Descubra aqui quais são as vantagens de seguir uma carreira pública

0
3445
0
(0)

O mercado de concursos públicos movimenta milhões de reais todos os anos. Diversos brasileiros buscam por melhores salários e estabilidade financeira, optando assim, por seguir a carreira pública.

Anúncios

Desde a Constituição de 88, o ingresso nos quadros dos órgãos públicos deve se dar, necessariamente, por meio de concurso.

E as vantagens da carreira pública não são poucas. Por isso, veremos seis motivos que arrastam milhões de concurseiros na busca por uma vaga.

Anúncios

Carreira pública: qual a diferença entre servidor público e  empregado?

A administração pública utiliza o concurso público para selecionar os funcionários para cada função.

Preenchendo o requisito de escolaridade exigido, qualquer cidadão pode conquistar uma vaga. Mas é preciso ser aprovado no concurso.

Mas antes de conhecer as vantagens da carreira pública, é preciso entender a diferença entre servidor público e empregado público.

Anúncios

  • Servidor público: trabalha na administração direta, autarquias e fundações públicas. É regido por leis próprias, como a Lei 8.112 e os estatutos estaduais e municipais. É chamado de servidor estatutário.
  • Empregado público: trabalha na administração pública indireta, sociedades de economia mista e empresas públicas. É regido pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), mas com algumas regras específicas, por trabalhar na administração pública.

+ Saiba se servidor público pode ser MEI

E quais são as vantagens de ser um servidor público?

1. Estabilidade

Quando fazemos a pergunta “por que você quer fazer concursos?” a qualquer concurseiro, nove em cada dez respondem: pela estabilidade. Esse é com certeza um dos maiores atrativos.

A estabilidade é garantida pela Constituição Federal e muito comparada ao regime celetista da iniciativa privada. No serviço público, sendo estatutário, você pode trabalhar sossegado, sem ter que conviver com o fantasma da demissão. Em tempos de cortes nas empresas, esse é um fator bem importante.

No serviço público, após três anos de exercício (o chamado estágio probatório), é garantida a estabilidade no cargo. A demissão só pode acontecer se houver uma falta grave, conforme o Estatuto ou Regimento do órgão. E isso só depois de uma sentença judicial.

2. Bons salários

Quem não quer ganhar bem, para viver tranquilamente a vida? A remuneração no serviço público costuma ser mais alta do que na iniciativa privada.

Por isso, as cifras são outro atrativo que faz milhões de pessoas investirem nos concursos. Para os graduados em Direito, então, os valores podem atingir o Teto Constitucional, dependendo do cargo.

3. Igualdade de oportunidades

O mercado de trabalho privado, infelizmente, ainda é cheio de discriminação e preconceito. As escolhas são individuais, de cada recrutador. Para você ter uma ideia, o mercado de trabalho considera velhos os candidatos acima de 40 anos.

Em contrapartida, o desemprego entre os jovens também é grande. Trabalhadores entre 16 e 24 anos sofrem dificuldades para conseguir o primeiro emprego.

Na carreira pública, não há essa desigualdade. Para fazer concurso e ingressar no serviço público, é preciso ter, no mínimo, 18 anos e, no máximo, 69. É uma oportunidade tanto para os mais jovens quanto para os mais idosos.

Claro que para algumas carreiras há requisitos de idade. Por exemplo, em carreiras policiais ou militares. Outra restrição pode ser também o sexo. Mas a grande maioria das carreiras não diferencia o sexo dos candidatos, podendo concorrer homens e mulheres.

Quem também encontra espaço são os deficientes. Está prevista por lei a reserva de vagas para eles em todos os concursos públicos.

4. Sem exigência de experiência

Quantas pessoas são eliminadas em seleções da iniciativa privada por não terem experiência? No serviço público, isso não existe!

A grande maioria dos concursos não exige experiência anterior. Em alguns, isso pode até contar pontos em uma eventual etapa de prova de títulos. Mas normalmente o critério de aprovação é mesmo a prova de conhecimentos.

trabalhador assinando contrato após passar em concurso público
Veja quais são as vantagens da carreira pública

5. Plano de cargos

A ascensão profissional é comum na carreira pública. Os órgãos possuem planos de cargos consolidados e estipulados por leis. Portanto, são cumpridos à risca.

Os sistemas de promoção discriminam cargos, salários e progressão por tempo de serviço. Na maioria dos órgãos, isso acontece por meio de processos de avaliação de desempenho.

O profissional que investe na própria formação pode incorporar gratificações e tem mais chances de ascender profissionalmente.

6. Benefícios

Os benefícios variam bastante de acordo com cada órgão e esfera (federal, estadual, municipal). Alguns são previstos por lei, como o vale-alimentação. Muitos direitos são comuns aos trabalhadores regidos pela CLT.

Mas no serviço público há gratificações, licenças remuneradas, incentivo a cursos de capacitação e reciclagem, licença-prêmio, licença não-remunerada, auxílio-creche, plano de previdência complementar e outros.

E aí? Gostou deste conteúdo explicando sobre carreira pública? Então continue por dentro do assunto e entenda agora mesmo se servidor público pode contribuir com o INSS

*Colaboração: Camila Miranda

O que achou disso?

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este assunto não tenha sido útil para você!

Diga-nos, como podemos melhorar?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui