algumas instituições financeiras permitem que o cliente trave o dólar na hora de realizar a compra pela internet

Essa regra dá uma maior segurança para aqueles que utilizam a internet para realizar a aquisição de um produto. Isso porque o consumidor sabe exatamente o valor que pagará pelo determinada mercadoria ao realizar a compra. Mas você sabe como fazer isso na hora de finalizar a sua compra?

Quando essa norma foi criada o Banco Central havia decidido que cada instituição financeira deveria oferecer o serviço ao cliente, que iria decidir se aceitava ou não essa nova forma de pagamento. Somente a Caixa Econômica Federal tinha adotado a nova regra.

Cada banco tem a sua regra

Apenas a Caixa Econômica tinha estipulado as novas condições, e os demais bancos optaram por permanecer com o mesmo tipo de pagamento, como era anteriormente. Ainda assim permanecem regras distintas.

No caso da Caixa, por exemplo, o cliente tem a opção de escolher pela cobrança do valor do dia da compra logo no momento que adquire o cartão internacional. Esse formato, no entanto, só é possível modificar após 90 dias.

Para quem tem cartão de crédito digital ou então de outro banco é possível acionar a função de pagamento da fatura adiantado. Cada banco conta com a sua regra própria. A maioria deles, entretanto, conta com a opção de gerar o boleto a qualquer momento do mês.

O Itaú é um dos bancos que não oferecem a opção de travar o dólar. Mas a instituição disponibiliza outros serviços para os clientes que compram no exterior. Um deles é a possibilidade do consumidor carregar os cartões. Sejam eles de crédito ou múltiplo, com dólar, euro e até mesmo libra.

Dessa forma, no ato da recarga a moeda é convertida para a estrangeira. E, a transformação é realizada pela cotação do câmbio da data no qual foi realizada a operação. É importante frisar que as compras realizadas em sites ou em locais internacionais, assim como saques, são abatidos do saldo pré-carregado.

Outra informação é que esse serviço não é válido para todos os cartões de crédito da instituição. Um exemplo disso, são os de financeiras. Estes só podem serem utilizados em território nacional.

Já o Banco do Brasil, Santander e Bradesco permitem que os clientes antecipem o pagamento da fatura do cartão de crédito. Sendo assim, quando a pessoa achar que o valor do dólar está favorável, poderá realizar o pagamento do cartão.  

Vantagens e desvantagens de travar o dólar

Os bancos poderão trabalhar com a opção de travar o dólar no ato da compra. O que proporciona maior segurança e confiabilidade para os clientes.

É possível listar algumas vantagens e desvantagens de não travar o dólar, na fatura e na compra.

Na fatura, a vantagem é que se o dólar ou euro cai até o fechamento o cliente acaba que se beneficiando com a baixa da moeda. Já a desvantagem é que se a moeda disparar, o consumidor recebe um susto na hora de pagar a conta.

No caso da compra, a vantagem é o consumidor não ficar tão exposto. Enquanto a desvantagem é que se a moeda dispara o consumidor terá um pequeno susto na hora de quitar o boleto.







Mais lidos

Reembolso em planos de saúde: como funciona e como pedir
Quem nunca se consultou com um médico durante anos? E, depois teve que mudar porque ele passou a n...
Transações do mercado imobiliário superam R$472 bi no Brasil
O setor de imóveis volta a crescer em 2018. As transações do mercado imobiliário brasileiro movi...
Aprenda a driblar esses 4 inimigos do seu bolso
Administrar a vida financeira não é uma tarefa fácil, ainda mais na sociedade atual onde a todo m...
Taxas do Tesouro Direto: quais são e quanto custam
Tesouro Direto é um tipo de investimento de renda fixa. Isso significa que, ao aplicar nessa modali...
Onde conseguir crédito mais barato para seu negócio?
Para conseguir crédito mais barato é preciso muita pesquisa. Isso é fundamental para evitar o des...
Truques para cumprir metas ainda este ano
O segundo semestre de 2018 começou há pouco. E o que você fez até então? Toda aquela lista da r...




Publicidade