7 passos para organizar as contas no Excel

Escrito por: Priscila Gomes em 7 de novembro de 2018

Organizar as contas no Excel é uma das melhores maneiras de monitorar as finanças. Óbvio que existem aplicativos, o caderninho e diversas outras formas de controlar os gastos, mas não tem jeito: a planilha nunca sai de moda.

É possível montar sua planilha de gastos por meio dos modelos disponíveis no Excel ou criar sua planilha personalizada. Se você quer aprender a organizar as contas desta forma, acompanhe o passo a passo.

Organizar as contas no Excel

Como organizar as contas no Excel?

Passo 1. Escolha entre o Excel antigo ou o Google Drive

Ambas ferramentas oferecem os mesmos recursos básicos do Excel. A diferença é que com o Google Drive as atualizações são automaticamente salvas na nuvem. Além disso, o acesso pode ser feito de qualquer computador conectado à Internet ou celular.

Passo 2. Coloque os meses em ordem

Para manter a ordem, coloque os meses um ao lado do outro na primeira fileira horizontal da planilha. Pule a primeira fileira vertical para colocar as contas. O ideal é fazer neste estilo, mas lembre-se que você deve criar a sua como se sente mais confortável.

Confira o exemplo:

Organizar as contas no Excel

Passo 3. Organize os gastos

Lembra da fileira vertical em branco? Este é o lugar onde você irá listar todos os gastos mensais. Itens como aluguel, conta de luz, telefone, supermercado, faculdade e outros. Inclusive, despesas com restaurantes e bares (ou festas) devem estar na lista.

Se decidir começar a planilha em novembro, por exemplo, é bom que os gastos dos últimos meses também sejam expostos na planilha. Isso é importante para que você consiga controlar melhor as finanças.

Passo 4. Some as dívidas

A parte da soma pode prejudicar quem não tem experiência em organizar as contas no Excel. Utilize a fórmula do programa (seja o Excel instalado no computador ou o do Google Drive). Lembre-se de deixar um quadro para o total.

Passo 5. Observe os gastos

Você tem utilizado o dinheiro da maneira correta? É importante que seu orçamento esteja organizado e em dia. O ideal é nunca ficar com a “corda no pescoço”. Deixe sempre um dinheiro reserva para emergências e adote um estilo de vida de acordo com o que pode pagar.

Se você ganha, por exemplo, R$2 mil e apresenta gastos de R$2.500, corte o que for possível ou aumente a renda. Evitar ou diminuir as contas supérfluas fazem diferença no orçamento do mês.

Passo 6. Despesas inesperadas

Nem sempre podemos controlar o que gastamos, certo? Por isso, é bom destacar o que foi planejado versus o que realmente foi gasto. Caso o gasto inesperado tenha sido relacionado a médico ou exames, anote.

Também pode ser que um empréstimo não planejado precise ser feito para pagar uma despesa mais alta de saúde, por exemplo. A dica é readaptar o orçamento para os próximos meses segundo a nova realidade.

Nos meses seguintes, poderá perceber o que tem saído da linha para que outras posturas frente às finanças sejam tomadas. Caso as contas do bar estejam saindo do controle, que tal se readaptar e sair apenas dois fins de semana por mês? Reduza os gastos fixos para que quando a emergência chegar, consiga se reorganizar com mais facilidade.

Passo 7.  Adicione metas no orçamento

Organizar as contas no Excel

Criar metas é o que move o ser humano. Sejam metas de viagens, aquisição de algum eletrodoméstico ou eletrônico e até mesmo para investimento.

Com base no planejamento e no quanto recebe, comece a ter comprometimento em reservar parte do dinheiro para algo que queira a longo prazo.

Mas ficar de olho nessas metas é tão importante quanto criá-las. Se conseguir atingir o que planejou tem sido difícil, repense a maneira em que emprega sua verba. Veja os resultados e sempre se reorganize, corte gastos e repense os objetivos.

Dicas rápidas para aprender a economizar dinheiro

Chegou o meio do mês e você já está sem dinheiro no bolso? Se percebeu que mais um mês está passando e não conseguiu nem economizar nem pagar todas as contas, confira a lista de dicas rápidas para o controle das finanças.

1. Guarde todas as notas fiscais e anote os gastos na planilha;

2. Lembre-se de atualizar, no mínimo, uma vez por semana;

3. Reserve: 30% da renda com estilo de vida, 50% com gastos essenciais e 20% para as metas;

4. Evite ter dívidas com datas de vencimento muito distintas;

5. Crie prazos para realizar algo;

6. Veja vídeos ou leia mais sobre finanças;

7. Comece a investir;

8. Não tenha mais de um cartão de crédito (e nem cartão de loja);

9. Prefira o pagamento à vista;

10. Faça pesquisa antes de comprar algo;

11. Não saia às compras quando estiver triste;

12. Escolha um cartão que traga benefícios e com baixa anuidade;

13. Pare de seguir marcas no Instagram (prefira os perfis de finanças);

14. Foque no uso de cupons;

15. Use aplicativos de comparação de preços como o VAH;

16. Caminhe ao invés de pagar academia;

17. Cuidado com as pequenas despesas;

18. Faça comida em casa (e leve para o trabalho);

19. Use o 13º salário para quitar todas as dívidas;

20. Economize energia elétrica.

Agora que você já aprendeu a organizar as contas no Excel, o que está esperando para melhorar as finanças? Conte como você faz isso nos comentários!

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe uma resposta

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

serasa score
renda extra na crise
Consórcios
Casamento requer planejamento financeiro
Como funciona o Consórcio Honda