Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Latam - Ofertas Imperdíveis

Brasil tem quase 3,6 milhões de cartões clonados em 12 meses

Escrito por: Mateus Carvalho em 26 de abril de 2019

Você já teve um dos seus cartões clonados? Se a sua resposta foi não, saiba que está com sorte.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e o SPC Brasilcerca de 3,6 milhões de pessoas tiveram os cartões de crédito clonados nos últimos 12 meses, até março.

Esse foi considerado o tipo mais comum de golpe entre as 8,9 milhões de pessoas que enfrentaram alguma fraude.

A faixa etária que foi mais atingida por algum problema com cartão de crédito foi a dos brasileiros de 50 anos ou mais.

A pesquisa ainda mostrou que entre os jovens de 18 a 34 anos, um dos destaques foi o pagamento de boletos fraudados.

De acordo com o levantamento, quase metade (47,8%) de todas as fraudes aconteceram depois de realizar compras online.

cartões-clonados
Confira alguns cuidados para não ter seus cartões clonados

Além desses tipos de fraudes, ainda surgiram clonagem de cartão de débito, contratação de empréstimos e financiamentos.

Todos com o mesmo nível de incidência, de 11% cada. Ainda de acordo com a pesquisa, 20% dos golpes aconteceram nas operações realizadas em agências bancárias ou financeiras. E 15% ocorreram em lojas físicas.

A principal consequência sofrida pelas vítimas foi o uso dos dados ou do cartão pelos fraudadores para fazer compras indevidas (37%).

Consequências de fraudes sofridas por consumidores com cartões clonados

– Compras indevidas: 37%;

– Perda de dinheiro: 27,90%;

– Nome sujo: 21,70%;

– Perda de tempo com regularização: 21,70%;

– Ameaças de terceiros: 4,3%;

– Outros: 2,2%;

– Nenhuma: 8,70%.

Cartões clonados: saiba o que evitar

Com quase 3,6 milhões de brasileiros com cartões clonados em 12 meses, é importante tomar alguns cuidados.

Você sabe como se prevenir?

A pesquisa mostrou que quase metade das fraudes acontece em compras realizadas pela internet.

Mas quais são os principais erros que você pode cometer e ter um dos seus cartões clonados?

Vale ressaltar que o cuidado para se proteger no ambiente virtual é diferente das compras presenciais.

Em lojas físicas, por exemplo, você não deve deixar que o vendedor leve o seu cartão para longe.

Porém, pela internet, não é necessário nem ter a senha do cartão de crédito para realizar as compras.

Confira abaixo os erros mais comuns que as pessoas cometem para ter os cartões clonados.

Banner ebook cartão de crédito

Digitar a senha do cartão de crédito

Você está em um site confiável e/ou conhecido e ele te pede para colocar a senha do cartão de crédito? É furada!

Nenhum site precisa solicitar a senha para que você realize a sua compra pela internet.

Isso porque no comércio eletrônico, os sites solicitam as seguintes informações: número do cartão de crédito, código de segurança e data de validade.

Lembre-se que somente as lojas físicas solicitam a senha do cartão.

Deixar de verificar o cadeado de segurança

Quando você faz uma compra em sites, deve ficar atento e ver se a página tem um pequeno cadeado no canto inferior da tela.

É esse símbolo que garante ao consumidor que a navegação está sendo feita em um ambiente seguro.

E é o cadeado que assegura que a conexão com o servidor é segura e que ninguém pode ter acesso às suas informações no seu computador.

Acessar o internet banking em outros aparelhos

Está em um computador público ou em uma lan house? O risco de tornar-se vítima de ter os seus cartões clonados é grande.

Essa ameaça vale também para conexões de wi-fi abertas, que permitem que os invasores acompanhem toda a sua navegação.

Por isso, é importante sempre verificar se o antivírus do seu aparelho está atualizado, assim como a segurança do sistema operacional do seu celular e/ou notebook.

Digitar dados sigilosos do cartão de crédito por e-mail

Essa é uma dica muito importante!

Lembre-se que nenhuma instituição financeira pode solicitar dados pessoais e intransferíveis do cliente, como por exemplo senha, por e-mail.

Além de alguns dados pessoais para a entrega da compra, as lojas solicitam o número do cartão, data de expiração e código de segurança.

Esquecer de conferir a fatura do cartão de crédito

É comum as pessoas não conferirem a fatura do cartão de crédito quando ela chega.

Porém, é nesse documento que você pode verificar se foi realizada alguma compra indevida.

As operadoras dos cartões de crédito disponibilizam as faturas na internet, quase que em tempo real.

Algumas ainda avisam imediatamente aos clientes via SMS sobre compras que foram realizadas com o cartão.

Procure saber se a sua operadora oferece alguma ferramenta que te ajuda com alertas sobre suas compras.

Mateus Carvalho

Jornalista formado pela Unicarioca. Atualmente, repórter da Folha Dirigida e produtor de conteúdo no FinanceOne. Já fui colaborador do Torcedores.com.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

Ter um seguro para a casa
regras para cancelamento de viagem
C6 Bank é o mais novo banco digital do Brasil
plano de saúde