Conversor de moedas

Veja a cotação do Dólar Hoje, Euro hoje e Bitcoin hoje.

Crédito ou débito: o que é melhor?

Escrito por: Priscila Gomes em 21 de novembro de 2018

“Crédito ou débito?” Esta é uma das perguntas que mais se ouve quando o objetivo é comprar algo. Quer saber quando e os principais motivos para usar o cartão de crédito ou o de débito? Explicamos neste artigo.

Ter um cartão não é tão simples assim. Ele que pode colaborar no planejamento financeiro, mas pode ser o maior vilão do orçamento familiar.

Com ele é possível ter mais controle dos gastos, parcelar compras, utilizar benefícios como as milhas, ter descontos em entradas no cinema ou teatro e, principalmente, mais segurança nas compras.

Basta um pouco de organização e autocontrole para que esta ferramenta seja positiva na vida do comprador. Confira nosso guia e saiba se planejar melhor para utilizar o cartão da melhor maneira.

Crédito ou débito: o que é melhor?

Diferenças entre as modalidades

Antes de escolher entre o crédito ou débito, entender quais são as diferenças de cada opção deve estar na ponta da língua. Primeiramente, o cartão de débito funciona como uma espécie de dinheiro de plástico.

Ao ser utilizado, o dinheiro é descontado diretamente da conta corrente ou poupança. Caso não haja dinheiro na conta bancária, o cliente entra no cheque especial (se anteriormente tiver optado pelo serviço).

O cartão de crédito, por sua vez, é como um empréstimo, no qual se faz a compra e paga no mês ou nos meses seguintes. Veja abaixo mais diferenças entre as dois tipos de cartão.

– Pagamento: o tempo para pagamento do débito é no momento em que se adquire o produto ou serviço, já o do crédito é no mês seguinte ou de acordo com a data da fatura.

É possível adiantar o pagamento mensal, assim como o parcelamento da compra. Este parcelamento pode chegar a até 24 vezes, de acordo com o produto.

O cartão de crédito também oferece o pagamento mínimo. Com isso se pode dar apenas um valor pequeno de entrada e parcelar o resto da fatura.

– Tarifas: é comum que compras no crédito tenham taxas bancárias. Isso acontece porque para realizar o pagamento é preciso obter recursos do banco. Este é o motivo de o cliente ter que pagar a anuidade (valor cobrado uma vez ao ano ou parcelado mensalmente).

– Juros: a cobrança dos juros depende do banco e da loja em questão. Normalmente, nas compras parceladas em mais de seis vezes são cobrados os juros do cartão.

– Benefícios: existem diversas políticas que dão vantagens aos usuários do cartão de crédito. Itens muito valorizados pelos clientes são o acúmulo de pontos e de milhas de acordo com o total gasto no mês, bem como os descontos em lojas de departamento, cinemas e teatros.

Cartão de crédito ou débito

Como escolher: crédito ou débito

Após entender as diferenças entre os dois será fácil determinar qual das formas de pagamento se encaixa mais ao seu perfil de consumidor. Na decisão devem ser levados em conta os itens abaixo.

1. Salário

Se seu salário cai no dia 5 de cada mês, por exemplo, o ideal é optar pelo crédito para que não haja perigo de entrar no cheque especial. Se você é autônomo e recebe todos os dias ou quinzenalmente, a melhor opção é utilizar o débito porque pode ser que não tenha o valor total do crédito.

2. Descontos

Diversas lojas oferecem descontos para quem faz compras em débito, já que é feito à vista. Sempre pesquise os melhores preços e pergunte ao vendedor se existe a chance de algum abatimento no valor se o pagamento for desta forma. Se houver, opte pelo débito.

3. Orçamento mensal

Já está com as dívidas até o pescoço e não consegue seguir o planejamento das finanças? Não faça do cartão de crédito mais um inimigo das contas. Neste caso, prefira o débito e evite fazer mais dívidas.

Para se planejar melhor durante o mês, o cartão de crédito é o indicado. Ele pode ser uma ajuda para controlar as finanças desde que se tenha um planejamento financeiro e acompanhamento adequado.

4. Parcelamentos

Um dos maiores benefícios do cartão de crédito é a possibilidade do parcelamento das compras, coisa que não pode ser feita com o cartão de débito. Mas é preciso cuidado com os juros e anuidades. Pesquisar o melhor valor é importante antes de fazer uma conta no banco.

Compras de alto valor devem ser feitas com o crédito para evitar com que o cliente entre no cheque especial no mês seguinte. A orientação é organizar o orçamento e dividir a compra em poucas parcelas para evitar os juros.

Já nas compras do dia a dia, invista no uso do cartão de débito. O motivo disso é que os excessos são evitados e os gastos desnecessários não se tornam parte da rotina.

5. Dinheiro em espécie

Andar com dinheiro no bolso talvez não seja a melhor ideia se for reparar os índices de assaltos nas grandes cidades. Por isso, é mais seguro andar apenas com o cartão de débito. Caso haja perda ou roubo, basta solicitar o bloqueio do cartão.

Dicas para usar os cartões de débito e crédito

Se você tem uma vida financeira estável e autocontrole para realizar compras, o cartão de crédito pode ser a sua melhor escolha. Mas é preciso cuidado para que o impulso de comprar não prevaleça.

Cartão de crédito ou débito

É preciso ficar de olho nas finanças e se atentar ao sinal vermelho. Definir o limite ideal e o quanto se gasta por mês no cartão é essencial para manter o planejamento financeiro em dia. Desta forma, criará hábitos de consumo saudáveis e poderá usar o dinheiro da melhor maneira.

Uma forma de ter mais controle dos gastos é usar a fórmula dos 30%: não comprometer mais de 30% da renda para o pagamento do cartão ou para o uso do débito no dia a dia. Caso contrário, é provável que o cliente não consiga pagar toda a fatura ou entre no cheque especial.

Você já decidiu qual método é melhor para suas finanças? Cartão de crédito ou débito? Conte para nós nos comentários!

Priscila Gomes

Jornalista. Gosto de abraços, aniversários e do Natal. Atualmente produzo conteúdo para internet e faço assessoria sindical.

Deixe um comentário

Precisa converter?

A calculadora de conversão do FinanceOne fornece os últimos valores cotados para diversas moedas. Acesse agora!

Converter agora

Posts relacionados

menos-juros-no-financiamento-imobiliário
portabilidade-em-planos-de-saúde-empresariais
Consórcio-Yamaha
planos-de-saúde
Cobrar dinheiro emprestado